©Boudewijn Huysmans/Unplash

Significado espiritual de acender incenso: cada objetivo, um aroma

Quem acendeu um incenso em sua casa ou ambiente de trabalho, experimentou o agradável aroma de sua fumaça, mas talvez não tenha pensado sobre o significado profundo de sua utilização, ou sobre a origem dessa prática.

Por isso, este conteúdo traz informações relacionadas a esses aspectos, além de outros mais, a fim de você fazer bom uso desse aparato terapêutico e espiritual.

Significado espiritual do incenso: onde há fumaça há fé

Há milhares de anos, o incenso vem sendo utilizado em rituais religiosos e espiritualistas, em templos, mosteiros, santuários, sinagogas, igrejas, mesquitas, centros de umbanda ou retiros.

Esse aparato está atrelado ao simbolismo de fé, religiosidade e devoção.

A presença do incenso em rituais religiosos é marcada no Antigo Testamento da Bíblia no Salmo 141:2->

“Que minha oração suba até Vós como a fumaça do incenso.”

A palavra incenso vem do latim incendere que significa acender.

Mas o incenso também vem sendo utilizado em terapias curativas, como na aromaterapia, geralmente com a queima de óleos essenciais. Isso porque o incenso contém substâncias que beneficiam e equilibram corpo e mente.

Além disso, o incenso pode promover um estado propício para o relaxamento, a concentração e a meditação.

A fumaça do incenso como oráculo

O uso do incenso faz parte da história humana, pois era usado em rituais para os deuses no Antigo Egito,  Babilônia, Pérsia, Turquia, Síria, Arábia, Índia, China, Grécia e Roma Antigas e pelos povos Incas, Astecas e Maias, entre outros.

O uso do incenso, por tantas culturas, fez-se tão presente devido ao seu profundo significado e simbolismo, já que a sua fumaça representa a ligação entre o mundo físico e espiritual e leva as mensagens terrenas ao Divino. Enfim, é uma forma de comunicação com os Mundos Superiores.

Além de ser utilizado em rituais, o incenso era muito empregado por xamãs, sacerdotes e gurus, como oráculo, chamado libanomancia, também conhecida como capnomania ou turifumia

Essa prática consiste em decifrar as mensagens do mundo espiritual através do movimento e direção da fumaça do incenso.

Na atualidade, o incenso é muito usado para limpeza, equilíbrio espiritual e energético e para a harmonização de ambientes.

Cada objetivo, um aroma

Cada aroma do incenso traz determinados benefícios, de acordo com a resina vegetal ou mineral empregada na composição dele.

Cada aroma tem uma finalidade diferente. Por exemplo:

  • Rosas – elimina sensações de medo, ansiedade, insegurança e ativa o amor
  • Jasmim – harmoniza e acalma, dando paz e serenidade, além de estimular a amorosidade e a sensibilidade
  • Breu-branco – promove purificação energética
  • Patchuli – estimula e melhora o astral, traz mais impulso para realizações e ajuda a ampliar o discernimento
  • Mirra – serve para a preparação do ambiente para meditação, pois facilita a concentração e confere força interior
  • Canela – ativa o ânimo e melhora a vitalidade, com isso traz mais prosperidade e abundância
  • Camomila – confere tranquilidade e alivia o estresse
  • Erva cidreira – desperta o estado de alegria
  • Âmbar– este incenso é feito com uma gema (pedra preciosa). Este incenso fortalece a vontade e tonifica a energia física e sexual
  • Alfazema – acalma, equilibra e favorece a meditação
  • Alecrim – limpa o ambiente das energias negativas e melhora a disposição física e mental
  • Acácia – ideal para locais de trabalho e negócios, pois ajuda a organizar a mente
  • Ópio – energiza o corpo e o ambiente
  • Benjoim – protege o ambiente e atrai sucesso
  • Lotus – promove a sensação de paz
  • Sândalo – favorece a concentração, propulsiona e eleva a espiritualidade e neutraliza sentimentos negativos
  • Flor de laranjeira – serve para tranquilizar e fazer cessar a agitação emocional e mental
  • Mil-flores – afasta negatividade
  • Dama da noite – estimula a sensibilidade, aumenta o bem-estar e dá sensação de prazer e satisfação
  • Maçã – aumenta a vitalidade e o ânimo 
  • Campestre – ativa a intuição e acalma a mente
  • Gerânio – promove coragem e decisão
  • Ylang-Ylang – intensifica a confiança e o amor-próprio
  • Olíbano– dá a sensação de segurança e ajuda a respirar melhor
  • Manjerona – proporciona estado de tranquilidade e acalma a ansiedade
  • Bergamota – combate a depressão e o desequilíbrio emocional
  • Lavanda – tem o poder de harmonizar o ambiente e estado interno da pessoa
  • Eucalipto – mantém o ambiente purificado e facilita a respiração
  • Menta – afasta negatividade e toxicidades, melhorando a atmosfera
  • Citronela – purifica e limpa o ambiente, tanto a nível energético, como físico
  • Camélia – fortalece a capacidade de amar
  • Baunilha – traz mais sensualidade e fortalece o bem-estar
  • Verbena – pacifica a mente e as emoções
  • Cravo – renova as energias e revitaliza o corpo
  • Limão – age como tonificante do corpo e revigorante da energia vital
  • Pinho – energiza e intensifica o magnetismo da pessoa
  • Jacinto – fortalece e ativa a intuição
  • Arruda – corta a ação de energias e vibrações maléficas
  • Cânfora – Acalma, tem efeito analgésico, neutraliza e suaviza a atmosfera do ambiente
  • Palo Santo – equilibra, limpa e harmoniza a energia e o ambiente

Agora, sabendo do benefício de cada incenso, você pode escolher qual utilizar de acordo com sua necessidade e intenção. O que pode abranger várias melhorias para seu diário viver.

Atenção aos malefícios, onde tem fumaça tem poluição

Como tudo na vida, o incenso tem que ser usado com moderação ou até evitado, caso a pessoa tenha algum tipo de alergia ou sensibilidade respiratória, como asma ou rinite, por exemplo.

E mesmo pessoas saudáveis devem usá-lo com moderação, pois em excesso, o incenso pode prejudicar a saúde.

Outro cuidado que se deve ter ao fazer uso do incenso tem relação com sua proveniência e qualidade, pois existem incensos que são adulterados e fabricados com produtos fakes e de péssima qualidade, até contendo substâncias tóxicas. Tenha o cuidado de adquirir um produto regulamentado e certificado.

Prefira os incensos feitos de forma artesanal, com substâncias orgânicas e fórmula original dos antigos incensos, principalmente orientais.

Opte por produtos que tenham formulação natural constituída por essências puras e naturais (sem derivados de petróleo ou aditivos químicos), e que sejam compostos por carvão vegetal e resinas vegetais ou minerais.

Além disso, quando for acender incenso não o faça em locais muito fechados, abafados e sem ventilação, pois isso impede a circulação da fumaça o que fará com que não surta o resultado desejado e ainda provoque reações adversas.

Pessoas que fazem tratamentos homeopáticos devem colocar atenção ao uso de incensos, porque os que contêm aroma de cânfora ou menta, interferem no processo de cura. Isso ocorre porque esses aromas inibem a atividade dos remédios homeopáticos. Inclusive, quando se deseja interromper a ação de algum medicamento homeopático, recomenda-se a inalação de cânfora, por exemplo.

Em suma, para usar o incenso de forma segura e evitar os seus malefícios, é preciso:

  • acender o incenso em ambiente e temperatura adequados. Locais muito quentes dificultam a propagação da fumaça do incenso
  • fazer isso em local arejado e ventilado para que a fumaça não se acumule no ambiente, poluindo o ar
  • e utilizá-lo com moderação, de forma eventual, quando seu uso for necessário

Agora que você conheceu o significado espiritual do incenso, vai usá-lo de forma conscienciosa e fazer melhor proveito dele.

Gostou? Compartilhe!

Talvez te interesse ler também: 

Como a Lei do Eterno Retorno atua no cotidiano de nossas vidas

Abelha: símbolo de fertilidade, riqueza e muito mais. Todos os significados

Significado das horas iguais: o fenômeno dos números repetidos e recorrentes

Sobre Deise Aur

Avatar
Professora, alfabetizadora, formada em História pela Universidade Santa Cecília, tem o blog A Vida nos fala e escreve para GreenMe desde 2017.

Veja Também

romã

Romã: uma fruta cheia de símbolos, significados e mistérios

A romã além de ser um fruto com várias propriedades, benefícios e utilizações na alimentação, …

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *