©SRaimond Klavins/Unsplash

Yoga emagrece? O que dizem os estudos

Yoga emagrece? O que dizem os estudos

São muitos os motivos que levam à procura por aulas de yoga. A prática milenar indiana é associada a diversos benefícios e faz tempo que sua fama é conhecida até por quem nunca se rendeu ao tapetinho.

As pesquisas que a associam à saúde física e mental costumam repercutir nos meios de comunicação e circular entre o público geral. Não por acaso, as buscas por yoga e meditação online explodiram nos primeiros meses da pandemia – e a Internet está cheia de relatos dos que descobriram nessas práticas um caminho para lidar com o estresse e a ansiedade em tempos conturbados.

Mas e como ficam aqueles que estão preocupados com os quilos extras adquiridos no isolamento? Será que a yoga também pode ajudá-los?

Yoga emagrece? Por que? O que dizem os estudos

Diversos estudos sugerem que sim, mas as explicações vão muito além do gasto calórico ocorrido durante a prática. Esse gasto é até expressivo e contribui para a queima de gordura corporal, sobretudo nos estilos mais dinâmicos e intensos. Mas atinar somente para esse aspecto seria limitante e potencialmente desanimador para os aspirantes mais interessados na redução do peso.

Vários outros fatores interferem no emagrecimento dos adeptos da yoga, tais como:

  • controle de ansiedade,
  • maior qualidade do sono,
  • aumento da massa magra,
  • autoconhecimento e atenção em relação às necessidades do próprio corpo,
  • além da inserção em uma comunidade que valoriza e difunde hábitos alimentares mais saudáveis.

“Se você pratica yoga apenas para perder peso, pode ficar desapontado”, adverte Michael A. Taylor, editor médico da revista Yoga Journal e oncologista ginecológico em Carmichael, na Califórnia.

No entanto, o especialista destaca que, se levarmos em conta as transformações no cotidiano de quem opta pela prática indiana, aí sim ela cumpre um papel decisivo no processo de emagrecimento.

“Yoga não é uma fórmula mágica, mas oferece o benefício de uma mudança na filosofia e no estilo de vida”, diz.

Yoga, alimentação e ansiedade

Professora Associada da Escola de Cinesiologia da Universidade de Minnesota, em Minneapolis, EUA, Beth A. Lewis ressalta que, quando o assunto é emagrecimento, não só a quantidade de calorias gastas interfere na equação, mas também as calorias ingeridas.

“Normalmente, a perda de peso ocorre quando a ingestão de calorias (ou seja, alimentos e bebidas consumidos) é menor do que o valor calórico gasto (ou seja, a energia que é gasta o dia todo, mais a que é gasta durante o exercício)”, diz Lewis, em entrevista ao site Live Science.

Ou seja, quem quer perder peso precisa atacar as duas frentes: praticar atividades físicas regularmente e fazer opções alimentares mais saudáveis. Para a professora, este segundo aspecto é chave para a relação yoga-emagrecimento:

“Muitas práticas de yoga queimam menos calorias do que exercícios tradicionais, como, por exemplo, a corrida e a caminhada rápida. No entanto, a yoga pode aumentar a atenção plena e a maneira como a pessoa se relaciona com o próprio corpo. Assim, os indivíduos tornam-se mais conscientes quanto ao que estão comendo e fazem escolhas alimentares melhores”.

Segundo Lewis, essas escolhas melhores referem-se tanto à preferência por alimentos mais saudáveis, que influenciam na perda de peso, quanto à tendência a evitar alimentos processados, os quais provocam lentidão e letargia e, consequentemente, reduzem a disposição para a prática de atividades físicas.

O controle de estresse também é crucial

“Muitas pessoas comem mais quando estão estressadas e a yoga pode ajudar a combater o estresse, o que pode influenciar a ingestão de energia”, explica Lewis.

Outros entrevistados pelo Live Science também destacaram que a eficiência da yoga no emagrecimento é sua ação múltipla, que interfere nas duas pontas do processo.

Leigh Crews, especialista em Medicina do Esporte do American College, falou da importância de se escolher o estilo de yoga mais adequado para a perda de peso, mas também destacou um aspecto mais sutil: a capacidade da yoga de tornar as pessoas mais conscientes em relação ao próprio corpo e de o escutarem em vez de simplesmente agirem automaticamente ou por impulso.

“Essa autoconsciência pode provocar uma mudança na maneira como você pensa e trata seu corpo de diferentes maneiras, como comer quando está com fome, em vez de porque é sua hora normal de se alimentar; ou escolher parar de comer quando estiver satisfeito, em vez de cheio demais”, argumenta.

Há ainda o fator sono

De um lado, estudos mostram que uma noite bem dormida favorece o emagrecimento e que a falta de sono é um dos principais fatores de risco para o ganho de peso e a obesidade; de outro, pesquisas revelam que mais de 55% dos praticantes de yoga relatam melhoras justamente na qualidade no sono.

As modalidades de yoga que mais ajudam a emagrecer

Embora os fatores que influenciam no emagrecimento sejam múltiplos, a queima calórica continua sendo crucial. Nesse sentido, os especialistas enfatizam que são muitos os estilos de yoga, mas, se a meta é emagrecer, é melhor praticar aqueles mais vigorosos e dinâmicos.

“Se seu objetivo é perder peso, optar por um dos estilos vigorosos e dinâmicos de yoga, como Ashtanga, Vinyasa ou Power Yoga, é a escolha inteligente. Essas aulas tradicionalmente duram 90 minutos e podem definitivamente trazer um benefício cardiovascular. Com essas formas de yoga, você vai queimar calorias, tonificar e alongar seus músculos, além de oferecer exercícios de sustentação para os seus ossos”, explica Leigh Crews.

O conselho do Dr. Lewis Maharam, também membro do American College of Sports Medicine, vai na mesma direção:

“Se alguém quiser perder peso em uma aula de yoga, terá que estar em uma aula desafiadora. Precisará ter certeza de que o coração vai bater mais rápido”, aconselha.

No entanto, uma revisão recente na literatura sobre o tema apontou para os efeitos significativos de outras modalidades, tais como Silver Yoga, Bikram Yoga e, inclusive, algumas até bem leves, como a Yoga Restaurativa e a Hatha Yoga.

Além da queima de gordura, a revisão apontou que o ganho de massa magra propiciado por práticas regulares e fisicamente mais exigentes é outra variável importante da equação. Afinal, a manutenção dos músculos exige um maior consumo de energia em relação à gordura corporal.

Quantas vezes por semana é preciso fazer yoga para emagrecer?

Conforme destacou o ex-pesquisador da Florida State University, Michael Turner, as pesquisas que abordam a relação entre frequência da prática de yoga e perda de peso apresentam conclusões muito variadas. No entanto, uma recente revisão dos estudos apontou para uma frequência média de 3,5 vezes por semana.

Quantas calorias a yoga queima?

Estima-se que o gasto energético em uma sessão de yoga pode variar entre 180 e 460 calorias, a depender de diversos fatores como: a modalidade praticada, a duração e a intensidade da aula, se quem pratica é homem ou mulher e quanto pesa etc.

Uma pessoa de cerca de 72 quilos, por exemplo, gasta em média 183 calorias em uma aula básica de Hatha Yoga com duração de 60 minutos.

Mas um estudo realizado em 2014, pela Colorado State University, nos Estados Unidos, apontou que uma aula de Bikram Yoga – cuja duração média é de 90 minutos e acontece em ambiente aquecidos a 40° C, com umidade do ar na casa dos 40% – pode resultar em um gasto médio de 460 calorias para os homens e 330 calorias para as mulheres.

Conclusões

Yoga emagrece? Sim mas depende. Emagrece pelo conjunto de fatores:

  • quem pratica yoga se alimenta melhor
  • dorme melhor
  • se estressa menos
  • faz atividade física

Portanto, se você quer fazer yoga para emagrecer provavelmente vai conseguir, mas provavelmente porque vai mudar seus hábitos de vida.

Talvez te interesse ler também:

Pular corda: exercício completo, emagrece e tonifica

Yoga para iniciantes: tudo o que você quer saber para começar

Japamala: o que é, para que serve e como usar

Saudação ao Sol: 10 razões para praticá-la todas as manhãs!

Gostou? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on tumblr
Share on reddit
Share on pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *