Kimchi, fonte de bem-estar e saúde! O que é, propriedades e como prepará-lo

Kimchi, fonte de bem-estar e saúde! O que é, propriedades e como prepará-lo

O Kimchi é um prato coreano feito por meio da fermentação do repolho-chinês, acelga ou outros vegetais e, geralmente, temperado com pimenta vermelha, alho, gengibre e cebolas frescas.

Basicamente, o preparo do Kimchi consiste em colocar os vegetais em salmoura, durante várias horas e, em seguida, acrescentar uma pasta feita com farinha de arroz, açúcar e vários temperos.

Existem diversas variações de Kimchi, que alternam os legumes que são utilizados. Devido ao processo de fermentação, o Kimchi é um probiótico natural fazendo muito bem para o nosso aparelho digestivo e flora intestinal.

Cada ingrediente que compõe o Kimchi é rico em vitaminas e minerais.

  • O alho, que vai como tempero no Kimchi, reduz o colesterol “ruim” e é benéfico para o sistema cardiovascular.
  • O pimentão é um poderoso antioxidante, rico em fibras e vitaminas A, B e C.
  • O gengibre é estimulante para o bom funcionamento de metabolismo do corpo.

O Kimchi contribui para mantermos a boa forma, pois tem poucas calorias!

A seguir conheça um pouco da história desse prato tradicional coreano:

História e origem do Kimchi

Na Coreia de outrora, quando não existia geladeira, a comida tinha que ser preparada para ser estocada, para os longos meses de inverno quando era inviável conseguir vegetais frescos.

Nessa época, os vizinhos se uniam e preparavam grandes quantidades de kimchi, esse acontecimento comunitário ficou conhecido como “Kimjang”. O kimchi era guardado em recipientes de barro chamados “onggi”. Os recipientes eram enterrados dentro da terra para fermentarem. Uma das comidas típicas coreanas do inverno com o kimchi é kimchiguk, que nada mais é que uma sopa de kimchi.

Para conhecer, na prática, os benefícios desse alimento nutritivo e saudável, seguem duas receitas de Kimchi.

Receitas de Kimchi – Receita 1

Ingredientes:

  • 1 repolho chinês
  • 3 cebolinhas frescas
  • 5 rabanetes
  • 1 colher de sopa de gengibre fresco ralado
  • 1 dente de alho picado
  • 1 colher de café de pimenta vermelha picada
  • Sal, conforme necessário

Preparação:

Corte o repolho em quatro partes. Novamente corte para obter pedaços de aproximadamente 3 cm.

Em uma tigela, coloque o repolho fatiado de molho em água fria e sal e deixe descansar por cerca de uma hora. Corte os rabanetes, as cebolinhas e tempere com pimenta, alho e gengibre.

Depois de uma hora, enxágue o repolho com água fria, para tirar todo sal. Em seguida, coloque os temperos no repolho e sal a gosto. Coloque tudo dentro de um pote de vidro esterilizado com tampa. Após isso, cubra com água mineral ou filtrada e deixe fermentar por aproximadamente de 5 a 6 dias.

Quando começar a surgir bolhas, é sinal que a fermentação ocorreu com sucesso.

Receita 2

Materiais e alguns procedimentos necessários:

Tigela para deixar o repolho com sal.

Um recipiente, de cerâmica ou vidro, esterilizado para fermentação.

Observação: Plástico e metal contêm metais pesados e produtos químicos que podem prejudicar,na conservação e fermentação do Kinchi .

A higiene é de fundamental importância, por se tratar de um alimento fermentado, as nossas mãos e os recipientes devem estar limpos, para evitar contaminação.

Usar luvas, para espalhar a pasta picante.

Será necessário a utilização de um liquidificador para o preparo da pasta.

Ingredientes:

  • 2 repolhos chinesas ou acelgas
  • 150 gr. de farinha de arroz (também pode ser trigo)
  • 4 maços de cebolinha
  • 2 nabos médios, vale destacar que é muito bom para o fígado.
  • 3 xícaras de ou páprica picante.
  • Um pequeno copo de shoyu (molho de soja).
  • 8 dentes de alho
  • 50 gr. de gengibre
  • 500 gr aproximadamente de sal grosso (usado para a salmoura e depois tirado com água)

Preparação:

  • Lave bem o repolho
  • Corte o repolho chinês em quatro pedaços.
  • Jogue punhados de sal grosso entre cada folha do repolho.
  • Em um grande recipiente, coloque as folhas em camadas, intercalando com o sal grosso.
  • Depois de quatro horas, enxague bem as folhas do repolho com água, para remover o sal e os resíduos produzidos pela salmoura.
  • Coloque as folhas no escorredor para drenar bem e sair toda a água restante.
  • Em um liquidificador, bata o gengibre com os dentes de alho descascados e picados, até virar uma pasta.
  • Em uma panela, misture a páprica picante com a farinha de arroz e um pouco de água e cozinhe em fogo baixo, mexendo, lentamente, quando a massa engrossar um pouco e ficar bem homogênea, apague o fogo.
  • Adicione à massa, o gengibre, a pasta de alho e o shoyu e misture bem.
  • Acrescente à massa, a cebolinha picada e o nabo cortado em tiras finas.
  • Com o uso de luvas, coloque a massa entre as folhas de repolho, passe a pasta em cada folha dos dois lados.
  • Coloque a mistura de repolho e pasta em recipiente com tampa.
  • Deixe o recipiente contendo o Kimchi fermentando na geladeira.
  • Pode ser consumido de imediato, mas o melhor é deixar por uma ou duas semanas em processo de fermentação, antes de consumir.
  • Se for mantido com cuidado e de forma adequada na geladeira, o kimchi pode durar até três anos.

Esta receita é do Dimensión Vegetariana cujo vídeo segue abaixo (em espanhol).

De que forma utilizar o Kimchi?

O Kimchi pode ser utilizado como ingrediente em salada, sopas, legumes refogados, com macarrão, recheios de sanduíches e outros pratos.

Em pratos cozidos é recomendável adicionar o Kimchi sem cozinhá-lo, acrescentando-o só depois do cozimento, para preservar a sua propriedade probiótica. Por exemplo: Adicionar na sopa, depois que estiver pronta.

O Kimchi é um alimento que dá para diversificar com vários tipos de legumes e pode acompanhar vários pratos e fazer parte das principais refeições ou de lanches rápidos.

É de fácil digestão, com propriedades antioxidantes e funcionais para o organismo, proporcionado vitalidade, bem-estar e disposição para o nosso corpo.

Gostou dessa receita?

Talvez te interesse ler também:

DIETA COREANA: O QUE É, COMO E POR QUE FUNCIONA

CHUCRUTE – 10 BENEFÍCIOS E 5 RECEITAS

10 RECEITAS DE ÁGUA AROMATIZADA

Gostou? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on tumblr
Share on reddit
Share on pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *