Expectorante natural: 15 opções para aliviar a tosse

Expectorante natural: 15 opções para aliviar a tosse

No Inverno ou em tempo muito seco, sintomas como tosse, coriza, garganta inflamada e catarro tendem a aparecer. Mas a boa notícia é que, além dos cuidados médicos, existem expectorantes naturais para aliviar ou até eliminar esses desconfortos.

As vantagens dos expectorantes naturais é que, a priori, eles não desencadeiam reações adversas e efeitos colaterais como os xaropes feitos à base de substâncias químicas, que forçam a broncodilatação do pulmão, podendo provocar uma série de alterações, principalmente taquicardia, além de apresentarem várias contraindicações.

Causas da tosse

A tosse é um sintoma que pode ter várias causas, tais como:

  • infecção ou inflamação na garganta
  • irritação ou congestão das vias respiratórias
  • acúmulo de muco em resposta à friagem, poeira, poluição ou toxinas

Tosse, espirro, coriza e catarro são reações devidas à limpeza do aparelho respiratório sendo, portanto, uma defesa natural e importante do próprio corpo. Sendo assim, tais sintomas só devem ser tratados se de fato incomodarem muito.

Como tratar a tosse de forma natural

Os expectorantes naturais podem aliviar a tosse, principalmente a tosse cheia, sem agredir o organismo.

Existem vários vegetais que têm propriedades expectorantes, descongestionantes, antitussígenas (combate à tosse) e anti-inflamatórias, que podem ser utilizados de várias maneiras.

Segue uma lista com 15 expectorantes naturais:

Gengibre

O gengibre detém propriedades antibacterianas, antiviral, anti-inflamatórias e antitussígenas. Além disso, estimula o sistema imunológico e melhora a disposição.

Dentre os princípios ativos contidos no gengibre, estão os shogaols e gingerols, responsáveis por aliviar sintomas de resfriado, suprimir a tosse, reduzir a temperatura corporal e ainda agir como sedativo. Por isso, é tão comum as pessoas fazerem uso do gengibre em tratamentos de resfriados e gripes.

Receita de expectorante de gengibre

  1. Coloque pedaços de gengibre em um copo de água e ferva essa mistura.
  2. Coe e beba
  3. Consuma esta bebida 3 vezes ao dia.

Cuidado de consumo

Beba esse chá morno ou em temperatura ambiente, nunca muito quente.

Após beber este chá, não tome friagem, pois o gengibre estimula o calor corporal.

O consumo de gengibre em doses de tratamento medicinal pode provocar gases abdominais, azia e náuseas, em pessoas com predisposição a isso.

Contraindicação

O gengibre tem efeito anticoagulante e não deve ser usado por pessoas que já estejam tomando medicamentos anticoagulantes, porque irá potencializar esse efeito, o que pode ser perigoso para a fisiologia do corpo.

Devido à propriedade do gengibre de reduzir a pressão arterial, ele é contraindicado para quem está tomando medicamentos anti-hipertensivos, pois poderá reduzir sua pressão arterial a níveis muito baixos.

Alcaçuz

O alcaçuz vem sendo muito utilizado na medicina tradicional chinesa, que o emprega para reduzir a dor, remover catarro e aliviar a tosse.

A raiz do alcaçuz também alivia a irritação na garganta, graças a um princípio ativo chamado glicirrizina, que age como sedativo na mucosa da traqueia.

Receita

  1. Coloque ½ colher de chá de raízes de alcaçuz em 1 xícara de água quente e deixe em infusão por 10 minutos.
  2. Beba este chá 2  a 3 vezes por dia.

Outra opção para aliviar a garganta irritada é chupar balas de alcaçuz, encontradas em lojas de produtos naturais, físicas ou virtuais.

Contraindicação

Não é recomendado o consumo de alcaçuz por pessoas com pressão alta.

Manjericão-sagrado

Na Índia, o manjericão é conhecido como tulsi (Ocimum tenuiflorum), e vem sendo amplamente utilizado como expectorante para aliviar a tosse, ajudando a expelir o catarro.

Este estudo comprovou que o óleo essencial de tulsi possui ação antimicrobiana e seus principais constituintes atuam no combate de 3 espécies de bactérias.

Receita de expectorante com manjericão-sagrado

  1. Coloque 1 litro de água para ferver.
  2. Quando levantar fervura adicione 10 folhas de manjericão-sagrado e apague o fogo.
  3. Tampe a panela e deixe em repouso por 10 minutos.
  4. Consuma 3 vezes ao dia.

Inalação

Outra forma de uso do manjericão-sagrado é através da inalação.

