Por que sonhamos? Qual a finalidade e os diversos simbolismos do sonho

  • atualizado: 
sonhar

Onirologia é o estudo dos sonhos que se fundamenta na neurociência e psicologia. Mesmo existindo mais perguntas do que respostas a respeito dos sonhos, os cientistas elaboraram algumas análises e explicações sobre os sonhos. Embora cinco minutos, depois de acordar esqueçamos 95% do nosso sonhos, precisamos sonhar para manter o equilíbrio e o bom funcionamento de nosso cérebro e de nossa psique.

Quando dormimos entramos em uma espécie de transe, através da qual acessamos nosso inconsciente, processo e estágio que a ciência denominou de R.E.M. (Rapid Eye Movement), também, conhecida pelo acrônimo MOR (Movimento Ocular Rápido).

O sono do estágio REM é uma fase normal do sono caracterizado pelo rápido movimento dos olhos. O sono REM em humanos adultos geralmente ocupa 20-25% do sono total, cerca de 90-120 minutos de sono da noite. Durante o sono REM, o corpo fica paralisado por um mecanismo no cérebro, a fim de evitar que os movimentos que ocorram no sonho provoquem o movimento do corpo físico.

Esse estágio é marcado por:

  • profundo relaxamento
  • sono pesado
  • lembranças do mundo físico vêm a tona nos sonhos

Para saber mais sobre os vários aspectos que envolvem os sonhos, acompanhem cada um destes assuntos neste conteúdo:

 

1. O que é um sonho?

Segundo Carl Gustav Jung, fundador da Psicologia Analítica, o sonho reflete cenas e imagens resultantes do movimento de nossa psique e podem ter significados importantes para compreensão de nossos processos psicológicos.

Já o psicanalista Sigmund Freud, criador da Psicanálise, dedicou-se a entender e estudar os sonhos e os seus significados. Em seu livro A Interpretação dos Sonhos, ele fez uma profunda análise sobre os sonhos e seus arquétipos. Para ele, os sonhos têm diversos significados e são manifestações de nossos desejos mais profundos e da vontade de alcançarmos nossas realizações. Sonhar com alguém ou com algo, pode revelar um significado relacionado ao sonhador, envolvendo suas reações, concepções, sentimentos e emoções relacionado aos elementos dos sonhos.

Os pesadelos são manifestações dos sonhos, nos quais ocorre reações físicas e emocionais, tais como:

  • choro
  • grito
  • mal-estar
  • socos
  • chutes
  • transpiração
  • taquicardia
  • falta de ar
  • pânico

Os pesadelos significam os nossos medos mais profundos, por isso temos sensações densas, pesadas e negativas durante o sono e ao acordar.

Os sonhos são benéficos e necessários para nós pelas seguintes razões:

  • melhoram nosso sono
  • ajudam a relaxar do estado de estresse
  • quanto mais nítido for o sonho mais saúde mental a pessoa tem

Quando dormimos, nossas células cerebrais ficam bem acordadas gerando energia para produzir os sonhos. Durante o sono, os únicos músculos que trabalham são o diafragma, para manter s funções vitais dos pulmões e do coração.

Essa perda de tônus nos protege de agirmos durante cenas dos sonhos, o que poderia ser muito perigoso, como exemplo, pular de um precipício ou de uma janela durante o sonho.

O distúrbio comportamental do indivíduo, seja em suas vivência ao estar acordado ou durante o sono, pode levá-lo a agir de forma descontrolada em seus sonhos, com cenas de perturbação, lutas e violência.

Estes tipos de sonhos podem ser um sinal e aviso de anomalias cerebrais, como por exemplo o mal de Parkinson ou perturbações emocionais e desequilíbrios psicológicas.

Outra causa dos sonhos é que eles refletem o nosso pensamento e raciocínio, pois durante o sono podem nos ajudar a resolver problemas que vivemos quando estamos acordados.

2. 11 Explicações e causas dos sonhos

Seguem as várias formas de manifestações dos sonhos e razões desencadeantes desse fenômeno

2.1. Ensaio e simulação para lidar com ameaças

Nos sonhos podemos nos ver enfrentando perigos e ameaças, dessa forma é uma preparação para lidarmos com os desafios da vida diária.

2.2. Consolidação e reorganização da função da memória

Quando dormimos, o cérebro faz uma compilação e organização das lembranças registradas para que possamos relacionar melhor as informações.

2.3. Reduzir a ação do medo em nós

Durante a vida criamos e desenvolvemos muitos medos e ao dormir e sonhar com nossos temores, podemos extravasar e enxergar a tensão de nossos medos. Quando o medo é muito forte, pode se converter em pesadelo e dessa forma o sonho falhar em seu objetivo de minimizar os efeitos do medo no sonhador.

2.4. Para realizarmos nossos desejos

O sonho é uma forma de satisfazer um anseio ou desejo que queremos realizar. Os sonhos podem revelar desejos e emoções inconscientes que não sabíamos existir em nós.

2.5. É uma consequência dos impulsos neurais aleatórios

Os sonhos são resultado de circuitos ativados no tronco cerebral e estimulados pelo sistema límbico, que envolve as emoções, sensações e memórias. J. Allan Hobson, o psiquiatra que difundiu esta explicação, relacionou os sonhos como resultado da interpretação que o cérebro faz destes impulsos e sinais neurais, diante das vivências.

2.6. Como forma de codificação e armazenamento das memórias

O psiquiatra Jie Zhang propôs a explicação de que nossos cérebros armazenam memórias independentemente se estamos acordados ou não. Para ele, os sonhos são uma espécie de área de “armazenamento temporário” da consciência, onde o cérebro guarda as memórias. As memórias são arquivadas em nosso cérebro com a ajuda dos sonhos. Antes de serem arquivadas, as memórias aparecem nos sonhos.

2.7. Age como uma espécie de lixeira

Essa explicação aponta que sonhamos como uma forma de nos livrar de ligações, impressões, sensações e associações indesejáveis que se acumulam em nosso cérebro, ao longo do dia. Sendo assim, os sonhos se tornam uma forma de coleta de lixo, limpando nossas mentes de pensamentos inúteis, gerando espaço para outros. Basicamente, sonhamos para esquecer. Os sonhos contribuem para eliminar o excesso de informações da vida diária e manter os dados mais importantes.

2.8. Reafirmar e estruturar o que aprendemos

Neste caso sonhamos para nos lembrar, em vez de esquecer. Vários estudos apontam que os sonhos nos ajudam a lembrar melhor do que aprendemos e é mais necessário para nós. Aprendemos melhor quando sonhamos, depois de aprender.

2.9. Serve como mecanismo de defesa: "fingir de morto"

Sonhar pode estar relacionado com um antigo mecanismo de defesa: a imobilidade tônica ou se fingir de morto. Quando sonhamos o cérebro se comporta como quando estamos acordados, com uma diferença: substâncias químicas como a dopamina e outras associadas com o movimento e ativação do corpo são completamente desativadas. Processo semelhante ao que acontece com os animais que ficam paralisados temporariamente para despistar os predadores, se fazendo passar por mortos.

2.10. Uma forma de Seleção natural dos pensamentos e de emoções

Os sonhos contribuem para mutações do pensamento e emoções. Nossa mente através dos sonhos pode selecionar estas mutações para produzir novos tipos de pensamento atuando de forma positiva em nossas funções psíquicas e contribuindo para o surgimento dos famoso insights.

2.11. É um forma de processar emoções dolorosas através de símbolos

Em decorrência de traumas emocionais as pessoas podem vir a ter sonhos recorrentes através de situações simbólicas relacionadas com os sofrimentos vividos, como uma forma de processar as emoções que vivenciou e estão guardadas no inconsciente.

sonhos

3. 9 Fatos interessantes sobre os sonhos

  1. Em geral recordamos 10% de nossos sonhos, pois ao acordar só conseguimos lembrar cerca da metade dos nossos sonhos, depois de 5 minutos após acordarmos, esquecemos metade ou boa parte do sonho e em 10 minutos, 90% se esvai.
  2. Todo mundo sonha, só que algumas pessoas pensam que não sonham por não reterem a memória dos sonhos.
  3. Cerca de 12% das pessoas sonham em preto e branco, entre a década de 1920 e 1950, esta porcentagem era maior devido as televisões monocromáticas (em preto e branco).
  4. Em média, sonhamos uma ou duas horas por noite e temos cerca de 4 a 7 sonhos por noite.
  5. Os estímulos externos que o cérebro recebe durante o sono podem influenciar nossos sonhos, um exemplo comum é o despertador tocando e no sonho virando um alarme de casa ou a sirene do carro de bombeiro.
  6. Animas sonham e emitem as mesmas ondas cerebrais que nós durante o sono, um exemplo disso é o cachorro quando dorme, mexer a pata como se estivesse correndo e fazer sons como se estivesse latindo para alguém.
  7. Os cegos de nascença sonham sem imagens, mas os sonhos deles apresentam reações ligadas à outros sentidos como olfato, audição, paladar e tato.
  8. As pessoas que perderam a visão durante a vida sonham, por um tempo, com imagens, depois essas imagens vão desaparecendo.
  9. Pessoas estranhas no sonho se deve ao fato que quando vemos alguém na rua e olhamos para seu rosto, o nosso cérebro grava esse rosto e quando dormimos esse registro se manifesta no sonho.
 

4. Algumas invenções que surgiram através de sonhos

Invenções importantes para a humanidade foram criadas a partir de sonhos, vejam alguns exemplos.

  • A ideia para criação do Google – de Larry Pag
  • O gerador de corrente alternada – por Nikola Tesla
  • O sistema em espiral de dupla hélice do DNA – por James Watson
  • A máquina de costura – por Elias Howe
  • A definição da tabela química periódica – por Dimitri Mendeleyev

5. Tipos de Sonhos

Pode-se classificar os sonhos recorrentes em 7 categorias e interpretações:

Precognitivos

Sonhos precognitivos demonstram um alerta vindo de nosso inconsciente para o que pode vir a acontecer, por vezes o nosso inconsciente armazena e decodifica informações que traduz nos sonhos, é a forma que tem de se comunicar conosco e nos passar informações e avisos importantes.

Compensatório

Sonhos compensatórios manifestam-se como forma de compensar o que nos falta, por exemplo, quando se tem vontade de comer algo e por algum motivo não é possível satisfazer, sonhamos comendo o alimento que estamos aguados para degustar.

Factual

Sonhos factuais revelam verdades ocultas sobre nós mesmos, por isso a importância de atentar para os detalhes, recordá-los e analisá-los, para nos conhecer melhor e compreender nossas experiências e fatos de nossas vidas.

Inspirador

Esse tipo de sonho é uma espécie de sinalizador de caminhos, ideias e soluções para resolver problemas, lidar com questões pessoais ou nos inspirar a criar algo.

Cumprimento

São sonhos que nos vemos realizando algum anseio ou cumprindo algum desejo que no momento estamos limitados para o concretizar, um exemplo de sonho assim, é sonharmos que estamos viajando para outro país, quando estamos impossibilitados de viajar acordados, ou seja, no mundo físico.

Reconciliação

Durante a vida vivenciamos relações mal-resolvidas e através dos sonhos nos vemos promovendo a reconciliação entre nós e os envolvidos. Dessa forma nosso inconsciente procura compensar e transcender esta frustração.

Aviso

Nosso inconsciente encontra formas de nos avisar de perigos e ameaças em nossas vidas, por exemplo, se sonhamos que estamos em um labirinto, é sinal que precisamos sair do estado de indecisão ou confusão em que nos colocamos e encontramos.

6. 13 tipos de sonhos e seus significados

Existem alguns temas de sonhos que são bem comuns de nós sonharmos. Vejamos alguns:

PROBLEMAS DE SAÚDE

Se nos sonhos nos vemos doentes pode ser que o inconsciente detectou algum distúrbio em nosso corpo e sinaliza através do sonho a existência de um problema de saúde.

LIMPEZA OU SUJEIRA EM LUGARES, OBJETOS, ROUPAS, CORPO E UTENSÍLIOS

Ver algo muito sujo no sonho pode denotar problemas de ordem psíquica, emocional ou material. O inverso é um bom sinal, refletindo ordem, harmonia, paz e equilíbrio na vida do sonhador.

ESTAR SUBINDO DEGRAUS DE UMA ESCADA, ESCALANDO UMA MONTANHA PARA O ALTO OU DENTRO DE UM ELEVADOR

Quando o sonho ocorre com um destes contextos, o inconsciente aponta para elevação pessoal, social ou profissional. Caso ocorra o inverso representado pela descida ou queda, tem o sentido contrário, descer ou cair é sinônimo de contratempos, obstáculos e fracassos.

DERROTAS E FRACASSOS

Ver-se derrotado ou fracassado pode indicar problemas profissionais e dificuldades de se projetar socialmente ou estado de desânimo, desilusão, melancolia ou depressão.

DENTES

Em termos psicológicos, os dentes simbolizam, instinto de preservação, iniciativa, força, agressividade e atitude. Sonhar que se perde ou arranca um dente pode representar problemas com a autoestima, falta de confiança em si mesmo e interferências negativas influenciando o sonhador.

NUDEZ

As roupas simbolizam a personalidade de uma pessoa e estar nu pode significar exposição, transparência e sinceridade. O significado irá depender da sensação do sonhador com relação ao contexto do sonho. Se ele se sente mal em estar nu em público o sonho pode estar sinalizando situação de constrangimento e humilhação que está se formatando para acontecer de acordo do com o contexto e tendências da vida dele.

MORTE

Na psicologia a morte faz referência à transformação, ao fim de um ciclo, mudanças, renovação e renascimento para uma nova forma de viver e ver a Vida.

ÁRVORE

A árvore pela visão da psicologia está associada à criação, criatividade, fertilidade, expansão, desenvolvimento e transformação. Uma árvore florida e/ou cheia de frutas é um sinal positivo na vida do sonhador. Uma árvore seca ou morta sinaliza dificuldades, limitações e estagnação para o sonhador.

FOGO

O arquétipo do fogo se relaciona com purificação, despertar, consciência, alma e espírito. Em algumas religiões ancestrais e milenares o fogo é símbolo e representação da energia sexual, chamada nas culturas orientais de Kundalini. A interpretação de um sonho com fogo irá depender do contexto e da forma como ele aparece para o sonhador. Se ilumina o sonhador e o ambiente no qual ele está, no sonho, sinaliza clareza de visão e força espiritual. Se o fogo está incendiando e destruindo tudo no sonho é sinal de alerta indicando momento conturbado com problemas e desequilíbrios que podem ser de caráter espiritual, psíquico ou físico.

BICICLETA

A bicicleta, de acordo com a psicologia, significa autonomia, equilíbrio e continuidade de propósito. Sonhar andando de bicicleta simboliza que o sonhador vive sua individualidade e expressa sua identidade, simplicidade de acordo com sua Consciência e recursos. Cair da bicicleta tem um sentido oposto ao que foi descrito anteriormente, refletindo dificuldade de viver a sua maneira e se expressar com naturalidade.

CARRO

O carro é um símbolo que a psicologia vê como o ego do indivíduo e como se projeta e movimenta em sua vida. Se no sonho dirigir o carro é tranquilo e prazeroso, o sonhador está satisfeito com o rumos de sua vida. Caso o contexto do sonho seja o contrário, tais como problemas na direção e acidente pode representar desafios, dificuldades, obstáculos ou necessidade de mudança na direção da vida.

ÁGUA

A água é o arquétipo da vida, um símbolo de nossa Sexualidade, Psique, Alma e Renascimento. Este elemento está relacionado com nossa parte íntima e nossas emoções. Sonhar que está se afogando pode refletir problemas de ordem emocional. Se estamos nos banhando em um lindo lago, rio ou mar, o significado do sonho tem conotação positiva expressando momentos de prazer, satisfação e harmonia interna.

CACHORRO

O cachorro é um símbolo universal de fidelidade, amizade e lealdade e sua fama de melhor amigo do homem não é segredo para ninguém. O significado do sonho com cachorro irá depender de como cachorro se apresenta no sonho. Um cachorro alegre representa boas amizades, felicidade e alegrias. Se o cachorro estiver triste, doente ou bravo pode estar sinalizando problemas com amizades e relacionamento ou o estado interno de insatisfação do sonhador.

7. Como lembrar dos sonhos? 8 Formas para recuperar as lembranças do sonho

TER O OBJETIVO DE LEMBRAR DO SONHO

Colocar na mente a vontade e o propósito de acordar lembrando dos sonhos, ajuda a recordá-los. Para isso é recomendável acordar sem movimentos bruscos e antes de levantar procurar lembrar dos sonhos.

INTENCIONAR E DIRECIONAR OS SONHOS

Durante o dia e antes de dormir se existe algo que precisa acessar no inconsciente para a resolução de alguma questão interna, pode-se mentalizar e visualizar o que se intenciona, é uma forma de direcionar nossos sonhos. Têm pessoas que intencionam sonhar estar indo para um lugar que gostariam de conhecer ou encontrar a solução de um problema que buscam solucionar, por exemplo.

COMPREENSÃO

Tem sonhos que realmente são muito confusos e não fazem sentido, outros causam medo e outros fascínio e bem-estar. Seja como for, os sonhos com sentido ou não, cumprem sua função e refletem nosso estado interno. Por isso refletir sobre eles podem ajudar a nos compreender melhor.

TOMAR CONSCIÊNCIA DOS MEDOS

Os medos e temores que carregamos podem se projetar nos sonhos e encará-los, tanto nos sonhos, como quando estamos acordados. É uma forma de aprender a lidar com este tipo de emoção. Ver nossos medos em sonhos pode refletir algumas questão mal resolvidas e crenças limitantes que enxergando, ao sonhar, podemos analisar e compreender melhor.

REGISTRAR POR ESCRITO OS SONHOS

Alguns psicólogos pedem para que seus pacientes façam um diário dos sonhos. Para isso é recomendável que se tenha um caderno e uma caneta ao lado da cama para quando acordar imediatamente anotar os elementos dos sonhos enquanto estão na memória.

ACORDAR DE FORMA CALMA, ESPONTÂNEA E NATURAL

O despertador provoca um acordar brusco que resulta na perda das lembranças do sonho. O ideal é acordarmos de forma relaxada, natural e espontânea sem movimentos bruscos e barulhos. Para lembrar dos sonhos é fundamental, ao acordar, manter o corpo parado e manter os olhos fechados para relembrar dos sonhos, pois acordar pulando da cama vai desfazer as memórias do que sonhamos.

MEDITAR

A meditação antes de dormir ou ao acordar contribui para dormirmos mais tranquilos e serenos e levantar da cama mais relaxados. Meditar ajuda a lembrar dos sonhos, pode auxiliar a refletir e compreender os sonhos e é benéfica para a saúde, promove boa noite de sono e um desempenho melhor durante o dia. A prática da Meditação nos ajuda a nos conhecermos melhor, aumenta nosso nível de consciência e pode até contribuir para que tenhamos sonhos lúcidos.

setaMEDITAÇÃO – O QUE É, COMO VIVENCIÁ-LA E OS BENEFÍCIOS QUE ELA NOS TRAZ

CRIARMOS O HÁBITO DE PERGUNTAR SE ESTAMOS SONHANDO

Ao fazermos nossas atividade diárias nos perguntarmos com atenção plena se estamos sonhando. Os hábitos e a atenção que colocamos em cada atividade que fazemos, repercutem nos sonhos. Essa prática pode nos ajudar a ter sonhos lúcidos ou seja, a ter consciência no mundo dos sonhos.

seta10 DICAS ÚTEIS PARA SE LEMBRAR DOS SONHOS

8. Explicação em vídeo: Por que sonhamos?

Agora, vejam este vídeo no qual Davi Calazans explica muitos aspectos interessantes relacionados com os sonhos e porque sonhamos.

9. Como interpretar os sonhos?

Pode-se dizer que os sonhos são nossos retratos psicológicos e emocionais e impressões digitais da nossa mente e de nosso aspecto interno.

Para interpretar os sonhos se faz necessário captar as sensações sentidas ao sonhar e decifrar os símbolos visualizados, associando-os aos seus significados adaptados à realidade e ao contexto do sonhador.

Sonhar é uma conversa que nosso inconsciente trava conosco. A maioria dos arquétipos dos sonhos, na psicologia, têm significados universais e refletem o consciente ou inconsciente coletivo, entretanto a interpretação deles deve levar em conta a natureza individual do sonhador, bem como as experiências que esteja vivenciando.

A interpretação dos sonhos é mais uma ferramenta acessível para o nosso autoconhecimento. Afinal os sonhos expressam o que sente o sonhador!

Talvez te interesse ler também:

setaSIGNIFICADO DOS SONHOS: COMO REALMENTE INTERPRETAR SEUS SONHOS

setaFILTRO DOS SONHOS → COMO FUNCIONA E ONDE COLOCAR

setaOS 10 SONHOS MAIS COMUNS E SEUS SIGNIFICADOS

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!