Efeitos colaterais e contraindicações da Spirulina

Efeitos colaterais e contraindicações da Spirulina

Spirulina é uma cianobactéria (muitos a consideram uma alga verde-azulada) consumida como suplemento alimentar, especialmente pela comunidade vegetariana e vegana. Também é um dos alimentos alternativos que mais podem contribuir na luta contra a fome das populações carentes do globo.

Estudos já demonstraram que a spirulina possui ação curativa e equilibradora do organismo, quando ingerida sob controle e com dosagens ajustadas a cada caso, agindo como anti-bacteriana, anti-cancerígena e probiótica. Ela também é usada para tratar diversas condições de saúde referentes ao sistema cardíaco, hepático, respiratório e o fortalecimento do sistema imunológico.

Porém, como tudo, a spirulina pode produzir alguns efeitos colaterais que é importante conhecer.

E agora vamos conversar sobre os aspectos não tão positivos, ou incômodos, menos salutares, da ingestão deste microrganismo.

O que a spirulina pode produzir em algumas pessoas que desaconselha seu uso?

O site Dicas de Saúde afirma que a spirulina pode provocar as seguintes reações adversas em algumas pessoas.

Edema

Pessoas que sofrem de problemas com os rins ou fígado não devem usar spirulina pois esta foi associada a inchaço das extremidades e tecidos moles.

Febre

Picos de febre de pequena amplitude também estão relacionados com o uso da spirulina (caso você observe picos de febre alta, consulte um médico).

Problemas digestivos

Problemas digestivos leves, com dor abdominal, gases e prisão de ventre também foram relatados e, pensa-se que estes ocorram devido a acumulação de toxinas no cólon, como efeito secundário da limpeza interna que a spirulina provoca. Caso tenha este efeito, aumente a ingestão de água pura para ajudar seu organismo no processo depurativo das toxinas liberadas.

Problemas hepáticos

A spirulina pode, muitas vezes e dependendo da sua origem, estar contaminada com metais tóxicos, bactérias e outras substâncias danosas ao fígado. Esta situação gerará danos hepáticos acompanhado de dores de estômago, náuseas e vômitos.

Já o site Innatia.com relata outras reações adversas, que complementam as anteriormente citadas indicando que, nestes casos a spirulina é totalmente desaconselhada:

Gota ou fenilcetonúria

Se você sofre de gota ou é fenilcetonúrico, não ingira spirulina pois ela contêm um aminoácido que pode te causar uma reação adversa nesses casos.

Gravidez e aleitamento

Não há estudos que demonstrem a segurança da ingestão de spirulina por grávidas, lactantes ou crianças pequenas.

No Innatia.com você pode participar de uma enquete online sobre as reações secundárias à spirulina: dor de cabeça, dor muscular, sudorese excessiva, problemas de concentração, vermelhidão. Veja aqui, no final do artigo deles.

Cultive a sua spirulina

Esta é uma proposta saudável para aqueles que, podendo ingerir spirulina, não têm certeza da qualidade e procedência desta disponível no mercado – cultivar a sua, em casa.

Mas pode ser complicado. Encontramos esse vídeo, em espanhol, para quem quiser entender sua disponibilidade de cultivo caseiro

E quanto às doses de spirulina?

Outra recomendação importante para quem quer tomar spirulina é a de, sempre, respeitar a dosagem prescrita, em função do problema de saúde ou necessidade que o levam a suplementar sua alimentação com este ser vivo.

Segundo o mesmo site, é preciso atentar para os seguintes parâmetros, para regular a dose da spirulina:

Em dietas hiperproteicas

Consumir entre 3 e 5 grs por dia, em função do peso corporal de quem consome. Isso corresponde a uma colher de chá de spirulina em pó, de rasa a muito cheia ou, de 6 a 10 comprimidos de 500 mg.

Para crianças com déficit nutricional

500 mg por cada 10 kg de peso (consulte o pediatra antes de começar a dar spirulina para uma criança)

Em casos de anemia ferropénica

3 grs. de spirulina ao dia (uma colher de chá, rasa, em jejum).

Leia também: ANEMIA: 10 REMÉDIOS NATURAIS PARA SUPRIR A CARÊNCIA DE FERRO

Como suplemento nutricional natural

2 a 3 comprimidos ou cápsulas de 400 mg cada, junto com as refeições, ou uma colher de sopa da spirulina em pó que poderá ser adicionada a sopas, sucos ou outras receitas.

Para emagrecer

6 a 9 comprimidos ao dia, meia-hora ou uma hora antes das refeições habituais.

Como suplemento dietético

10 gramas ou mais, ao dia (consulte seu médico e observe as reações adversas que já mencionamos neste artigo).

Mas, quanto às dosagens seguras, também há controvérsias, e grandes. Aqui no Spiulinapt, relatam que pode ocorrer desequilíbrio hormonal estrogênico importante em mulheres de mais de 40 anos que tomam suplementos de spirulina. O site recomenda, de acordo com um estudo escandinavo, a suplementação paralela hormonal para reduzir o impacto da perda estrogênica na densidade mineral óssea.

Não use nenhum suplemento sem recomendação médica

As doses e recomendações acima não dispensam a consulta médica. Não se automedique, nunca, nem mesmo com suplementos naturais.

Talvez te interesse ler também;

VOCÊ PRECISA MESMO TOMAR SUPLEMENTOS?

SUPLEMENTOS ALIMENTARES PODEM FAZER MAL? É PROIBIDA A AUTOMEDICAÇÃO

CERVEJA: O MELHOR SUPLEMENTO DEPOIS DE FAZER ESPORTE

SPIRULINA, UM ALIMENTO DO FUTURO

Gostou? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on tumblr
Share on reddit
Share on pinterest

14 comentários em “Efeitos colaterais e contraindicações da Spirulina”

  1. Avatar
    Jose Victor

    Bom dia! Gostaria de saber se pessoas que tem pressão arterial baixa, tipo 10×7, pode tomar a Spirulina.
    Muito obrigado!

    1. Daia Florios
      Daia Florios

      Jacqueline, existem estudos sobre as funções antivirais e antibacterianas da spirulinu, linkamos este: https://www.researchgate.net/publication/287938821_In_vitro_antiviral_and_antimicrobial_activities_of_Spirulina_platensis_extract
      Mas o site é apenas para informação e não substitui a consulta médica. Na tua pergunta não fica claro o uso que gostaria de fazer da spirulina mas, de qualquer forma, suplementos apenas devem ser usados mediante indicação médica, pois como vimos, pode haver contraindicação ou interação medicamentosa. Um abraço <3

    1. Daia Florios
      Daia Florios

      Oi Daniela, pedimos para consultar um médico. O site apenas oferece informações gerais, de estudos, etc, não substitui uma consulta médica, personalizada que analise cada caso em particular. Um abraço <3

  2. Avatar
    Ricardo monteiro

    Eu tomei por varias vezes a Spirulina todas as vezes eu Vomitei tipo jato forte e uma Diarreia ,muito forte, eu sou teimoso porque o beneficio da Spirulina é realmente otimo eu estou tomanndo a CLORELLA e tudo bem não acontece nada e são parecidas , por favor me ajuda !!!

    1. Daia Florios
      Daia Florios

      Você deve ser intolerante a algum componente da spirulina. Suspenda o uso e procure um médico ou nutricionista <3

        1. Daia Florios
          Daia Florios

          Lourdes, o ideal é mesmo consultar um médico, principalmente se estiver tomando medicamento. Um abraço!

  3. Avatar

    Tomei 1 colher de chá de spirulina por 2 vezes e provocou-me problemas digestivos, além de ficar também com enxaqueca.

    1. Daia Florios
      Daia Florios

      Geralda, consulte um médico. Somente tome suplementos, ainda que naturais, mediante recomendação médica. Um abraço <3

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *