©Priscilla Du Preez/Unsplash

Os melhores óleos essenciais para dormir

Os melhores óleos essenciais para dormir

A agitação e o estresse do dia a dia são desencadeadores de distúrbios do sono e da insônia, ainda mais por conta das preocupações e tensões da vida pandêmica.

Pensando em driblar esses problemas de forma natural, sem precisar fazer uso de medicamentos, soníferos e calmantes que podem causar efeitos colaterais e reações adversas, este conteúdo traz alternativas naturais que consistem em utilizar as propriedades calmante e tranquilizante de certos óleos essenciais.

Para tal finalidade, será apresentada mais abaixo uma lista dos melhores óleos essenciais que contribuem para uma boa noite de sono.

Antes da lista, veja o que são, como usar e precauções de uso dos óleos essenciais.

Fique por dentro!

O que são Óleos Essenciais

Óleos essenciais são óleos extraídos de vegetais, geralmente por trituração e destilação a vapor de partes da planta (folhas, flores, raízes).

Estes óleos possuem diversas propriedades terapêuticas e curativas que, desde tempos remotos, são conhecidas e vêm sendo utilizadas para tratar os mais variados tipos de problemas de saúde.

A aromaterapia é a especialidade terapêutica que emprega o uso dos óleos essenciais para tratamentos de saúde.

Os óleos essenciais podem ser usados de diversas formas como por exemplo:

  • Em spray com solução de óleo essencial diluído em álcool de cereais
  • Vaporização com água fervente
  • Aromatização do ambiente, através de difusores ou réchauds (pequeno fogareiro para aquecer o óleo essencial)
  • Em massagens
  • Banhos
  • Uso tópico na pele utilizando o óleo essencial misturado em um óleo carreador (óleo vegetal para diluição do óleo essencial).

Como utilizar os óleos essenciais para dormir bem

Para usufruir das propriedades calmantes e soníferas dos óleos essenciais, é necessário saber como utilizá-los.

Por isso, seguem algumas orientações:

  • A aplicação do óleo essencial pode ser feita nas solas dos pés, pulsos ou palmas das mãos, no final do dia para propiciar calma e relaxamento.
  • Antes de aplicar um óleo essencial na pele, dilua-o em um óleo carreador, que pode ser o de coco, jojoba, amêndoa ou azeite de oliva extra-virgem.
  • Essa diluição é para evitar possíveis alergias ou irritação na pele.
  • Para fazer essa diluição basta usar 1 colher de sopa de óleo carreador para cada 1 gota de óleo essencial.
  • Outra forma de usufruir do potencial calmante e tranquilizante do óleos essenciais para dormir é adicionar 2 à 3 gotas em um difusor (à vela ou elétrico) ou em um réchaud, a fim de liberar o aroma no ambiente.
  • Há também a possibilidade de pingar 1 gotinha no travesseiro. Porém, deve ser na parte traseira do travesseiro, para evitar a inalação direta do perfume do óleo essencial, e ao mesmo tempo poder sentir o aroma de forma indireta e mais suave.

Leia também:

Fique por dentro de mais informações de como usar adequadamente os óleos essenciais, em:

Precauções de Uso

Para evitar possíveis reações adversas é preciso usar os óleos essenciais adequadamente e com cuidado, pois se for aplicado de forma imprópria e sem cautela, pode irritar a pele.

Para evitar esse tipo de reação adversa é recomendado fazer um teste na pele da seguinte forma:

  1. Dilua o óleo escolhido na base carregadora e aplique 1 gotinha na parte interna do pulso ou braço.
  2. Espere 24 horas para observar se ocorre alguma irritação ou desconforto.
  3. Caso não haja nenhuma reação adversa, pode aplicar o óleo essencial.

Atenção!

Não se deve ingerir óleos essenciais, pois podem causar efeitos colaterais desagradáveis, como:

  • mal-estar
  • dores de estômago
  • náuseas
  • intoxicação

Contraindicações ou usos sob supervisão médica

Aqueles que precisam ter cuidado e até orientação médica para fazer uso de óleos essenciais, são:

  • Crianças
  • Mulheres que amamentam
  • Mulheres grávidas
  • Idosos
  • Pessoas com problemas respiratórios, pulmonares ou hepáticos

Confira mais informações sobre precauções de uso dos óleos essenciais, em:

Interações medicamentosas

Alguns óleos podem interagir com alguns medicamentos e interferir no seu efeito.

Se estiver fazendo uso de medicações, antes de utilizar de óleos essenciais consulte um especialista em aromaterapia ou médico.

Onde encontrar óleos essenciais

Os óleos essenciais podem ser encontrados em lojas de produtos naturais, virtuais ou físicas.

Agora, que tem as devidas orientações, esclarecimentos e recomendações para fazer o uso adequado dos óleos essenciais, veja a lista de óleos para melhorar o sono.

Lista dos melhores óleos essenciais para dormir

Confira os melhores óleos essenciais, com estudos e comprovações científicas, para acalmar e promover uma boa noite de sono.

Lavanda

A lavanda é um arbusto que forma flores roxas, sendo uma das plantas mais estudada pelos cientistas.

O óleo essencial desta planta acalma o sistema nervoso devido aos seus compostos químicos linalol e acetato de linalila.

Um dos estudos que comprovou isso foi feito em 2005, avaliando o efeito do óleo essencial de lavanda em 31 jovens saudáveis, constatando a melhora do sono nos participantes.

Uma outra pesquisa feita em pessoas com insônia leve, indicou a melhora no sono após respirarem o vapor do óleo essencial de lavanda.

Esse outro estudo em pacientes com doenças cardíacas que estavam em unidade de terapia intensiva de um hospital, apresentaram melhora na qualidade do sono após horas de aromaterapia de lavanda.

Mulheres entre 45 e 55 anos de idade em um experimento, tiveram melhora na qualidade do sono após aromaterapia de lavanda.

Essa outra pesquisa em pacientes hospitalares com doença arterial coronariana revelou a melhora do sono e a redução da ansiedade, após eles inalarem óleo essencial de lavanda.

Essa pesquisa feita com mães no pós-parto que inalaram óleo essencial de lavanda, apontou que elas desfrutaram da melhora do sono.

Leia mais:

Bergamota

A bergamota é uma erva perfumada nativa da América do Norte, que atrai polinizadores como abelhas e borboletas.

Essa planta reduz a pressão arterial e melhora a saúde mental.

Esse estudo com pessoas em reabilitação cardíaca, descobriu que a qualidade do sono aumentou significativamente após a exposição à uma mistura aromática de bergamota, lavanda e ylang-ylang.

Néroli

O óleo essencial de néroli é obtido das flores da laranjeira amarga.

Esse óleo apresenta um aroma fresco, fino, delicado, doce e floral. Inclusive, é utilizado em uma clássica Eau de Cologne (água de colônia), desde o século XVII.

As  propriedades desse óleo promovem o alívio de palpitações, taquicardia, tensão muscular, além de atuar como antiespasmódico (inibe a mobilidade da musculatura) e analgésico (alivia a dor).

Age como neuroprotetor (protetor dos nervos) e é um poderoso antidepressivo e ansiolítico.

É indicado para TPM (síndrome pré-menstrual), irritabilidade, oscilações de humor, síndrome do pânico, tensão nervosa, estresse e sobrecarga mental.

Vários estudos demonstraram evidências de que o óleo extraído de néroli (Citrus aurantium) possui uma potencial aplicação terapêutica para o tratamento de transtornos de ansiedade.

Camomila

Existem dois tipos de camomila: Romana e Alemã, que embora sejam parecidas, apresentam algumas características distintas.

O óleo essencial de camomila romana é mais conhecido por reduzir a ansiedade, enquanto a camomila alemã é conhecida por aliviar a dor.

Este estudo que fez uso de uma mistura de camomila romana, lavanda e neroli, mostrou a redução da ansiedade e melhora da qualidade do sono em pacientes internados em uma unidade de terapia intensiva.

Em um outro estudo, inalar uma mistura de óleos essenciais de camomila e lavanda, aliado ao  uso de musicoterapia, reduziu a ansiedade em enfermeiras.

Essa revisão de vários estudos, demostrou que o emprego de aromaterapia com camomila romana reduziu a ansiedade em mulheres grávidas.

Leia mais:

Cedro

O óleo essencial de cedro tem um profundo aroma amadeirado.

Esse óleo tem efeito sedativo graças ao seu princípio ativo, o cedrol.

Essa pesquisa feita em mulheres na faixa dos 20, 30 e 40 anos que vivem no Japão, Noruega e Tailândia comprovou a melhora do sono, através do uso do óleo essencial de cedro.

Ylang Ylang

O óleo de Ylang Ylang com seu aroma frutado e agradável é obtido de árvore tropical da Ásia.

Esse óleo tem como propriedades acalmar e reduzir a pressão arterial e os batimentos cardíacos, condições que preparam o corpo para dormir.

De acordo com esse estudo, o uso de ylang ylang em tratamentos de aromaterapia pode ajudar a aliviar a ansiedade.

Sálvia Esclareia

A sálvia esclareia é uma erva com flores de cor violeta ou branca.

O óleo essencial dessa planta é extraído de suas flores.

Esse óleo herbáceo é composto de acetato de linalil, que lhe confere propriedades relaxantes, calmantes e equilibrantes, preparando a pessoa para uma noite de sono repousante.

O óleo de sálvia pode também ser útil para quem sofre de depressão, pois acalma a mente perturbada.

Um outro estudo realizado em mulheres submetidas à exame urodinâmico (exame da bexiga), verificou que ao serem expostas ao aroma desse óleo, as mulheres ficaram mais relaxadas.

Leia também:

Valeriana

O óleo de valeriana é bem conhecido por seu profundo efeito calmante e que garante uma boa noite de sono.

Um estudo de 2012 evidenciou que a aromaterapia com valeriana ou acupressão (massagem com a pressão dos dedos em pontos energéticos do corpo, utilizando esse óleo) melhorou a qualidade e tempo de sono em pacientes em terapia intensiva.

Tília

De acordo a The Encyclopedia of Essential, a tilia tem como propriedades aliviar dor de cabeça, enxaqueca, insônia e estresse.

Erva-cidreira

Os principais componentes do óleo essencial de erva-cidreira são 39% citronelal, 33% citral (citronelol, linalol) e geraniol.

Estes princípios ativos atuam como sedativo leve, espasmolítico (suprime a contração do tecido muscular) e tem efeito positivo no sistema imunológico e no estresse.

Todas essas propriedades foram descritas nesse relatório científico.

Conheça mais óleos essenciais e suas propriedades relaxantes, em:

Causas dos distúrbios do sono

Se nenhuma dessas indicações resolver, a alternativa será procurar um tratamento, seja médico ou psicológico, para descobrir as causas que estão provocando insônia ou distúrbios do sono.

As causas que podem desencadear insônia ou distúrbio do sono podem ser diversas:

Físicas

Sintomas e incômodos de doenças como:

Psicológicas

Transtornos desencadeados por problemas e doenças mentais e emocionais, como:

Além dos óleos essenciais, hábitos que melhoram o sono

Além do uso do óleo essencial para dormir é preciso cultivar hábitos que ajudem a melhora do sono, tais como:

  • Não ingerir cafeína depois das 14h.
  • Tente comer no início da noite, bem antes de dormir e procure se alimentar de comidas mais leves.
  • Não ingira bebida alcóolica antes de dormir
  • Desligue tomadas e apague a luz antes de deitar, pois a lâmpada acesa e a luz azul de celulares e telas de computadores interferem na produção da melatonina pelo corpo. A melatonina é uma substância química produzida pelo cérebro que regula o sono.
  • Tome um banho morno para quente antes de deitar e coloque uma roupa leve para dormir.

Veja mais dicas para dormir bem em:

Uma boa noite de sono!

Com todas essas opções de óleos essenciais e naturais será fácil dormir bem e acordar cheio de disposição.

Afinal, corpo cansado é mais difícil parar em pé e ter disposição para encarar as demandas do dia a dia.

Veja outros conteúdos com formas naturais para se acalmar e relaxar em:

Relaxamento: como acalmar a mente e relaxar. Veja 20 alternativas

Liberte-se da ânsia e do estresse: técnicas de relaxamento simples e fáceis para o dia a dia

Conheça a Música que Mais Proporciona Relaxamento e dê Adeus ao Estresse

Yoga na fazenda em companhia de cabras. O relaxamento é garantido!

Ansiedade: remédios naturais e atitudes que realmente funcionam

Yoga Restaurativo: contra o estresse e a agitação da vida moderna

Gostou? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on tumblr
Share on reddit
Share on pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *