Povos da Floresta

Os indígenas e as florestas de Bornéu venceram: não vai ter barragem Baram

  • por Daia Florios

foto

Finalmente uma história com um final feliz: o plano para construir uma represa no estado malaio de Sarawak, em uma área dentro da grande ilha de Bornéu, lugar quase intocado e habitado por várias comunidades indígenas, foi completamente abandonado pelas autoridades que reconheceram, pelo menos formalmente, as razões indígenas.

Direitos indígenas ameaçados com a aprovação da PEC 215

  • por Gisella Meneguelli

foto

Segundo relata o jornal El Pais, a índia Guarani Kerexu vem sendo ameaçada de morte após a aprovação da PEC 215 em comissão especial do Congresso. A aldeia Itaty, localizada no Morro dos Cavalos, em Santa Catarina, foi atacada por 30 homens que a invadiram em um caminhão, duas motos e 10 carros ameaçando de morte a cacica Kerexu. As 39 famílias que vivem na aldeia testemunharam os disparos de revólver e as ameaças de que seriam expulsas do território. Os invasores se autodeclararam donos da aldeia, onde fizeram churrasco ao som de música alta.

Uatu, o Rio Doce do Povo Krenak, um rio de vida que morre

foto

Ailton Krenak explica a relação dos Krenak, cujos ancestrais foram os Botocudos dos tempos da colonização, com o Rio Doce. Para os Krenak o rio que sempre banhou suas terras ancestrais é chamado de Uatu, ou Watú, e é uma entidade viva. Como é o rio maior, é avô, respeitado e querido.

Que país você quer? Diga NÃO à PEC 215

foto

O Ministério Público Federal - MPF realizou, ontem (26) Audiência Pública sobre os impactos que resultarão, para os direitos indígenas, e não só, da aplicação da PEC 215 aprovada recentemente na Câmara dos Deputados.

OEA discutiu a violação dos direitos dos nossos índios

foto

A Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH), da Organização dos Estados Americanos (OEA) sediada em Washington, EUA, ouviu ontem (20), em audiência, a denúncia sobre a violação aos direitos dos povos indígenas brasileiros, apresentada pelo Conselho Indigenista Missionário (Cimi) e outras entidades da sociedade civil atuantes na questão indígena..

Povo Munduruku luta contra as barragens que matarão o Rio Tapajós

Povo Mundukuru

O povo Munduruku se reuniu durante a XI Assembleia da Etnia na aldeia Dace Watpu, em Itaituba, no passado dia 24 de setembro. Lá estiveram presentes 400 lideranças das aldeias do alto e médio curso do Rio Tapajós para reafirmarem sua luta contra os projetos de hidrelétricas que o Governo Federal pretende implantar na calha do Tapajós e em alguns de seus afluentes num total de 48 barragens.

Um filme sobre autodemarcação de terras, feito por guerreiras indígenas

foto

Um filme produzido pelas mulheres da aldeia Sawré Muybu que participaram da oficina de audiovisual durante o processo de autodemarcação. A decisão de fazerem a autodemarcação resultou da impossibilidade de continuarem esperando que o poder público demarque suas terras tradicionais já homologadas.