©Tara Winstead/Pexels

Patchouli: para que serve, benefícios, usos e curiosidades

Patchouli: para que serve, benefícios, usos e curiosidades

Pense em um aroma que te traz a sensação de estar em uma mata fechada, com muito verde da vegetação e marrom do tronco das árvores e do solo. Esse aroma vem do patchouli.

Além de ter um perfume super marcante, o patchouli possui propriedades terapêuticas e curativas. Por isso, na Índia, há milhares de anos, o patchouli é intensamente utilizado para diversos fins.

Na China e na Mongólia o patchouli é muito usado na composição de incensos.

No Ocidente, o uso deste óleo ganhou força nas décadas de 1960 e 1970, principalmente entre os Hare-Krishnas e Hippies.

O perfume de patchouli conquistou tantos apreciadores que passou a compor diversos perfumes famosos produzidos no mundo.

Além de ter um aroma diferenciado, que não passa despercebido, este perfume dá a sensação de vigor e energia.

Conheça mais sobre o patchouli: suas características,  origem, propriedades, seus muitos benefícios, além de várias curiosidades sobre esse aroma especial.

Você irá se encantar!

Classificação, Origem, Etimologia

Patchouli é uma planta nativa asiática pertencente à família das Lamiaceae, geralmente se trata das espécies Pogostemon cablin, muito cultivada na Indonésia, Pogostemon heyneanus ou Pogostemon patchouly, esta última conhecida como Patchouli de Java.

Existem outras plantas do género botânico Pogostemon, mas não adequadas à produção do óleo.

A palavra patchouli provém da língua tamil patchai, que significa verde, e ellai, que quer dizer folha.

Pogostemon cablin: Fonte foto

A Planta do Patchouli: Características e Aparência

A planta do patchouli alcança de 60cm a 90 cm de altura, possui haste robusta e folhas macias.

Esta planta se adapta melhor em áreas situadas entre 900 e 1 800 m de altitude, embora possa ser cultivada em relevo baixo, composto por matas tropicais baixas.

Ela tem a aparência um tanto parecida com a  hortelã.

As folhas do patchouli são bem verdes e serrilhadas e suas flores são brancas.

Esta erva arbustiva se dá bem em locais quentes, porém é vulnerável à exposição muita intensa de luz solar. Além disso, precisa de umidade, senão murcha facilmente.

As sementes desta planta são frágeis, o que pode dificultar sua propagação. Entretanto, pode-se fazer a propagação do patchouli através de estacas (ramos cortados que plantados em solos úmidos ou submersos em água, desenvolvem raiz).

No Brasil, esta planta é conhecida como oriza e é cultivada no norte e nordeste do país, principalmente no Maranhão e Pará, sendo utilizada em macerações (curtida em algum solvente líquido, como água ou álcool de cereais por exemplo), na lavagem de roupas e ainda em tisanas (infusões de várias ervas).

Processo de Produção do Óleo Essencial de Patchouli

A extração e produção do óleo essencial de patchouli passa por algumas etapas, como:

  1. Quando colhidas, as folhas do patchouli são ligeiramente fermentadas à sombra e depois secas.
  2. O processo de fermentação é feito com a intenção de melhorar a qualidade do óleo.
  3. A extração do óleo é feita por destilação a vapor.

História

O uso patchouli é algo milenar, já que era utilizado em templos, rituais e cerimônias para incensar o ambiente, com o objetivo de ajudar a mente a ficar mais centrada e preparada para a prática da meditação, além de fortalecer a conexão dos místicos com a energia da Mãe Terra.

Propriedades e Benefícios do Patchouli

O patchouli pode ser usado como erva medicinal, em tratamentos fitoterápicos ou na aromaterapia, através do seu óleo essencial.

Para se ter uma ideia de suas propriedades terapêuticas e curativas segue uma lista delas:

  • combate a acne
  • acalma o nervosismo
  • é antidepressivo
  • tem efeito antiespasmódico (alivia a cólica)
  • atua como cicatrizante
  • melhora a concentração
  • reduz coriza
  • tem efeito desodorizante
  • trata diarreia
  • ameniza dor de cabeça
  • melhora a digestão, evitando dispepsia (má-digestão) e eructação (arroto)
  • diminui dor muscular
  • ajuda a baixar a febre
  • melhora o hálito (combatendo a halitose)
  • age como hidratante, sendo útil para pele envelhecida e enrugada
  • relaxa e melhora o humor
  • combate a insônia
  • estimula o apetite
  • tem ação antitussígena (contra tosse)
  • tem efeito antiemético (combate vômitos)
  • tem ação repelentes de insetos
  • reduz rugas, estrias e celulite
  • atua como regulador da produção sebácea.
  • combate a caspa
  • tem ação antifúngica, por isso serve para aliviar infecções e micoses de pele, causadas por fungos

Poderes Energéticos do Patchouli

Além das propriedades terapêuticas e curativas para a saúde do corpo, o patchouli é dotado de poderes energéticos e vibracionais que contribuem para trazer benefícios no campo emocional e espiritual:

  • protege da magia negra
  • afasta energias maléficas e negativas
  • atrai a positividade e o amor
  • eleva a energia sexual
  • alinha o estado interno com a abundância e a prosperidade
  • fortalece o senso de propósito
  • melhora a autoestima
  • promove a concentração, lucidez e clareza de visão
  • fortalece a coragem e a vontade, ajudando na tomada de decisões
  • contribui para enfraquecer os medos e a fragilidade emocional

Significado do Aroma do Patchouli

O cheiro do Patchouli remete ao aroma de terra úmida e fértil, por isso o seu significado é associado à fertilidade e à abundância, já que a terra abriga a semente que gera a vida.

A energia e a vibração do patchouli fortalece a percepção da grandeza que existe no simples e natural, aumentando a reverência ao poder  do agora.

Usos do Patchouli

Devido às suas muitas propriedades e benefícios, o patchouli possui várias utilidades e empregos:

  • O patchouli é muito utilizado na medicina tradicional oriental devido às suas propriedades analgésicas, sendo eficaz para tratar dores, como de cabeça, de estômago, nos ossos e articulações.
  • O óleo essencial de patchouli é comumente utilizado na aromaterapia, em produtos de perfumaria e cosméticos.
  • Na aromaterapia, o patchouli é utilizado como antidepressivo e ansiolítico, pois seu aroma tem o potencial de acalmar estados de melancolia e ansiedade, além de ser energizante.
  • Na perfumaria, o patchouli vem sendo empregado na formulação de perfumes conferindo uma nota amadeirada, ao mesmo tempo de frescor e adocicada.
  • O óleo essencial ou o incenso de patchouli são comumente usados para melhorar a atmosfera do ambiente.
  • No Japão, o patchouli é muito usado como repelente de insetos e como antídoto para o veneno de cobra.
  • Na medicina ayurvédica, o patchouli é indicado por ação revigorante e regeneradora, removendo a fadiga e melhorando a disposição.
  • Na Ásia, a essência de patchouli também é usada pela indústria de alimentos como aromatizante de doces, e na farmacêutica, em produtos para mau-hálito.
  • No Ocidente, o óleo essencial do patchouli faz parte da composição de fórmulas dermocosméticas, devido seus ingredientes ativos e sua tolerabilidade, favorecendo seu uso até mesmo em peles delicadas.

Existe Alguma Contraindicação para Uso de Patchouli?

Não existem indícios sobre contraindicações, reações adversas e interações medicamentosas em relação ao uso do patchouli.

Seja como for, se for fazer uso externo é sempre bom testar passando uma gotinha na parte interna do antebraço, para verificar se não tem alergia aos componentes do patchouli.

Caso for fazer uso interno, através do chá da planta, é bom consultar um especialista, seja um fitoterapeuta ou médico, para avaliar melhor o seu caso antes de fazer uso.

Outro cuidado que é preciso ter, é o de não exagerar no uso do patchouli, pois tudo que é demais tende a fazer mal.

Se for usar o óleo essencial para se perfumar ou aromatizar o ambiente, use apenas poucas gotinhas, pois o aroma é bem concentrado e acentuado, e pode se tornar desconfortável e penetrante. Por isso, pessoas com problemas respiratórios, precisam ter cautela ou evitar seu uso.

Curiosidades sobre o Patchouli

Além das muitas propriedades benéficas e utilidades, existem diversas curiosidades relacionadas ao patchouli;

  • Na Índia, o aroma de patchouli na forma de incenso ou óleo essencial, é muito utilizado para proteger a aura e impedir a influência de vibrações densas.
  • No século XIX, as folhas de patchouli eram utilizadas como protetor de tecidos e vestuários indianos (devido sua propriedade de afastar traças) que eram importados para a Europa, e por isso, seu aroma passou a ser apreciado e difundido no Ocidente se notabilizando como um perfume exótico, nobre e refinado.
  • Na Ásia Oriental, o aroma de patchouli  é usado em vários produtos como: detergentes de lavar roupa, toalhetes de papel e aromatizadores de ambientes.
  • O patchouli ganhou destaque com o movimento hippie, já que seus seguidores usavam muito o seu óleo essencial. Provavelmente devido ao seu cheiro de terra e vegetação, o que refletia os ideias desse movimento de uma vida mais livre e natural.
  • O seguidores do movimento religioso Hare-Krishna reverenciam os poderes do patchouli por considerarem essa planta a morada do Deus Krishna.
  • A cantora Madonna se mostrou uma grande apreciadora do patchouli, tanto que fitas e cds de um de seus álbuns musicais, Like a Prayer, vinham perfumados com essa essência, como forma de evocar a era de Aquário.

Viu como o patchouli é fantástico?

Seu aroma é inconfundível ao trazer o perfume da natureza para dentro de nós!

E você já usou patchouli? O que achou?

Conheça outros aromas e suas propriedades em:

Gostou? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on tumblr
Share on reddit
Share on pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *