Alegrias e tristezas? Os insetos também sentem!

Alegrias e tristezas? Os insetos também sentem!

Antes acreditava-se que os animais não sentiam pois não tinham alma, assim como negros escravos e índios eram tidos como “bichos” desprovidos de sentimentos. E isso nem faz tanto tempo assim. Hoje não temos mais como esconder que as vacas sofrem, os peixes sofrem, até os polvos sofrem pois têm, não só sentimentos, como inteligência! Mas e os insetos?

Ah os insetos são chatos pra caramba, baratas, pernilongos e formigas, ainda que tenham sentimentos merecem morrer porque transmitem doenças.

Será?

Enquanto alguns falam em parar de comer de carne por dó da vaca ou do porco, outros sugerem que os insetos serão a proteína animal do futuro (além da carne sintética de laboratório, é claro!).

Mas os veganos não querem saber de carne nem de inseto pois não comem mel, não usam seda, não querem explorar nenhum animal por um simples motivo: os animais têm sentimentos!

Uma reportagem da BBC mostra as evidências cada vez mais contundentes de que, assim como o ser humano, os insetos podem experimentar vários tipos de sentimentos (alegrias, tristezas, raivas e dores).

Sentimentos antigos

Acredita-se que os primeiros insetos tenham surgido há pelo menos 400 milhões de anos, bem antes dos dinossauros. Antigos habitantes da Terra, os insetos teriam inclusive sentimentos bastante complexos. Pensa!

  • Por exemplo, a mosca-das-frutas que presta atenção no que os seus parceiros fazem para aprender com eles.
  • Os besouros-de-ouro que são ótimos em expressar seus sentimentos.
  • Pela morfologia dos insetos, acredita-se que aqueles que passaram pelo estágio larval consigam se lembrar dessa fase, antes de experienciarem a metamorfose.

Os insetos têm vários órgãos similares aos seres humanos (coração, cérebro, intestino, ovários ou testículos). Além da morfologia, também possuem uma série de capacidades cognitivas comuns a nós: sabem contar, se agrupar, “festejar”, ter vida social e colaborar uns com os outros.

Ou seja, sob todos os aspectos, os insetos teriam capacidade intelectual para sentir emoções, ao contrário das plantas que não poderiam transformar informação em sentimentos:

É muito provável que tanto nos homens como nos insetos, os sentimentos tenham servido para incentivar comportamentos que aumentem a capacidade da espécie sobreviver e passar seu DNA pra frente: a boa e velha Teoria da Evolução de Darwin.

Como saber se os insetos sentem?

A pergunta parece idiota porque muitos de nós sabemos que eles sentem mas, de fato, provar que os insetos podem experimentar emoções não é uma coisa simples.

No entanto eles podem ser mais expressivos do que imaginamos.

Mudar de cor, mudar a vocalização (sons), encolher o corpo, indicam que o animal está percebendo coisas e mudando o comportamento, mas aí a provar que se trata de sentimento, seriam outros quinhentos.

Seja como for, não precisamos de provas científicas, afinal, NÓS SENTIMOS QUE OS INSETOS SENTEM.

Insetos em extinção

É chato saber que barata sente porque nós queremos matá-las sem dó nem piedade. Da mesma forma os pernilongos e as formigas porque são transmissores de doenças.

Mas esses insetos urbanos são dos males o menor porque vivendo conosco, eles estão de boa sem risco de extinção, pelo contrário, são favorecidos. O problema é bem outro.

Qualquer diminuição ou aumento de população de insetos causa desequilíbrios. Insetos, como todo e qualquer ser vivo, tem seu papel na grande biodiversidade da Terra.

Pragas de lavoura são exterminadas sem dó. O extermínio causado pelos agrotóxicos deixa rastros de veneno no ar, no solo, na água  (e consequentemente no nosso alimento).

Insetos são decompositores e fazem parte da cadeia alimentar. Se a vida parece chata com eles, sem eles seria um inferno. Acredite que nenhum ser vivo está aqui à toa: somos todos um.

Talvez te interesse ler também:

Não mate as típulas: elas são inofensivas e combatem a dengue

As abelhas são os seres mais importantes da Terra

Se continuar como está, a humanidade caminha para autoextinção

Bichos aparecendo, invadindo casa: o que isto pode significar?

Por que você deve AGORA parar de comer carne de vitela

Gostou? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on tumblr
Share on reddit
Share on pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *