Semana do Meio Ambiente 2020 começa hoje: refletir e resistir

Hoje começam as comemorações da Semana do Meio Ambiente, que termina com o Dia do Meio Ambiente, em 5 de junho.

É verdade que não temos muito a comemorar porque, a depender do atual governo federal, nem meio ambiente teremos em breve. Desde que a pandemia da Covid-19 chegou ao Brasil, além do descaso com a doença, o Ministério do Meio Ambiente pôs em marcha acelerada o seu projeto para destruir a biodiversidade brasileira.

Territórios indígenas e quilombolas perseguidos, desmatamento, ataques ao projeto Tamar e à Mata Atlântica com a anulação de unidades de conservação são algumas ações que o ministro Ricardo Salles acelerou em seu ministério para fazer passar a boiada“.

Sobre a Semana do Meio Ambiente

Todavia, todos esses fatos não devem servir para nos desanimar, e sim para que resistamos, pois defender o meio ambiente é defender a vida, em qualquer de suas formas.

A semana foi criada pelo Decreto nº 86.028, de 27 de maio de 1981 (ainda em plena ditadura militar!), como complementação à celebração do Dia do Meio Ambiente instituído pela ONU em 1972, a fim de ampliar a discussão sobre as pautas ambientais entre a sociedade brasileira.

O World Environment Day fez uma campanha alertando que o meio ambiente nos dá alimentos, ar, água e um clima habitável, ou seja, somos totalmente dependentes da natureza e não seres apartados dela. A pandemia da Covid-19 nos envia uma mensagem: Despertem! É hora de acordar e preservar a natureza antes que, efetivamente, ela entre em colapso.

Faça a sua parte

Existem várias formas de participar da Semana do Meio Ambiente. A primeira delas é tomar consciência sobre a necessária importância de começar a fazer a sua parte com ações que podem parecer pequenas, mas que, quando somadas entre todos nós, tornam-se relevantes:

  • compre alimentos de pequenos produtores, de preferência orgânicos;
  • reveja a sua forma de consumo e evite comprar coisas desnecessárias;
  • recicle, reuse, reforme;
  • use máscaras reutilizáveis e evite as descartáveis;
  • reaproveite a água da chuva para a limpeza e rega de plantas, se for possível;
  • separe o seu lixo.

Enfim, a lista é enorme e existem várias formas práticas de contribuir para a vida do planeta.

Programação online

Para se informar mais sobre o tema, haverá diversas lives acontecendo durante toda esta semana. O Grupo Cataratas, um parceiro oficial da ONU na Semana do Meio Ambiente, elaborou uma programação digital imperdível com várias temas, como: biodiversidade, conservação ambiental, retomada do turismo, relação saúde e natureza e, ainda, uma programação especial para as crianças.

Confira AQUI a programação completa.

A Semana do Meio Ambiente é um momento para refletir e resistir.

Talvez te interesse ler também:

Emissões de Carbono: como reduzir o impacto no dia a dia, segundo cientistas

Pesquisa revela que uma enorme quantidade de partículas de pneus estão contaminando rios e oceanos

Ricardo Salles vira notícia no mundo e já tem petição online contra o “sinistro” do Meio Ambiente

Sobre Gisella Meneguelli

Gisella Meneguelli
É doutora em Estudos de Linguagem, já foi professora de português e espanhol, adora ler e escrever, interessa-se pela temática ambiental e, por isso, escreve para o GreenMe desde 2015.

Veja Também

gelo

Gelo do Ártico derrete em ritmo alarmante e pode libertar vírus e bactérias mortais

Vírus e bactérias que estão “hibernando” no frio polar Ártico podem acordar de um sono …