Para isso, basta adicionar algumas gotas de seu óleo essencial à água fervente e inspirar o vapor

Pode proceder à essa vaporização de 1 a 2 vezes ao dia.

Cuidado

Após a inalação não tome friagem.

Contraindicações

  • A ingestão do manjericão-sagrado não é recomendado para grávidas.
  • O manjericão-sagrado também atua reduzindo os níveis de açúcar no sangue, por isso seu consumo por pessoas que fazem tratamento para diabetes é contraindicado, pois poderá levar ao desequilíbrio da glicose no sangue.
  • Além disso,  essa erva reduz a tiroxina, podendo prejudicar quem faz tratamento de hipotireoidismo.

Leia mais:

Alho

O alho está presente em muitas tratamentos e curas desde os primórdios dos tempos, como indica esse estudo.

Esse vegetal, muito empregado na culinária, possui também poderosas propriedades medicinais, trazendo vários benefícios em tratamentos de saúde, entre os quais para curar problemas respiratórios e tosse.

Receita de expectorante deito com alho

  1. Coloque 1 dente de alho amassado em 200 ml de água e leve para ferver
  2. Quando levantar fervura, apague o fogo e deixe em repouso por 10 minutos.
  3. Coe e beba.
  4. Tome o chá de alho 2 vezes ao dia, até melhorar os sintomas.

Contraindicação

O uso medicinal do alho é contraindicação para quem faz uso de medicamentos para afinar o sangue, entre outras contraindicações.

Leia mais:

Cebola

A cebola possui propriedades expectorantes e descongestionantes das vias aéreas, pois atua eliminando a tosse e o catarro.

O uso medicinal da cebola através do chá, ajuda a fortalecer o sistema imunológico, combater a tosse e processos inflamatórios.

Segue a receita do chá de cebola em combinação com alho e limão, a fim de tratar irritação da garganta, catarro e  tosse.

Receita

  1. Coloque 1 cebola média descascada e dividida em 2 partes; 2 dentes de alho descascados e o suco de 1 limão em 1 xícara (chá)  de água e leve ao fogo.
  2. Deixe por 10 minutos em fogo baixo, até levantar fervura.
  3. Coe e beba em seguida.

Cuidados

O chá com cebola, em excesso, pode intensificar a acidez estomacal e gases, por isso é contraindicado em pessoas com problemas digestivos ou com sensibilidade estomacal.

Canela

Esta especiaria tem ação antiviral, bactericida e expectorante.

Outra propriedade acentuada da canela é sua ação antioxidante, como revela este estudo que analisou essa propriedade em 26 especiarias, dando destaque à canela e ao cravo.

Devido à ação antioxidante, a canela beneficia a saúde combatendo os radicais livres e eliminando os efeitos de toxinas no corpo, melhorando a imunidade, aumentando vitalidade da pessoa.

Receita

  1. Coloque 1 pau de canela em uma panela com 1 xícara (chá) de água fervente, apague o fogo e deixe em repouso por 10 minutos.
  2. Após isso, tire o pau de canela e beba.
  3. Consuma 1 vez ao dia.

Cuidado: Não tome friagem, após o consumo desse chá, pois, assim como o gengibre, a canela estimula o calor corporal.

Contraindicações

Este chá é contraindicado para gestantes, devido ao seu efeito abortivo.

Urtiga

A urtiga possui propriedades antitussígena, descongestionante, anti-inflamatória, adstringente, anti-histamínica e diurética.

É reconhecida em compêndios de plantas medicinais por seus poderes na cura e no alívio de problemas respiratórios como asma, infecções buco-faríngeas, pleurisia (inflamação dos tecidos que revestem os pulmões) e inflamação na garganta.

Receita

  1. Coloque 1 xícara de água para ferver e quando levantar fervura, apague o fogo.
  2. Adicione 1 colher (sopa) das folhas secas de urtiga na água quente e deixe em infusão por 10 minutos.
  3. Coe e beba.
  4. Esse chá pode ser consumido até 2 xícaras por dia.

Observação

Só faça esse chá na hora que for beber.

Cuidados

Se consumida em doses mais elevadas, a urtiga pode desencadear problemas intestinais, cólica estomacal, aumento das contrações uterinas ou coceira na pele.

Contraindicações

Devido ao efeito abortivo, a urtiga é contraindicada para gestantes.

Lactantes não devem consumir urtiga devido os bebês serem sensíveis aos componentes desta planta.

Além disso, a urtiga tem a propriedades de baixar a pressão arterial e reduzir os níveis de açúcar no sangue, podendo desencadear desequilíbrios em pessoas que tenham essas tendências ou fazem uso de medicamentos para tratar desses problemas.

Essa planta é contraindicada para pessoas com insuficiências renal,  cardíacas ou hepáticas.

Abacaxi

O abacaxi contém uma enzima chamada bromelina, cujas propriedades combatem a tosse, inflamação na garganta e problemas nasais.

Além disso, o abacaxi contém vitamina C, que por fortalecer a imunidade e ter ação antioxidante, ajuda na recuperação em casos de gripes e resfriados.

A casca do abacaxi  é onde se concentra mais vitamina C. Por isso, segue a receita do chá feito com a casca dessa fruta:

Receita

  1. Higienize e lave bem as cascas.
  2. Coloque-as em uma panela e as cubra com água
  3. Leve para ferver.
  4. Coe, deixe esfriar e beba.
  5. Pode beber esse chá durante o dia., tomando-o puro ou adicionado ao suco da polpa do abacaxi, fica uma delícia!

Maçã

A maçã traz muitos benefícios e um deles é através do chá de sua casca.

A casca da maçã contém a quercetina, que contribui para o bom funcionamento pulmonar e para prevenir problemas respiratórios.

Receita 

  1. Ferva 2 xícaras (chá) de água.
  2. Quando levantar fervura, apague o fogo.
  3. Adicione a casca de 1 maçã previamente higienizadas e picadas e deixe em descanso, por 15 minutos.
  4. Coe e beba.
  5. Pode ser tomado 3 vezes ao dia.

Atenção: É recomendável tomar esse chá feito no mesmo dia.

Precauções

O consumo da maçã pode causar reações alérgicas em pessoas sensíveis à família das Rosáceas, composta por pera, morango, ameixa, pêssego, damasco, ameixa e outras. Não é indicada tampouco para indivíduos alérgicos ao pólen.

Diabéticos devem evitar consumir a maçã, pois aumenta os níveis de açúcar no sangue.

Agrião

O agrião contém uma substância chamada gluconasturcósido, que confere a esse vegetal propriedade antibacteriana.

Além disso, o agrião é fonte de vitaminas C e A, potássio e ferro, sendo benéfico para fortalecer o sistema imunológico.

Receita

  1. Coloque 1 xícara (chá) de água para ferver.
  2. Quando levantar fervura, apague o fogo.
  3. Adicione ½ xícara (chá) de folhas e talos de agrião.
  4. Tampe e deixe em repouso por cerca de 15 minutos.
  5. Coe e beba morninho porque assim ajuda a eliminar o mucos das vias respiratórias.
  6. Tome esse chá de 2 a 3 vezes por dia, até cessar a tosse.

Contraindicação

O uso medicinal do agrião é contraindicado para grávidas, pessoas com gastrite ou problemas nas vias urinárias.

Tomilho

O tomilho, devido sua propriedade antiespasmódica, ajuda a aliviar o desconforto provocado pela tosse.

O chá de tomilho contribui para a eliminação do catarro, combate a congestão nasal e age como analgésico e anti-inflamatório da garganta.

Receita

  1. Coloque 1 litro de água para ferver.
  2. Quando levantar fervura, apague o fogo.
  3. Adicione 2 ramos verdes de tomilho.
  4. Deixe em.
  5. Tome até 4 vezes ao dia.

Contraindicações

O chá de tomilho não é recomendado nos seguintes casos:

  • mulheres grávidas ou lactantes
  • pessoas com insuficiência cardíaca
  • indivíduos com doenças no estômago, como gastrite ou úlceras

Hortelã-pimenta

A hortelã vem sendo muito utilizada na medicina fitoterápica, na composição de xaropes para tosse.

Essa planta medicinal tem como princípio ativo o mentol, cuja propriedade lhe confere a capacidade de promover a melhora da função pulmonar, aliviar a tosse e reduzir sintomas da bronquite, asma, sinusite e infecção da garganta.

Este estudo comprovou a eficácia do hortelã-pimenta, na composição de xarope para tratar tosse, combinado com outras ervas como hera, tomilho e sementes de anis.

O chá de hortelã-pimenta é uma forma de usufruir de seus benefícios, por isso, aprenda como fazê-lo:

Receita

  1. Ponha 1 xícara (chá) de água para ferver.
  2. Quando levantar fervura, apague o fogo e adicione 1 colher (sopa) de folhas frescas de hortelã ou 1 colher (chá) de folhas secas.
  3. Tampe e deixe em descanso por 10 minutos, coe e beba.
  4. Beba de 2 a 4 vezes por dia, até cessarem os sintomas.

Observação

Devido à sua propriedade de favorecer a boa digestão, recomenda-se tomar esse chá 30 minutos antes das refeições.

Cuidado

A ingestão de hortelã-pimenta de forma medicinal, é contraindicada nos seguintes casos:

  • gestantes e lactantes
  • crianças menores de dois anos
  • pessoas com anemia
  • pacientes com obstrução dos ductos biliares
  • indivíduos com hipersensibilidade ao princípios ativos dessa planta

Leiam mais:

Guaco

As propriedades farmacológicas e os benefícios do guaco para saúde foram analisados e catalogados neste estudo sobre a Farmacobotânica, fotoquímica e farmacologia do Guaco.

O guaco tem as seguintes propriedades medicinais:

  • broncodilatadora
  • anti-inflamatória
  • antitussígena
  • antialérgica
  • analgésica

O guaco contém um poderoso princípio ativo, a cumarina, que age nos canais de cálcio da musculatura lisa dos pulmões, promovendo o relaxamento e aliviando os sintomas da gripe, bronquite e tosse.

Receita

  1. Ponha 1 xícara (chá) de água para ferver e quando levantar fervura, apague o fogo.
  2. Adicione 1 colher (chá) de folha picada de guaco e deixe em infusão, por 15 minutos.

Contraindicações 

As contraindicações do guaco abrangem os seguintes casos:

  • mulheres grávidas
  • crianças com até 1 ano de idade
  • pessoas que fazem uso de anticoagulantes ou com deficiência de vitamina K
  • pacientes que estão em tratamento com antibióticos como penicilina, tetraciclinas, gentamicina, ou cloranfenicol

Leia mais:

Eucalipto

O eucalipto é um dos expectorantes naturais mais tradicionais, por sua propriedade descongestionante das vias respiratórias. Por isso, é útil no alívio dos sintomas de bronquite e para eliminar o catarro das vias aéreas

Receita

  1. Para fazer o chá de eucalipto, o recomendável é utilizar as folhas novas, na quantidade de 1 colher para cada 1 xícara (chá) de água fervente (colocar quando a água levantar fervura).
  2. Em seguida, apague o fogo, tampe e deixe em repouso por 10 minutos.
  3. Coe e beba em seguida.
  4. Recomenda-se o consumo de até 3 xícaras de chá ao dia.

Leia mais:

Água com Sal

A água salgada alivia a irritação da garganta e diminui a inflamação das vias respiratórias, é o que diz este estudo

Para  utilizar essa forma natural de aliviar a tosse e melhorar a irritação na garganta é só fazer gargarejos com água salgada.

Receita

  1. Dissolva 1 colher (chá) de sal em 1 xícara de água morna.
  2. Faça gargarejos com essa solução 2 a 3 vezes ao dia.

Dicas que podem ajudar prevenir e combater a tosse

Além dos expectorantes naturais, pode-se combater a tosse com algumas medidas práticas, como:

  • Tomar um banho quente para umedecer as vias respiratórias, pois ar muito seco favorece a tosse.
  • Outra forma de conferir mais umidade ao ar ambiente é fazer uso de umidificador.
  • Para aumentar a umidade do corpo, é preciso se manter a hidratação, ingerindo alimentos líquidos e água.
  • É necessário evitar o contato frequente com agentes poluentes como poeira, fumaça, inalação de produtos químicos tóxicos, sprays ou aerossóis contendo substâncias químicas.
  • Fazer atividades físicas como Yoga, por exemplo, pois ajuda a melhorar a função cardiorrespiratória, limpar e dilatar as vias aéreas.
  • Evitar contato com substâncias alérgicas, que podem produzir reações como inflamação das vias aéreas e tosse, como exemplo, certos produtos cosméticos, de higiene pessoal, perfumes e produtos de limpeza. Teste, antes de usá-los.

Se a tosse persistir, procure um pneumologista

Como dissemos, a tosse é uma reação natural do corpo, mas se ela for muito incômoda e insistente, tome os devidos cuidados para que não se agrave e venha a ter complicações mais sérias.

Caso a tosse e o catarro no peito persistam, o indicado é procurar ajuda de um pneumologista ou otorrinolaringologista, para verificar o que está por trás desses sintomas.

O médico fará uma avaliação, requisitará exames e dará o diagnóstico de acordo com o histórico do paciente, a fim de recomendar o tratamento adequado.

Todo sintoma persistente é sinal de alerta. Então, é necessária a avaliação de um especialista.

Para prevenir doenças e cuidar de seu corpo seguem alguns conteúdos pertinentes:

Remédios para aumentar a imunidade: receitas e dicas

10 alimentos e dicas para aumentar a imunidade

Quais alimentos aumentam a imunidade

Coronavírus: como fortalecer a imunidade e prevenir contágios para evitar o drama da quarentena

Cuide-se bem!

Gostou? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on tumblr
Share on reddit
Share on pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *