Fontes veganas para aumentar a produção de colágeno e outros cuidados

Fontes veganas para aumentar a produção de colágeno e outros cuidados

Existem formas mais naturais, saudáveis e cruelty-free de aumentar a produção de colágeno no corpo, que vão desde a alimentação à adoção de hábitos saudáveis.

Com a inclusão de certos alimentos vegetais e com os cuidados necessários com o corpo, é possível incrementar a síntese de colágeno no organismo, ajudando a combater os efeitos do envelhecimento no organismo.

Pensando em ampliar todo esse conhecimento, este conteúdo traz uma lista de alimentos e cuidados para você manter a produção de colágeno em dia.

A importância do colágeno

O colágeno é um tipo de proteína estrutural, composta por 19 aminoácidos diferentes, que atuam como “blocos de construção” na formação de proteínas maiores.

O colágeno ajuda na formação de tecidos conjuntivos em todo o corpo, como:

  • pele
  • tendões
  • músculos
  • articulações
  • ossos
  • dentes
  • órgãos

Além disso tudo, o colágeno dá suporte para a boa saúde intestinal, na construção muscular, no bom funcionamento do coração e das artérias.

Causas da perda do colágeno

O corpo produz naturalmente seu próprio colágeno, entretanto com o avanço da idade, má qualidade de vida, de alimentação e o acúmulo de radicais livres no organismo, fazem com que essa produção venha a diminuir.

Fatores que podem reduzir a produção de colágeno são:

  • dieta pobre em nutrientes
  • vícios como tabagismo e alcoolismo
  • estresse
  • exposição excessiva à poluição
  • excesso de trabalho

Para evitar que isso aconteça, é bom reforçar ou incluir no cardápio alimentos que contribuam para a produção do colágeno e praticar hábitos saudáveis, que mais adiante serão listados.

Nutrientes que aumentam o colágeno

Apesar de não ser possível obter colágeno extraído direto das plantas, o consumo de alimentos ricos em proteínasvitamina Caminoácidos como lisina, glicina e prolina, e minerais como silício, zinco e cobre otimizam os níveis de colágeno no corpo.

Proteína

As proteínas atuam como blocos de construção do organismo e detêm diversas funções como:

  • se convertem em aminoácidos que servem para o crescimento e renovação celular
  • participam da maioria dos processos celulares do corpo, um deles é a síntese de colágeno

Alimentos ricos em proteínas

  • feijões, ervilhas e outras leguminosas, de preferência germinados
  • grãos integrais, como trigo sarraceno, entre outros
  • tempeh orgânico
  • levedura nutricional
  • ora-pro-nóbis
  • sementes como as de cânhamo e linhaça

Vitamina C

A vitamina C é essencial na produção de colágeno. Sem vitamina C, o corpo não consegue formar colágeno.

Essa vitamina aciona diretamente o DNA para regular e manter a quantidade intracelular de colágeno, tendo assim um efeito antienvelhecimento.

Ademais, a vitamina C possui propriedades antioxidantes que combatem os radicais livres e favorecem o processo de regeneração celular.

Alimentos fontes de vitamina C

Aminoácidos

Os aminoácidos glicina, prolina e lisina são necessários para a produção de colágeno e cada um tem uma função nesse processo.

Glicina

A glicina participa do processo de formação do DNA, do RNA, da síntese de colágeno e da creatina. Também regula a glicose no sangue, o que contribui para melhorar o nível de energia e a redução da fadiga, para o bom funcionamento metabólico do corpo.

Este aminoácido traz benefícios como:

  • diminuição da ansiedade
  • combate à depressão
  • melhora da concentração, do sono e da digestão
  • desenvolvimento muscular
  • e bom funcionamento cerebral

Alimentos ricos em glicina

  • tofu orgânico
  • algas marinhas
  • sementes de alfarroba
  • aspargos
  • agrião
  • repolho
  • tofu
  • espinafre
  • pera
  • maçã
  • banana
  • cenoura
  • beterraba
  • batata-doce
  • sementes de gergelim, girassol e abóbora
  • castanha de caju
  • pistache
  • leguminosas

Prolina

A prolina age na saúde da pele e na cicatrização de feridas, promove um sono reparador, equilibra o açúcar no sangue e auxilia na reparação dos tendões.

Alimentos ricos em prolina

Lisina

A lisina promove o desenvolvimento ósseo e a síntese dos tecidos conjuntivos.

Diferente dos outros dois aminoácidos, a lisina é obtida exclusivamente através dos alimentos, ou seja, não é produzida pelo corpo.

Alimentos vegetais ricos em lisina

Silício

O silício é um mineral responsável pela resistência óssea, prevenindo assim a osteoporose e a osteoartrite.

Este mineral auxilia na produção de colágeno, colaborando para a integridade estrutural e elasticidade da pele.

Baixos níveis de silício estão relacionados ao crescimento reduzido dos ossos e do tecido conjuntivo e ao envelhecimento precoce da pele.

Alimentos ricos em silício

  • cereja
  • laranja
  • maçã
  • figo
  • morango
  • uva
  • tomate
  • pepino
  • aipo
  • batata-doce
  • cenoura
  • beterraba
  • berinjela
  • amêndoa
  • amendoim
  • sementes de abóbora e de girassol
  • aveia
  • cevada
  • arroz integral

Zinco

O zinco é um cofator na produção de colágeno, pois tem função vital na síntese de colágeno.

Este mineral é essencial para proteger o colágeno do corpo contra danos, e ainda atua na reparação celular.

A deficiência de zinco pode reduzir a produção e a quantidade de colágeno no corpo.

Alimentos ricos em zinco

  • sementes de abóbora, de melancia e de gergelim
  • espinafre
  • aveia
  • cacau
  • amêndoa
  • castanha de caju
  • feijão
  • lentilha
  • grão de bico

Leia também:

Cobre

O cobre, é um mineral essencial para a produção de colágeno, é necessário para a formação dos ossos, tecido conjuntivo e também dos glóbulos vermelhos.

Esse mineral ativa a lisil oxidase, uma enzima que age para a maturação do colágeno, que por sua vez ajuda na formação das fibras que sustentam os tecidos.

Para se obter esse mineral é necessário o consumo de alimentos que contenham cobre, pois o corpo não o produz.

Alimentos ricos em Cobre

  • espirulina
  • sementes de girassol e de gergelim
  • amêndoa
  • castanha de caju
  • cacau
  • cogumelos shitake
  • acelga
  • couve
  • espinafre

Consumo de alimentos fermentados

Alimentos fermentados atuam como probióticos beneficiando a saúde do intestino e do sistema imunológico. Dessa forma, cria as condições favoráveis para a produção, aproveitamento e manutenção de colágeno e consequentemente para a formação do tecido conjuntivo no corpo.

Alguns exemplos de alimentos fermentados de origem vegetal e super saudáveis:

Chás precursores do colágeno

Ervas como cavalinha, ginseng e centella asiática cooperam para a produção e preservação do colágeno. Dessa forma, ajudam a retardar o aparecimento das rugas e previnem os danos celulares.

Cavalinha

O chá de cavalinha é rico em silício e, além do mais, com sua ação diurética e antioxidante, contribui para aumentar a síntese do colágeno.

O consumo de chá de cavalinha promove mais resistência, tônus e elasticidade dos vasos sanguíneos, previnindo o aparecimento de varizes.

Ginseng

O ginseng promove o aumento de colágeno e possui propriedade antienvelhecimento.

Essa raiz também tem propriedade antioxidante e preserva a pele contra os danos dos raios solares UVB.

Os antioxidantes protegem as células saudáveis e contribuem para o viço e a saúde da pele.

Centella Asiática

A centella asiática, conhecida também como gotu-kola, possui propriedades rejuvenescedora e antienvelhecimento, por isso é considerada a erva fonte da juventude. Também atua como tônico para os nervos e para o cérebro.

Cuidados para evitar a perda do colágeno

Em suma, os cuidados necessários para aumentar a produção de colágeno e prevenir ou retardar a perda dele compreendem:

  • Alimentação saudável – baseada no consumo de alimentos vegetais
  • Cuidados com o corpo – que envolvem descanso, hidratação, iluminação solar moderada e atividades físicas
  • Equilíbrio da mente e do sistema nervoso – com atividades que promovam bem-estar, satisfação, calma e concentração, como o contato com a Natureza e os animais, se envolver com hobbys saudáveis e/ou praticar meditação, por exemplo.
  • Desintoxicar o organismo – com sucos detox e chás de diversas ervas, tais quais erva-doce, chá-verde, hortelã, dente-de-leão, entre outros
  • Fazer o devido repouso – com sono regular e tranquilo

Com esse protocolo é possível retardar os efeitos do envelhecimento e manter o corpo mais firme e saudável.

Concluindo, consuma com frequência os alimentos listados neste conteúdo e pratique os cuidados necessários para a boa produção de colágeno.

Para mais informações de cuidados com o corpo e a saúde, leia os links abaixo:

Talvez te interesse ler também:

16 super alimentos que talvez você ainda não conheça

Potássio: para que serve, benefícios e em quais alimentos encontrar

Terapia da Água: o que é e como funciona

Como purificar o sangue naturalmente com ervas e alimentos

Gostou? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on tumblr
Share on reddit
Share on pinterest

2 comentários em “Fontes veganas para aumentar a produção de colágeno e outros cuidados”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *