Sementes de Linhaça: Benefícios, Contraindicações e Como consumir corretamente

  • atualizado: 
sementes de linhaça

Embora já seja conhecida há milênios segundo alguns registros históricos, somente de alguns anos para cá a linhaça começou a se popularizar graças aos seus nutrientes que vão desde as fibras aos ácidos graxos, tais como o óleo omega-3 e omega-6. E embora possa ser aproveitada de várias formas, a linhaça é comumente consumida através de sua semente, farinha ou mesmo óleo.

Hoje entenderemos um pouco a respeito dos benefícios das sementes de linhaça, assim como suas contraindicações.

Por possuir uma alta concentração de fibras e também dos ácidos linolênico e linoleico, respectivamente omega-3 e omega-6, a linhaça não é indicada para todos, em especial não é indicada em alguns casos específicos de sensibilidade aos ácidos insaturados.

Benefícios das sementes de linhaça

Comprovadamente, o consumo da linhaça é capaz de trazer diversos benefícios ao organismo se consumida regularmente e de forma equilibrada.

Faz bem ao intestino 

Por ser fonte de fibras, inicialmente a linhaça é muito benéfica no controle da regularização do intestino.

Previne câncer de cólon

Ainda no sistema digestivo, a linhaça se mostrou capaz de prevenir o câncer de cólon, funcionando também como um laxante natural.

Contra as doenças cardiovasculares

Além disso, estudos mostram que por auxiliar na prevenção de hipertensão, a linhaça também é capaz de prevenir doenças cardiovasculares devido ao ômega-3 em sua composição.

Melhora a circulação sanguínea

Por reduzir níveis de colesterol e ser naturalmente anti-inflamatória, a linhaça combate e previne os mais diversos problemas de circulação sanguínea.

Boa para a pele

Ainda para quem busca resultados de renovação estética, a linhaça é uma semente muito eficaz deixando a pele com aspectos saudáveis.

Coadjuvante em vários tratamentos de saúde

E muito além dos benefícios supracitados, a linhaça trará diversos outros resultados significativos no tratamento de asma, osteoporose, artrite, sintomas de menopausa e até mesmo depressão.

setaLeia mais: O QUE ACONTECE AO CORPO SE CONSUMIRMOS UM PUNHADO DE LINHAÇA AO DIA?

Contraindicações das sementes de linhaça

Assim como quase todo tipo de complemento natural, a linhaça possui algumas contraindicações às quais devemos ficar muito alertas.

Podemos citar o caso de pessoas com esclerose sistêmica que por vias gerais não devem ingerir sementes de linhaça, pois seu consumo pode causar obstrução intestinal, ou também a conhecida prisão de ventre.

É também contraindicado o grande consumo (ou consumo excessivo) de linhaça de forma repentina, pois pode causar reações alérgicas diversas. Por isso, caso opte pelo consumo de linhaça, o mesmo deve ser feito aos poucos, de forma gradual, até alcançar o montante ideal recomendado pelo médico ou nutricionista.

sementes de linhaça 2

Embora não existam dados concretos que comprovem a informação a seguir, grande parte dos conselhos médicos orientam as gestantes a não consumirem a linhaça durante a gestação, pois já são muitos os casos registrados de possível deformidade do sistema reprodutivo do feto graças ao consumo de linhaça pela mãe.

É importante também frisar que a linhaça não deve ser consumida se outros medicamentos estiverem sido ingeridos no mesmo período, tal como em um tratamento médico. Esta contraindicação se refere ao fato de que a linhaça pode vir a bloquear ou dificultar a absorção de medicamentos pelo organismo.

Resumidamente, podemos dizer que as sementes de linhaça são contraindicadas ou devem ser consumidas com moderação em casos de:

●  pessoas com esclerose sistêmica

●  pessoas sensíveis ou propensas à alergias alimentares

●  gestantes

●  pessoas que estejam fazendo uso de outros medicamentos

Como consumir corretamente as sementes de linhaça

A linhaça pode ser consumida de diversas formas. Além das cápsulas comumente comercializadas, podemos triturar suas sementes em um liquidificador e consumi-las com frutas, vitaminas e até mesmo sobremesas.

É possível também utilizar a semente triturada (que será uma espécie de farinha) para complementar massas de pães, bolos, biscoitos, tapiocas, crepes, etc.

O conselho de não comer as sementes de linhaça sem antes triturá-las se dá, porque nosso corpo não consegue assimilá-las e pode expulsá-las do organismo sem tê-las absorvido.

Para tritulá-las use um pilão ou triture-as usando processador de alimentos.

Uma outra recomendação importante para o consumo correto das semente de linhaça é comê-las sempre cruas, porque o calor e cozimento podem alterar os seus ácidos graxos essenciais.

Use-as para enriquecer iogurtes, mueslis, batidas, sucos, sopas, saladas, feijões, farofas, na banana amassada ou com outras frutas, garantindo assim uma alimentação saudável.

Quanto consumir?

De 3 a 6 colheres de chá de sementes de linhaça moída por dia para seguir a recomendação de consumir diariamente 1 ou 2 porções de alimentos que contenham ômega-3. 

Consulte um médico ou nutricionista

Vimos então que a linhaça pode trazer muitos benefícios para o organismo, mas também possui diversas contraindicações. Por tal motivo, é fortemente recomendado que um médico ou nutricionista seja consultado antes que você adote a linhaça em sua dieta.

Leia também:

seta

AS 6 SEMENTES DA SAÚDE

setaSEMENTES DE ABÓBORA: PROPRIEDADES E USOS

setaSEMENTE DE CHIA: PROPRIEDADES, BENEFÍCIOS E USOS

setaSEMENTES DE GIRASSOL: PROPRIEDADES E COMO USAR

seta15 ÓLEOS VEGETAIS PRECIOSOS PARA SAÚDE E BELEZA