Os melhores óleos essenciais para dor de cabeça e enxaqueca

Os melhores óleos essenciais para dor de cabeça e enxaqueca

Uma boa maneira de aliviar aquela dor de cabeça incômoda é através da utilização dos óleos essenciais, que com seus aromas trazem bem-estar, relaxamento e sensação de leveza.

Neste conteúdo será apresentada uma lista de óleos essenciais com propriedades que contribuem para sanar as dores de cabeça.

Vantagem de usar os óleos essenciais

Os óleos essenciais são utilizados pela aromaterapia para fins terapêuticos e curativos, porque possuem poderosos princípios ativos que trazem benefícios à saúde.

Um desses benefícios é o de ajudar a tratar dores de cabeça ou enxaqueca, com a vantagem de não ter os indesejáveis efeitos colaterais e reações adversas dos medicamentos convencionais prescritos para estes problemas.

Levando tudo isso em conta, segue uma lista de 10 óleos essenciais para se livrar das dores de cabeça.

Lista de óleos essenciais para dores de cabeça

Os óleos essenciais que aliviam as dores de cabeça também agem nas causas que levam a esse sintoma.

Veja quais são esses óleos essenciais e como eles agem proporcionando a melhora das dores de cabeça.

Lavanda

O óleo essencial de lavanda é muito empregado para aliviar o estresse e relaxar, mas também há evidências científicas de que ele ajude a reduzir dores de cabeça e enxaqueca.

Este estudo sugere que a inalação de óleo essencial de lavanda pode ser uma modalidade de tratamento eficaz e segura no tratamento agudo da enxaqueca.

Camomila

O óleo essencial de camomila combate a ansiedade e a insônia, acalma os músculos e relaxa o corpo, fatores que favorecem o surgimento das dores de cabeça provocadas por tensões.

Esta revisão de estudos evidenciou que extrato de camomila em óleo de gergelim apresentou potencial para ser um novo medicamento tópico para o alívio da dor da enxaqueca.

Hortelã-pimenta

Por conter mentol, o óleo de hortelã-pimenta ajuda a relaxar os músculos e alivia a dor.

Esse estudo concluiu que aplicação tópica do óleo de hortelã-pimenta deve ser considerada uma opção de tratamento eficaz e segura para pacientes que sofrem de cefaleia do tipo tensional episódica (associada a episódios de estresse e caracterizada por dor de cabeça moderada).

Gerânio

Essa revisão sistêmica sobre o uso dos óleos essenciais na aromaterapia, descreve que o óleo de gerânio tem propriedades sedativas e é indicado para tratar ansiedade e problemas relacionados ao estresse, endometriose e sintomas da menopausa. Todos estes problemas são causas que podem desencadear dores de cabeça.

Melissa

A melissa, também conhecida como erva-cidreira, vem sendo utilizada tradicionalmente para acalmar os nervos e combater a insônia.

Este artigo de revisão de estudos aponta as utilizações terapêuticas da melissa como tônica, antiespasmódica (previne espasmos), carminativa (reduz gases intestinais), diaforética (que faz suar), cicatrizante, sedativa e analgésica para aliviar dor de cabeça.

Nesse ensaio clínico feito em pacientes com síndrome coronária aguda em um pronto-socorro, foi demonstrado que a aromaterapia por inalação do óleo essencial de melissa teve efeito significativo na redução do estresse agudo, na intensidade da dor e ajudou na regulação da frequência cardíaca.

Laranja

O óleo essencial de laranja tem propriedades de reduzir dor, inflamação, tensão e ansiedade.

Este estudo feito com mulheres durante o trabalho de parto demonstrou que elas sentiram menos ansiedade após inalar óleo essencial de laranja.

Esse outro estudo envolvendo pessoas com fraturas ósseas verificou que a inalação de óleo essencial de laranja ajudou a aliviar a dor.

Embora não sejam estudos relacionados diretamente ao alívio da dor de cabeça em específico, eles apontam para o potencial do aroma da laranja ajudar a reduzir dores.

O óleo essencial de laranja tem muitas aplicações e benefícios.

Leia mais: 

Alecrim

O alecrim é útil em casos de dores de cabeça e enxaqueca, reduzindo a inflamação e a tensão muscular de acordo informações de Skenderi, G. (2003) Herbal Vade Mecum . Herbacy Press.

O alecrim é ótimo para aliviar dores de cabeça e aumentar a concentração quando inalado, segundo informações de McIntyre, A (2010) The Complete Herbal Tutor, Octopus Publishing Group Ltda.

Uma revisão de vários estudos destaca que o alecrim possui propriedades anti-inflamatória, analgésica, age como ansiolítico (combate ansiedade) aumenta a memória e é antinociceptivo (anula ou reduz a percepção e transmissão de estímulos que causam dor).

Gengibre

O gengibre vem sendo utilizado para tratar dores de cabeça, resfriados e náuseas.

Essa revisão de ensaios clínicos demonstra as poderosas propriedades anti-inflamatórias do gengibre, o que pode favorecer no alívio de diversos tipos de dores causadas por inflamação.

Este estudo sugere que o gengibre possa ser usado no tratamento e na prevenção da enxaqueca sem causar efeitos colaterais.

este estudo demonstrou os efeitos significativos do extrato de gengibre na dor no joelho em pacientes com osteoartrite.

Leia mais sobre as incríveis propriedades do gengibre:

Eucalipto

O óleo essencial de eucalipto é indicado para dores de cabeça decorrentes de sinusite.

Graças ao seu principal componente, o 1,8 cineol, este óleo promove o descongestionamento das vias nasais, limpa e alivia a tensão dos seios da face (oque causa a dor da sinusite).

Esse outro estudo, apesar de muito específico, concluiu que a inalação de óleo de eucalipto foi eficaz na redução da dor e da pressão arterial de pacientes após a ATJ (artroplastia total do joelho), sugerindo que a inalação de óleo de eucalipto pode ser uma alternativa para o alívio da dor.

Rosa

Essa revisão de vários estudos levantou evidências dos efeitos sedativos, analgésico, antiestresse e antidepressivo do óleo de rosa. Com relação ao alivio das dores, a revisão aponta para um estudo em mulheres que sofrem de dores menstruais. Embora o resultado tenha sido positivo, no estudo fora administrado também remédios para cólicas, indicando que o óleo de rosa pode ser coadjuvante como tratamento da dor.

Provavelmente o resultado acima se deu porque o óleo de rosas tem efeito calmante. Esse estudo verificou o efeito relaxante do óleo de rosa, fornecendo algumas evidências para o seu uso no alívio da depressão e do estresse, podendo indiretamente ajudar a tratar dores de cabeça se decorrentes desses problemas.

Como usar os óleos essenciais

As pessoas podem usar os óleos essenciais para tratar dores de cabeça de várias maneirascomo por exemplo:

Fazendo massagem nas têmporas e testa

Quando utilizar os óleos essenciais para aliviar dor de cabeça e enxaqueca, é preciso diluir 5 gotas em 30 ml de  óleo carreador, como óleo de coco, azeite de oliva, óleo de macadâmia, óleo de amêndoa doce ou óleo de jojoba, antes do uso.

A aplicação desta mistura pode ser feita nas têmporas (região lateral da cabeça, entre os olhos e as orelhas) ou na testa, através de massagem.

Inspiração do aroma

Pode-se inspirar o aroma do óleo essencial adicionando algumas gotas em um lenço de pano ou papel e o aproximando do nariz.

Compressa

Outra forma de utilização do óleos essenciais é através de compressa, mergulhando uma toalha ou pano em água fria ou morna com algumas gotas de óleo essencial. Então, aplica-se esta a compressa na testa.

Inalação

Utilize 3 gotas em um pouco de água e coloque em um difusor de ambiente deixe aquecer por 30 minutos, para aromatizar o ambiente.

Vaporização

Coloque de 3 a 6 gotas em água recém fervida e inspire o vapor.

Atenção: Após, esse procedimento não tome friagem, deixe as narinas secarem bem e esfriarem da vaporização que foi feita.

Precauções de uso

A utilização dos óleos essenciais tende a apresentar segurança e poucos riscos de reações adversas. Entretanto, em alguns casos se faz necessário algumas precauções e cuidados, como:

  • Os óleos essenciais não devem ser aplicados diretamente na pele ou ingeridos.
  • Pessoas sensíveis aos princípios ativos de determinados óleos essenciais podem apresentar reação alérgica ou irritação.
  • Aplicar óleos essenciais puros na pele pode causar irritação, sensação de ardência ou queimação, vermelhidão ou erupção na pele. Por isso, é necessário sempre diluir todos os óleos essenciais em um óleo carreador, antes de aplicá-lo na pele.
  • Para prevenir reações alérgicas e irritação, faça um teste antes aplicando algumas gotas de óleo essencial diluído em óleo carreador em um pequeno ponto da pele (pode ser na parte interna do antebraço ou do pulso, ou atrás da orelha). Deixe por 24 horas, para verificar se não irá ocorrer irritação.
  • Quando for fazer uso tópico (externo, na superfície da pele), cuidado com a região dos olhos
  • A aspiração e inalação excessiva de óleos essenciais pode causar tontura e início de síncope (perda súbita da consciência)
  • Quando for utilizar o óleo essencial para aromatizar ambientes, o faça sem a circulação de animais de estimação, crianças e idosos que são mais propensas a apresentarem reações de sensibilidade.
  • Se mesmo com o uso dos óleos essenciais as dores de cabeça ou ataques de enxaqueca persistem, consulte um médico para saber as causas subjacentes destes problemas.

Saiba mais sobre a utilização correta dos óleos essenciais, em:

Contraindicações

Apesar de tantos benefícios e vantagens dos óleos essenciais, existem algumas contraindicações, tais como:

Sensação de bem-estar

Como visto, os óleos essenciais comprovadamente podem aliviar as dores de cabeça. Mas, além disso,  trazem sensação de bem-estar.

Muitas vezes as dores de cabeça são causadas por estresse, ansiedade e problemas que literalmente martelam na cabeça. Melhor ainda nesses casos que os óleos essenciais podem funcionar, pois o tratamento exige que você pare e cuide de si, em vez de engolir uma pilha analgésica.

Então, quando precisar afugentar a dor de cabeça, conte com as várias opções de óleos essenciais que deixamos para você.

Conheça os benefícios de outros óleos essenciais, em:

Os incríveis benefícios do Óleo Essencial de Cedro. Veja como usá-lo

Óleo essencial de mirra é o melhor remédio para curar feridas

Óleo essencial de limão: propriedades e todos os usos

Sálvia: seu óleo essencial é medicinal. Como e quando usar

10 benefícios do Óleo Essencial de Manjericão. Como usar?

Óleo essencial de murta: propriedades e usos

Óleo essencial de pimenta-do-reino: detox e anticâncer. Veja usos e benefícios

Óleo essencial de citronela: como usar e fazer o extrato em casa

Óleo essencial de canela usos e benefícios: emagrece e muito mais

Gostou? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on tumblr
Share on reddit
Share on pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *