Estudos mostram que fazer faxina faz bem à saúde

Estudos mostram que fazer faxina faz bem à saúde

Não dá pra aguentar um lugar todo sujo e bagunçado. Aquela ‘faxina’ sempre dá outra cara para o ambiente.

Uma casa organizada facilita a vida e mais ainda: ajuda na saúde mental diminuindo o estresse e a ansiedade. É o que dizem alguns estudos.

Este estudo da Universidade da Califórnia, por exemplo, revelou que mulheres que vivem em uma casa suja e bagunçada, têm elevados níveis de cortisol, o hormônio do estresse.

Pesquisadores da Universidade de New South, Austrália, descobriram neste estudo que cozinhas sujas, cheias de louça para lavar fazem com que as pessoas percam o controle e descontem na comida. Isso porque a desordem pode aumentar o estresse que frequentemente resulta em comer por estresse. Ao contrário, uma cozinha limpa diminui a vontade de ficar “beliscando”, revela o estudo.

Para a psicóloga Marilene Kehdi, estar no meio do caos faz com que a pessoa seja mais ansiosa.

“Uma casa desorganizada desencadeia estresse porque há uma grande quantidade de informações e coisas a fazer. E mesmo que esse estresse seja sutil, com o tempo ele desencadeia alguns sintomas físicos e emocionais.”

Ambiente são, mente sã!

Lugares bagunçados causam estresse e engordam. Aliás as duas coisas andam juntas se pensarmos que o estresse nos leva a comer por compulsão.

A bagunça é também o excesso de coisas acumuladas (disposofobia), então, quanto menos coisas guardadas, melhor!

Desapegue daquela roupa que você tem há muitos anos e não vai usar mais. Sempre tem alguma coisa pra arrumar ou limpar!

Você já ouviu falar do estudo milenar oriental, Feng Shui? É uma ciência que estuda os efeitos da energia do ambiente na vida das pessoas. Traz muitos benefícios, tendo como objetivo equilibrar todas as áreas da vida.

Conheça mais sobre o FENG SHUI:

Segundo a especialista em organização, Marie Kondo (da série Netflix ‘Ordem na Casa com Marie Kondo’), as pessoas devem se livrar do excessos.

Carol Ferraz, professora do método da Marie Kondo e fundadora da consultoria Onde Eu Deixei, afirma:

“Tudo que a gente tem, a gente precisa administrar, sejam as coisas, as atividades ou os relacionamentos. Com a sobrecarga, somos obrigados a escolher o que administrar. A pessoa cuida, por exemplo, da carreira e da família, mas não dá conta da casa.”

Equilíbrio

Tanto a bagunça quanto a coleção de coisas podem ser alertas para o Transtorno Acumulativo, quanto a limpeza exagerada pode ser um sintoma do Transtorno Compulsivo Obsessivo, o famoso TOC. Uma pessoa perfeccionista e com mania de limpeza se cobra muito, criando hábitos que não são saudáveis.

O equilíbrio é tudo! Estar em um ambiente calmo e saudável melhora nosso humor e ajuda a ter uma vida mais tranquila.

Faxinar faz bem para a mente e também para o corpo. Isso é ciência!

Talvez te interesse ler também:

Em forma: as 11 tarefas domésticas que mais queimam calorias

Purificar o ambiente: que plantas usar para fazer limpeza energética

No Japão, limpeza é coisa séria e se aprende na escola

Homens que fazem limpeza doméstica são mais felizes e relaxados

Gostou? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on tumblr
Share on reddit
Share on pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *