©Amy Treasure/Unplash

Ansiedade: remédios naturais e atitudes que realmente funcionam

Ansiedade: remédios naturais e atitudes que realmente funcionam

A ansiedade é uma resposta desencadeada pela mente a tudo que esta interpreta como risco ou ameaça. Porém, essa reação emocional se torna patológica quando começa a nos controlar  ao ponto de perdemos o domínio da situação, tendo crise generalizada de ansiedade.

Motivos não faltam para termos ansiedade porque vivemos em tempos conturbados, marcados por pandemia, inflação, problemas financeiros e outros mais que acabam gerando medo, insegurança e preocupação.

Para que a ansiedade não vire transtorno, este conteúdo traz formas naturais e preventivas a fim de evitar que a ansiedade precise ser tratada com drogas pesadas e emergenciais.

O que é ansiedade e quais são as suas causas?

A ansiedade tem a sua função, pois resulta da ação de nosso instinto de proteção, que frente às ameaças nos impulsiona a reagir.

O lado doentio da ansiedade é quando ela passa a ser utilizada pelo medo e movida pelas preocupações e desconfianças instaladas na mente, tornando-se algo crônico, ou ainda, um transtorno.

Além da questão instintiva, existem outras causas para ansiedade que podem estar relacionadas a fatores como:

  • bioquímica do corpo
  • má-alimentação
  • tabagismo
  • alcoolismo
  • excesso de trabalho
  • muito estresse
  • problemas psíquicos
  • traumas emocionais

Saiba mais sobre as causas da ansiedade em:

Como visto, são vários fatores que podem provocar o desenvolvimento da ansiedade. Por isso, é preciso identificar a causa.

O autoconhecimento se faz muito necessário para lidar da melhor forma possível com a ansiedade, por isso, é preciso prestar atenção em si, se auto-observar para reconhecer o que está desencadeando esse estado. Além disso, é recomendável ter o acompanhamento e diagnóstico  de um psicólogo e/ou clínico,

Quando a ansiedade passa a reger a existência de uma pessoa, ela sofre muito e pode desenvolver doenças físicas relacionadas ao coração, cérebro  e aparelho digestivo.

Para evitar todo esse sofrimento, seguem formas naturais de aliviar ou até eliminar a ansiedade.

Atitudes e hábitos par reduzir a ansiedade

Incorporar à rotina hábitos e atitudes saudáveis, que promovam tranquilidade e bem-estar podem fazer a diferença para viver uma vida menos estressante.

Como por exemplo:

Viva no agora

A ansiedade é desencadeada pela excessiva preocupação com o futuro e uma forma de sair da crise de ansiedade é se ancorar no momento presente, buscando prestar a atenção na respiração, nas sensações corporais e no ambiente circundante.

Atividade Física

Movimentar-se ajuda a parar de ficar pensando no que pode vir a acontecer, porque a atenção fica mais voltada para o corpo. Por isso, atividades físicas contribuem  para aliviar a ansiedade.

Além disso, a prática de atividades físicas libera no corpo os hormônios da felicidade.

Atividades físicas podem ser um bom recurso ansiolítico, e existem várias maneiras para isso, tais como:

Yoga

Estudos científicos apoiam que yoga reduz a ansiedade.

A prática de yoga faz vários benefícios para corpo, mente e emoções. pois, alonga o corpo, acalma a mente e melhora a respiração, colaborando para reduzir a ansiedade e sintomas derivados desse estado.

Uma das provas contundentes que yoga faz bem para a saúde e promove bem-estar é o grande aumento da busca por essa prática online durante a pandemia.

Para quem quer começar a fazer yoga e usufruir de seu benefícios, veja como em:

Evite ou elimine o álcool

Hoje em dia, costuma dizer-se “bebo socialmente”, entretanto beber socialmente pode levar ao vício e à dependência alcoólica.

Apesar da bebida alcóolica dar uma relaxada, beber continuamente pode comprometer funções vitais do corpo como as do fígado, dos rins, cerebrais e do sistema nervoso.

Além de tudo, quando o efeito inebriante do álcool passa, pode agravar mais ainda a ansiedade.

Pare de fumar

A ansiedade é uma das causas da dependência do cigarro pois, ao mesmo tempo que se fuma para relaxar, quando se fica sem fumar, a ansiedade aumenta.

Além da dependência, o cigarro faz mal, prejudicando saúde de pulmões, cérebro e coração.

Esta pesquisa mostrou que quanto mais cedo começa a fumar, maior o risco de desenvolver um transtorno de ansiedade.

Além disso, a pesquisa sugere que nicotina e outras substâncias químicas afetam as vias cerebrais relacionadas à ansiedade.

Reduza ou pare com a cafeína

A cafeína em excesso pode causar nervosismo, tremores e ansiedade.

Este estudo demostrou que a cafeína pode desencadear ou piorar os transtornos de ansiedade e ou de pânico.

Descanse e cuide de seu sono

Para quem tem tendência à ansiedade e insônia, é recomendável evitar:

  • ter um sono irregular
  • assistir televisão no quarto
  • usar celular ou computador na cama, antes de dormir
  • comer e beber demais e se alimentar de comidas pesadas antes de deitar
  • tomar café antes ir para a cama
  • ficar remoendo as preocupações ao  deitar

Leia os conteúdos abaixo para ter uma boa noite de sono:

Busque formas saudáveis de relaxar

Relaxar mente e corpo é uma forma de enfraquecer a ansiedade.

Existem várias formas de relaxar:

  • Ter um hobby
  • Ler um livro
  • Ouvir músicas
  • Cantar
  • Cozinhar
  • Brincar com animais
  • Contemplar a Natureza, entre outras

Veja mais formas de relaxar em:

Pratique meditação

A meditação nos tira da identificação dos pensamentos, por isso, consegue aliviar a ansiedade e o estresse, trazendo calma e atenção plena ao momento presente.

Esta pesquisa de John Hopkins sugere que 30 minutos de meditação diária pode reduzir sintomas de ansiedade e agir como antidepressivo.

Tenha um alimentação saudável

Maus hábitos alimentares com falta de hidratação e excesso de açúcar refinado, alimentos processados ou cheios de conservantes, corantes e aromas artificiais podem causar alterações de humor, irritação e ansiedade.

Uma dieta saudável consiste em alimentos mais naturais e de origem vegetal.

Alimentos ricos em certos nutrientes favorecem o combate à ansiedade, como os que contêm:

  • Aminoácido Lisina – nozes, soja, batata-doce, melão, ervilha, amendoim, chocolate e abacate
  • Aminoácido Arginina – amendoim, nozes, chocolate, castanha de caju, milho, semente de girassol, coco, aveia, arroz integral, passas, lentilhas, laranjas e frutas cítricas
  • Magnésio – castanha de caju, amêndoas, aveia, espinafre, amendoim e banana. Leia mais -> Magnésio tão bom quanto os remédios para ansiedade e depressão
  • Vitaminas do complexo B – alimentos como arroz integral, feijão, lentilha, levedo de cerveja, castanhas, couve e espinafre contêm várias vitaminas que fazem parte do complexo B
  • Ômega 3 – nozes, chia, linhaça, gergelim, castanha do Pará e castanha de caju.
  • Ômega 6 – milho, azeite de oliva, pistache, óleo de gergelim, óleo de semente de chia, óleo de girassol e nozes.
  • Zinco – amendoim, amêndoa, castanhas, feijão, grão-de-bico e noz-pecã Leia mais -> Alimentos ricos em zinco para previnir Covid e outras doenças

Remédios naturais contra ansiedade

Os remédios à base de plantas podem ser uma boa alternativa aos medicamentos ou drogas para controle da ansidiedade.

A vantagem dos remédios naturais é que não possuem beta-bloqueadores ou benzodiazepínicos, com acentuados efeitos colaterais indesejados.

Existem vários remédios naturais para diminuir e tratar ansiedade, segue uma lista deles:

Aromaterapia

A aromaterapia com seus óleos essenciais perfumados promove a saúde e mais equilíbrio mental e emocional.

Estes óleos podem ser usados em banho, massagem ou em difusor.

Esse estudo e esse outro estudo mostraram que a aromaterapia pode trazer benefícios como:

  • relaxar
  • ajudar a dormir melhor
  • melhorar o humor
  • regular a frequência cardíaca e a pressão arterial

Alguns óleos essenciais próprios para tratar a ansiedade são:

Conheça os benfícicios da aromaterapia em:

Fitoterapia

Através da fitoterapia, podemos utilizar plantas com suas propriedades medicinais para tratar, e até curar, problemas de saúde.

Existem plantas que têm propriedades ansiolíticas e calmantes e podem ser utilizadas na forma de chá, tinturas e cápsulas.

Veja a seguir quais são essas plantas:

Melissa

Desde tempos remotos, a melissa, que também é conhecida como erva-cidreira, vem sendo utilizada por suas propriedades calmantes.

Um estudo atestou estas propriedades e outras em pacientes com altos níveis de depressão, ansiedade, estresse e insônia

Camomila

O efeito calmante da camomila é bem conhecido e popular, porque as pessoas costumam fazer seu chá para ter uma boa noite de sono e tranquilizar os nervos.

Esse estudo e esse outro estudo mostraram que a camomila pode ser uma aliada contra o transtorno de ansiedade generalizada.

Ashwagandha

Ashwagandha (Withania somnifera), conhecida como ginseng indiano, pertence ao grupo das ervas chamadas adaptógenas.

Adaptógenos são compostos naturais que  interferem nos sistemas e hormônios do corpo, aumentando sua resistência ao estresse.

A planta ashwagandha vem sendo tradicionalmente utilizada pela medicina tradicional ayurvédica.

O resultado desse estudo apoia os efeitos ansiolíticos do extrato de ashwagandha.

Valeriana

Pode-se utilizar a valeriana (Valeriana officinalis) para ajudar a tratar problemas de sono e ansiedade, é o que relata este artigo médico.

Esse estudo evidenciou que a valeriana melhorou significativamente a qualidade do sono, os sintomas de ansiedade e depressão em pacientes que estavam passando por hemodiálise-HD.

Lavanda

A lavanda, também conhecida como alfazema é uma planta com propriedades ansiolíticas e calmantes.

Esta revisão científica sugere que dois terpenos, contidos na lavanda, chamados linalol e acetato de linalila podem ter um efeito calmante sobre os receptores químicos no cérebro.

A revisão sugere que, graças a esses princípios ativos, a lavanda pode ser um tratamento de curto prazo eficaz para transtornos de ansiedade. Entretanto, há necessidade de mais estudos sobre os efeitos a longo prazo.

Galphimia glauca

Galphimia (Galphimia glauca) é uma planta nativa do México, usada tradicionalmente por seu povo, como um tranquilizante para reduzir a ansiedade.

Esse ensaio clínico e esse estudo investigaram a eficácia de Galphimia para tratar transtorno de ansiedade e os resultados mostraram a eficácia na redução dos sintomas desse problema.

Passiflora

Passiflora incarnata ajuda a diminuir inquietação, nervosismo e ansiedade.

Algumas evidências indicadas nesta revisão de vários estudos sugerem que os efeitos ansiolíticos de Passiflora incarnata são comparáveis aos dos medicamentos para ansiedade à base de benzodiazepínicos.

Kava kava

Kava kava (Piper methysticum), ou simplesmente kava, é tradicionalmente utilizada como bebida cerimonial pelos povos das Ilhas do Pacífico, para aliviar o estresse e mau-humor,

Um ensaio científico investigou o uso desta planta no tratamento da ansiedade generalizada e os participantes que tomaram kava mostraram uma redução significativa na ansiedade.

Canabidiol

O canabidiol (CBD) é um dos ingredientes ativos da planta cannabis (maconha).

Esta pesquisa investigou se o CBD poderia ajudar a tratar a ansiedade e os distúrbios do sono e o resultado foi que, sim, pode ser benéfico para pessoas com transtornos relacionados à ansiedade.

Quando é necessário um tratamento emergencial?

Apesar de hábitos, cuidados e alternativas de tratamentos serem muito eficazes – como vimos, existem remédios naturais e atitudes que comprovadamente funcionam contra a ansiedade – existem casos em que a intervenção medicamentosa se faz necessária, como por exemplo:

  • a  ansiedade está interferindo a ponto de desencadear surtos e descontrole mental e emocional
  • os sintomas atrelados à ansiedade persistem e tendem a aumentar cada vez mais
  • a ansiedade passa a afetar a saúde prejudicando o apetite, o coração, a respiração, a pressão, os músculos, o estômago, o sono e a disposição
  • provoca desequilíbrios hormonais
  • desencadeia fuga e isolamento da vida social
  • gera reações de automutilação e ou pensamentos suicidas
  • desencadeia muita irritação e oscilações de humor constantes

A ansiedade também dificulta a relação com as pessoas e, em contrapartida, é difícil para as pessoas conviverem com aqueles que são ansiosos demais.

Em um quadro de ansiedade com esses sintomas, é preciso o acompanhamento de um médico para avaliar e prescrever o tratamento adequado para o caso.

É possível, que um médico também indique as alternativas naturais descritas neste conteúdo, para serem administradas em conjunto com tratamentos mais convencionais, a fim de promover a redução ou até eliminação da ansiedade aliada à qualidade de vida do paciente.

Independentemente de precisar fazer uso ou não de fármacos ansiolíticos, é importante incluir as formas naturais expostas neste conteúdo ao estilo de vida, a fim de promover uma existência mais equilibrada.

Para conhecer mais plantas ansiolíticas, veja os conteúdos abaixo:

Alcaçuz, raiz doce que cura de ansiedade a problemas de menopausa

Mulungu combate Estresse, Ansiedade, Insônia e Muito Mais!

Tília e Melissa → Chás para Acalmar os Nervos e Diminuir a Ansiedade

Brahmi: reduz a ansiedade, a insônia e melhora as funções cerebrais

Damiana: erva boa para tratar ansiedade e outros problemas nervosos

Um estilo de vida mais saudável, mais voltado ao amor próprio e à natureza bastariam para que todos nós vivêssemos menos ansiosos, afinal, nossas vidas não são empresas.

Sabemos que é fácil falar mas precisamos juntos mudarmos esse estilo de vida massacrante que estamos levando. Menos competição e mais empatia. Afinal, quem nunca se sentiu ansioso?

Gostou? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on tumblr
Share on reddit
Share on pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *