Dor no joelho: a causa pode ser emocional. Será este o teu caso?

Dor no joelho: a causa pode ser emocional. Será este o teu caso?

Muitas pessoas costumam se queixar de dores nos joelhos e, mesmo indo ao médico, não conseguem encontrar uma solução definitiva para aliviar o problema, porque muitas vezes a causa pode ser psicossomática.

Já parou para pensar que o motivo da dor pode ser mais do que um problema físico, e pode ter relação com as emoções que se vem sentindo?

Nesse conteúdo, mostraremos essa questão sobre a perspectiva psicológica para que, quem venha sofrendo com dores nos joelhos, tenha elementos para analisar se de repente a dor pode ter relação com seu estado emocional.

Dores psicológicas, doenças físicas

Segundo Louise Hay,  famosa por seus livros Você pode curar sua vida e Cure seu corpo, o joelho está associado ao orgulho e ao ego exacerbado.

Para esta autora, as doenças são criadas por nós devido às emoções negativas e sentimentos destrutivos que alimentamos, como por exemplo, o ressentimento e a mágoa.

Ela explica em suas obras que somos responsáveis pelos nossos desequilíbrios e, por isso, assim como adoecemos, podemos nos curar revertendo nosso estado emocional.

Para tal, é necessário nos autoconhecer através da auto-observação com a finalidade de descobrir as causas psicológicas das doenças.

Geralmente, estas causas estão atreladas ao orgulho, culpa, raiva, medo, inveja, ciúme, revolta, vergonha, entre outras.

Quando a pessoa consegue perceber e se desapegar de sentimentos e emoções negativas, a cura aconteceria, dado que a doença seria de causa mental e não física.

Leia também:

Causas emocionais das dores e doenças nos joelhos

As dores nos joelhos têm relação provável com a manifestação de um forte orgulho, indicando uma dificuldade da pessoa em se dobrar e aceitar as coisas e as circunstâncias como elas são, e as mudanças como elas acontecem.

Esse sintoma físico sinaliza que a pessoa tem muita dificuldade de ceder às ideias diferentes das suas, e de se adaptar às situações novas. Por isso, é difícil ela estar aberta para outras realidades e conseguir se relacionar de forma harmônica com os outros.

Em suma, a dor no joelho tem relação com a falta de flexibilidade. Por isso, é um desafio para a pessoa aceitar opiniões dos outros e de mostrar sua vulnerabilidade.

Assista este vídeo em que a psicóloga e terapeuta holística Fernanda Brito Azevedo esclarece os problemas psicológicos relacionados com desequilíbrios nos joelhos:

 

Humildade, cura para a inflexibilidade

Com todas essas informações, dá para perceber que para transcender e curar problemas nessa parte do corpo, é necessário desenvolver a humildade, aceitando amorosamente o que não se pode mudar ou controlar, e dobrando-se ao novo, sem se anular, é claro!

Orgulho ferido

Como lidar com o orgulho, que é uma possível causa para a dor no joelho?

A pessoa que teve seu ego ferido pode acabar criando armadura e se isolando, ou seja, desenvolve o orgulho, por medo de ser ferida e humilhada novamente.

Sendo assim, ela passa a se defender de tudo o que possa lhe remeter às situações onde tenha que se expor e correr o risco de reviver as dores do passado, e assim se torna inflexível. Dessa forma, o corpo com sua sabedoria natural sinaliza essa dor moral através do joelho.

Para evitar que doenças e acidentes acometam o joelho, parte do corpo associada à essa dor emocional, é necessário tomar consciência dessa engrenagem psicológica e agir de forma mais receptiva, proativa e positiva.

Formas terapêuticas e holísticas de tratamento

Além da auto-observação, existem outras  formas de recuperar a saúde emocional e física, ajudando a se livrar de problemas nos joelhos, como por exemplo:

  • Aprenda a relaxar e a se desapegar de pensamentos destrutivos com práticas como a Meditação
  • Busque equilíbrio e flexibilidade emocional e mental com atividades como boas leituras, yoga, dança, músicas de qualidade, culinária e atividades artísticas
  • Pratique atividades físicas, pois o bem-estar físico promove o bem-estar interno
  • Tenha mais contato com a natureza, ela é revigorante e calmante
  • Alimente-se bem, cuide de sua energia e saúde como um todo
  • Aprenda a se relacionar melhor consigo e com os outros.

Depoimento de uma terapeuta

A parapsicóloga e terapeuta holística Alice Follmann, conta que sofreu com uma doença em seu joelho e que foi a fundo no estudo de si mesma, para entender o que de fato estava desencadeando esse desequilíbrio em seu corpo.

Através de pesquisas com terapeutas holísticos, ela percebeu que, devido ao contexto de vida que estava vivendo, muitas emoções negativas estavam aflorando nela e, com isso, ela estava se desalinhando do momento presente.

Como mecanismo de defesa às situações que ela não aceitava, sua reação foi se tornar inflexível diante dos acontecimentos que se apresentavam. Ao se dar conta disso, e ao adotar uma postura mais lúcida, ela conseguiu se curar e se equilibrar emocionalmente.

Veja neste vídeo o depoimento de Alice Follmann, através do qual ela conta como se livrou da cirurgia em seus joelhos, ao compreender como as causas emocionais estavam repercutindo em seu corpo.

 

Alimentos para regeneração da cartilagem e estrutura óssea

Ainda segundo, Alice Follmann, existem alimentos que têm propriedades de restaurar a cartilagem e estrutura óssea do joelho e que contribuíram para os bons resultados em seu tratamento holístico e na cura de seus joelhos.

Estes alimentos são:

Ela sugere comer uma porção de um destes alimentos em jejum, e também durante o dia, entre as refeições.

Não se esqueça de consultar um médico

É bom lembrar que dores, de forma geral, são sintomas físicos que podem estar nos alertando para alguma coisa mais grave.

Uma vez que uma possível doença já tenha se instalou na parte física, apresentando sintomas como dor, há a necessidade de ver o grau de comprometimento que ela provocou no corpo.

Por isso, se faz necessário consultar um médico e aliar ao tratamento convencional, a terapia holística e o autoconhecimento, buscando tratar a doença de forma mais abrangente e eficiente.

Para saber mais sobre a relação das emoções com as doenças do corpo, leia também:

Com todas essas informações, os cuidados não se restringirão somente ao corpo, mas também à alma. E, assim, a cura se dará de forma integral!

Talvez te interesse ler também:

Doenças Psicossomáticas: o que são, Causas, Sintomas, Como Prevenir e Tratar

Causas emocionais de doenças nos olhos e problemas de visão: os olhos não veem quando a alma adoece

Saúde mental e saúde orgânica: entenda a relação entre ambas

Medicina antroposófica: o que é e quais são os seus benefícios para a saúde

Causas emocionais da Dor nas Costas: o corpo fala através dos sintomas físicos

Tá difícil esquecer o ex? A ciência não traz o amor de volta, mas ajuda a superar a perda

Dor no pescoço pode ser culpa de travesseiro ruim ou inadequado. Veja dicas de como escolher

Gostou? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on tumblr
Share on reddit
Share on pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *