Spirulina: o que acontece ao corpo se a consumirmos todos os dias?

Spirulina: o que acontece ao corpo se a consumirmos todos os dias?

A spirulina (ou espirulina) é uma alga rica em propriedades e benefícios que pode ser usada para promover o bem-estar do corpo, especialmente em algumas situações ou períodos da vida. Mas o que acontece ao nosso corpo, se consumirmos uma quantidade certa de spirulina todos os dias?

Sob o nome de spirulina esconde-se uma microalga azul-esverdeada de água doce, considerada sob todos os aspectos como um alimento super precioso. Isto se dá pelo fato que estas algas contêm vários ingredientes ativos importantes para a nossa saúde e, por isso, cada vez mais frequentemente, no contexto das terapias naturais ou como formas de prevenir doenças, alguns profissionais aconselham o consumo de spirulina de maneira cíclica.

O que acontece ao corpo toda vez que consumimos spirulina

Ocorre realmente muitas mudanças que podemos notar em nosso corpo ao consumirmos spirulina por um certo período de tempo, e em doses justas.

Aqui estão os benefícios mais importantes que podem ser encontrados:

  • Sistema imunológico mais forte: esta alga estimula as defesas naturais do nosso corpo, e por isso, muita gente a toma em períodos particularmente críticos do ano (por exemplo, no outono-inverno para evitar resfriados e gripes).
  • Aumento de energia: graças à presença das vitaminas A, B, C, E e de sais minerais importantes como ferro, cálcio, magnésio e potássio, a spirulina é um suplemento natural que fornece o combustível certo para o nosso corpo para funcionar melhor e se sentir bem. É por isso que é ela muito apreciada pelos esportistas.
  • Antianêmico: aqueles que sofrem de anemia podem se beneficiar de uma ingestão regular de espirulina porque esta alga é rica em ferro e é facilmente assimilada pelo organismo.
  • Suplemento de proteína: muitas vezes é recomendado que vegetarianos e ou veganos consumam spirulina, pois é uma das algas particularmente mais ricas em aminoácidos. Uma ingestão diária, portanto, garante uma maior probabilidade de conseguir satisfazer as necessidades proteicas do organismo.
  • Purifica e desintoxica: um dos recursos mais apreciados desta alga, é a sua capacidade de desintoxicar e purificar o organismo. Usando-a diariamente, portanto, também se garante um bom efeito desintoxicante no corpo.
  • O colesterol ruim mantém-se à distância: graças aos ingredientes ativos contidos nesta alga, se usados ​​do modo correto e com certa constância, ela pode trazer de volta os valores ideais do colesterol.
  • Melhora a pele: a espirulina é rica em antioxidantes que neutralizam a ação dos radicais livres. Usá-la todos os dias, portanto, permite ver a saúde da pele melhorada.
  • Ciclo menstrual mais regular: até para quem sofre de problemas relacionados ao ciclo menstrual, a espirulina pode ser útil, porque ela ajuda a regularizar e a aliviar qualquer dor.
  • Agente alcalinizante: de acordo com a teoria dos alimentos ácidos e alcalinos, a spirulina é alcalina e, portanto, pode ajudar a restaurar o equilíbrio e a saúde geral do corpo.

spirulina 1

Tipos de spirulina

A espirulina é comumente encontrada no mercado, em pó ou como suplemento. Dependendo do uso que alguém queira fazer dela, é recomendável uma versão em vez da outra. Se, por exemplo, pretendemos adicioná-la aos nossos preparativos culinários, podemos escolher a spirulina em pó; enquanto se buscarmos um efeito mais incisivo e forte, certamente recomenda-se tomar doses mais elevadas através de um suplemento.

Há também produtos alimentares prontos feitos com espirulina como macarrão, cerveja, barrinhas de energia e muito mais. Eles são encontrados em lojas de produtos naturais ou on-line.

Spirulina, quanto consumir por dia?

Quanto aos suplementos de spirulina, a dose normalmente recomendada é de 3 gramas por dia que, em média, seria a quantidade necessária para poder aproveitar todos os benefícios desta alga. Naturalmente, a situação pode variar de pessoa para pessoa, e mesmo de acordo com as situações específicas que a pessoa esteja passando em cada momento.

Portanto, é sempre necessário buscar recomendação profissional, médica ou nutricional, de um especialista que possa recomendar o consumo de espirulina entre 1 e 5 gramas, em média. Repetimos, a quantidade é pessoal e deve ser dada por um profissional.

No que diz respeito ao consumo desta alga nos alimentos, pode-se adicionar diariamente 1 ou 2 colheres de chá do pó à dieta, o que seria uma dose correspondente a 1-3 gramas. Mas aqui também vale a indicação de um nutricionista antes.

Suplementos de spirulina

Um meio muito simples de tomar esta microalga, é escolher suplementos em comprimidos ou cápsulas a serem tomadas conforme necessário, e por um período de tempo limitado. No site da Ocean Drop você pode comprar a spirulina e incluir este superalimento na sua rotina.

Nós lembramos no entanto que esses produtos não substituem uma dieta saudável e variada, e que eles também podem causar efeitos colaterais (em particular se você sofre de algumas doenças) ou podem interagir com quaisquer tratamentos farmacológicos que estejam em andamento.

Melhor então evitar a automedicação, e sempre se dirigir antes a um especialista.

spirulina 2

Spirulina, como inseri-la na dieta

Talvez você nunca tenha pensado sobre o fato de que a spirulina pode ser adicionada às tuas receitas favoritas. É na verdade um ingrediente bastante versátil na cozinha. Mas lembre-se que esta alga dará aos seus pratos uma cor verde muito característica, o que pode ser bem interessante inclusive.

Ela pode ser adicionada, em forma de pó, no preparo de massas frescas, nhoque por exemplo, ou em sucos, batidos e extratos para melhorar o sabor e a qualidade nutricional dos alimentos, além de dar cor.

Contraindicações da spirulina

Na ausência de doenças e, se consumida na dose certa, a espirulina não costuma causar efeitos colaterais particulares, nem ter contraindicações.

Leia também: EFEITOS COLATERAIS E CONTRAINDICAÇÕES DA SPIRULINA

Em caso de superdosagem, podem ocorrer vômitos, náuseas, constipação ou febre.

Alguma atenção deve ser dada às pessoas com disfunção tireoidiana (especialmente à quem sofre de hipertireoidismo) ou doenças autoimunes. Nestes casos, é mais importante do que nunca avaliar com o seu médico os riscos e os benefícios de tomar esta alga.

Spirulina, curiosidades

spirulina 3Uma coisa que talvez você não saiba sobre a spirulina é a razão pela qual ela é assim chamada.

O nome refere-se ao fato de que esta alga na natureza assume uma forma de espiral.

Outra pequena curiosidade é que a spirulina é frequentemente dada aos astronautas em missão devido à sua riqueza em princípios nutritivos.

Talvez te interesse ler também:

SPIRULINA, UM ALIMENTO DO FUTURO

Gostou? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on tumblr
Share on reddit
Share on pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *