Agricultura

Justiça do Ceará veta a liberação de 63 agrotóxicos por entender que causam danos para a saúde

agrotóxicos
  • por Gisele Maia

2019 bateu recordes de liberação de agrotóxicos: 382 novos pesticidas. Muitas dessas substâncias são proibidas na União Europeia e diversos estudos as relacionam a doenças e danos ambientais graves, como o extermínio de insetos polinizadores, sem os quais todo o ecossistema fica comprometido. Em sintonia com os constantes alertas das autoridades de saúde e estudos ambientais, a Justiça Federal do Ceará suspendeu 63 deles, entre os que haviam sido liberados em setembro.

Este estado mexicano aprovou por unanimidade uma lei para proteger as abelhas: multas de até 8.000 pesos

abelhas
  • por Redação

O problema da mortalidade das abelhas é generalizado em todo o mundo e os riscos para o ecossistema são enormes. Existem autoridades, países ou estados, que fingem não saber do problema, continuando a permitir o uso de pesticidas perigosos para os insetos, e outros que, como o estado mexicano de Guanajuato que, para preservar a vida, acaba de aprovar uma lei exemplar para proteger as abelhas.

Mais veneno na mesa: 2019 já soma 382 novas aprovações

agrotóxico
  • por Gisele Maia

Mais 57 agrotóxicos receberam carta branca do Ministério da Agricultura na última quinta-feira (3). Assim, 2019 mantêm-se como o ano em que mais se liberou defensivos agrícolas desde o início da série histórica, em 2005.

Agrotóxico natural: óleo de eucalipto combate fungos em plantas

óleo de eucalipto
  • por Eliane A Oliveira

Pesquisadores da Bahia descobriram uma alternativa natural ao agrotóxico. Trata-se do óleo de eucalipto, uma planta que existe em abundância em nosso país e que, além de diversas outras utilidades, pode combater fungos em plantas.