Terapia da Água: o que é e como funciona

Terapia da Água: o que é e como funciona

Já ouviu falar em Terapia da Água? Esta é uma forma simples e natural de cuidado com a saúde, que possui inúmeros benefícios e é muito praticada no Japão.

Nosso corpo é constituído em grande parte por água, cerca de 50% a 60%. O tecido adiposo (gordura) tem menos água do que o tecido magro (músculo). De quando nascemos à nossa infância, 70% do nosso peso é constituído por água mas, com o avanço da idade, vamos perdendo a água corporal e daí podem vir as doenças e a degeneração dos órgãos. 

Conheça os benefícios da água para a saúde, e veja como e por que aderir à Terapia da Água.

Funções da água

Segundo informa a nutricionista SaVanna Shoemaker para o Healthline, a água é de suma importância para a fisiologia humana. Muitos processos do nosso metabolismo dependem desse elemento da natureza para ocorrerem.

A água tem as seguintes funções em nosso organismo:

  • metabolizar proteínas e carboidratos
  • lubrificar as juntas
  • liberar toxinas do corpo
  • ajudar na deglutição e digestão dos alimentos
  • limpar o estômago
  • promover a hidratação adequada
  • contribuir para o bom funcionamento cerebral
  • manter o nível de energia equilibrado
  • equilibrar a temperatura corporal
  • regular a pressão arterial

Tradição milenar japonesa

No Japão, a Terapia da Água já é um costume de tradição milenar, sendo ensinada e praticada desde a mais tenra idade.

Esta prática terapêutica é utilizada com a finalidade de limpar o sistema digestivo, promover a saúde intestinal o que, segundo a Sociedade Médica Japonesa, pode favorecer a cura de várias doenças, como:

  • dores de cabeça
  • diabetes
  • problemas cardíacos e taquicardia
  • epilepsia
  • artrite
  • excesso de gordura
  • bronquite, asma e tuberculose
  • meningite
  • problemas do aparelho urinário
  • doenças renais
  • vômitos
  • gastrite
  • diarreia
  • hemorroidas
  • doenças oculares
  • obstipação (constipação intestinal)
  • doenças no útero e distúrbios menstruais 
  • câncer
  • inflamações no ouvido, no nariz e na garganta 

O que é Terapia da Água

A Terapia Japonesa da Água consiste em beber vários copos de água em temperatura ambiente ou morna, de estômago vazio, no período da manhã ao acordar.

Você deve estar se perguntando, mas por que nessa terapia é indicado beber só água em temperatura ambiente ou morna?

A resposta é que nessa terapia, a água fria é considerada menos benéfica e em alguns casos prejudicial, por fazer com que as gorduras e os óleos da comida endureçam no aparelho digestivo, dificultando a digestão, principalmente se for ingerida junto com o alimento, causando transtornos metabólicos e problemas de saúde.

Saiba mais sobre os benefícios de consumir água com temperatura mais quente em: 10 razões pelas quais você deveria começar hoje a beber água quente

Terapia da Água: vantagens para a saúde

Dentre as vantagens para a saúde que a Terapia da Água traz, estão:

  • a diminuição da pressão arterial
  • prevenção de problemas gástricos
  • melhora da diabetes
  • alívio da constipação (prisão de ventre)
  • desintoxicação do corpo
  • combate à dor de cabeça
  • redução de peso
  • promoção de uma pele mais vitalizada e tonificada, entre outras

Etapas da Terapia da Água

Para praticar a Terapia da Água é preciso seguir as seguintes etapas, diariamente:

  1. Beber de 4 a 5 copos contendo 3/4 de xícara (160 ml) de água em temperatura ambiente, ao acordar, com o estômago vazio e antes de escovar os dentes.
  2. Espere mais 45 minutos, antes de tomar o café da manhã.
  3. Em cada refeição, coma apenas durante 15 minutos e dê um intervalo de pelo menos 2 horas antes de comer novamente ou beber água ou algum líquido.
  4. Além dessas etapas, a Terapia da Água também consiste em beber vários copos de água por dia, a fim de manter o corpo devidamente hidratado e o organismo lubrificado.

Tratamentos de saúde com a Terapia da Água

No Japão, recomenda-se a Terapia da Água com variação de períodos para tratar diferentes tipos de doenças, tais como:

  • Constipação: 10 dias
  • Diabetes Tipo 2: 30 dias
  • Pressão alta: 30 dias
  • Câncer: 180 dias (veja ressalvas)

Vale ressaltar que a Terapia da Água carece de dados e resultados comprovados cientificamente, com relação ao seu uso como tratamento de combate ao câncer. Por isso, não é recomendado utilizá-la como substituto ao tratamento recomendado pelo médico. Isto se aplica também a outras doenças.

Com relação à diabetes-Tipo 2, temos o depoimento de uma leitora que diz ter conseguido baixar o seu nível de glicemia com a utilização da Terapia da Água. Confira seu comentário neste conteúdo: Insulina: valores e a sua função no corpo humano.

Mesmo que a aplicação da Terapia da Água careça de pesquisas científicas para várias doenças, na prática funciona conforme , e em alguns casos existem provas fundamentadas em estudos científicos.

Veja quais são estes estudos.

Benefícios comprovados cientificamente

Vários dos benefícios que se pode adquirir com a Terapia da Água têm embasamento e comprovação científica, como:

Terapia da Água para emagrecer ou manter a forma

A Terapia da Água também pode auxiliar na perda de peso ou para manter a forma, funcionando como dieta de restrição calórica.

No Japão, a Terapia da Água para dietas de emagrecimento consiste em substituir bebidas adoçadas com açúcar, seja suco de frutas ou refrigerante, por água. Dessa forma, ocorrerá redução automática de calorias.

Outro detalhe é que limitar a refeição a 15 minutos, com intervalos de 2 horas para comer novamente, também contribui para a restrição de calorias.

Além disso, beber mais água promove saciedade, ou seja, dá menos fome. Dessa forma também diminui-se a ingestão de calorias.

Apesar dos prós da Terapia da Água para a perda de peso ou para manter a forma, existem também os contras que precisam ser levados em consideração. Por exemplo:

  • A restrição excessiva de calorias pode provocar um ganho de peso após o término da dieta com a Terapia da Água, como forma de compensação orgânica.
  • Reduzir calorias também pode produzir picos do hormônio grelina, responsável pela sensação de fome, aumentando assim o apetite.

Efeitos colaterais e precauções

Apesar de ser um elemento natural, até água em demasia pode fazer mal. Por isso existem alguns cuidados e precauções para evitar que isso aconteça.

Há que se ter cuidado para não beber a quantidade de água em menos espaço de tempo, do que os recomendados mais adiante neste conteúdo. 

Caso contrário, podem ocorrer intoxicação por água e hidratação excessiva. E isto pode provocar como efeito colateral, a hiponatremia (nível de sódio baixo), levando à uma série de reações adversas:

  • cefaleia
  • confusão mental
  • náuseas
  • diarreia
  • insuficiência cardíaca
  • edema cerebral
  • síndrome de secreção inapropriada de ADH (retenção de água)
  • distúrbios hepáticos e renais

Um caso médico que comprova os efeitos colaterais pelo excesso de água está nesse registro científico: Quando a abundância é demais: intoxicação por água em um paciente com infecção simples do trato urinário.

Recomendação do consumo adequado de água

Para evitar transtornos à saúde por água em demasia, os especialistas recomendam beber cerca de 4 xícaras (1 litro) de líquido por hora. Isto porque seria esta a quantidade máxima que os rins de uma pessoa saudável suporta de uma vez só.

Consulte o médico 

Antes de utilizar a Terapia da Água como coadjuvante ou como tratamento principal para resolver problemas de saúde, consulte um médico para ter o diagnóstico e a orientação de acordo com seu caso, principalmente em casos de onde existem doenças pré-existentes

Fazendo uso da Terapia da Água da forma correta, ou apenas nos hidratando adequadamente, só temos a ganhar pois, a água é a base para os processos metabólicos e fisiológicos de nosso corpo. Por isso dela dependemos para sermos saudáveis.

Talvez te interessar ler também:

Veja por que bebês não devem beber água antes dos 6 meses

Água de alho em jejum: quais são os benefícios para a saúde?

ÁGUA DE MELISSA trata Insônia e Ansiedade. Veja como fazer em casa

Gostou? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *