Estudo confirma: atividade física faz bem ao cérebro e reduz a depressão

Estudo confirma: atividade física faz bem ao cérebro e reduz a depressão

Um estudo recente afirma que atividades físicas ativam funções cerebrais e agem contra a depressão, porque estimulam a capacidade do cérebro para a mudança, adaptação e aprendizagem.

O estudo, em questão, foi realizado na Clínica Universitária de Psiquiatria e Psicoterapia da Ruhr-Universität Bochum (RUB), no campus Ostwestfalen-Lippe, Alemanha.

O relatório desse estudo foi publicado em 9 de junho de 2021, na plataforma científica Frontiers in Psychiatry.

Em que consistiu esse estudo?

Para poder investigar o efeito da atividade física em pessoas com depressão, a Dra. Karin Rosenkranz e sua equipe fizeram a avaliação em pacientes com depressão que estavam em tratamento na clínica psiquiátrica.

Para poder fazer essa avaliação foram criados dois grupos:

  1. Um, com os pacientes portadores de depressão, que foram submetidos a um programa de atividades físicas variadas, divertidas e de cooperação em equipe, ou seja, sem cunho competitivo, e que foi desenvolvido pela equipe de ciência do esporte da Universidade de Bielefeld
  2. E outro grupo, de controle, para efeito de comparação, que não teve programa de atividade física.

Antes de entrar e depois desse experimento, a Dra. Karin Rosenkranz e sua equipe verificaram o quadro depressivo e o nível de neuroplasticidade de cada envolvido, com o objetivo de comparar os resultados desse estudo e tirar uma conclusão.

Resultados do estudo

Os resultados desse estudo mostram que a atividade física reduz os sintomas clínicos e restaura a neuroplasticidade na depressão grave.

A Dra. Karin Rosenkranz reforçou essa confirmação declarando:

“Os resultados mostram como coisas aparentemente simples, como a atividade física, são importantes no tratamento e prevenção de doenças como a depressão.”

Essa especialista associou esse resultado ao fato da atividade física aumentar a capacidade do cérebro para a mudança, promovendo o alívio da depressão.

“Quanto mais aumenta a capacidade de mudança, mais claramente os sintomas clínicos diminuem, explica.”

De fato, este estudo reforça o que já se sabia: que atividade física faz bem ao cérebro, porque promove a formação de novas conexões neuronais, o que contribui para sair do quadro de depressão.

É oportuno acrescentar que as atividades físicas também promovem outros benefícios para a saúde:  

Depressão x Atividade Física

A depressão é capaz de paralisar e travar uma pessoa e limitar sua capacidade cerebral, por isso aqueles que são depressivos perdem o interesse, a motivação e o prazer pela vida e se tornam apáticos.

A atividade física pode ser o antídoto para o veneno da depressão, uma doença que vem aumentando na sociedade contemporânea.

Seja como for, quando a depressão se torna uma patologia, é necessário passar por uma avaliação médica para descobrir a causa desse problema.

A depressão pode ter várias origens como:

  • nutricional
  • emocional
  • genética
  • fisiológica
  • bioquímica

Mesmo assim, a atividade física pode auxiliar no tratamento da depressão porque:

  •  estimula o cérebro a criar novas sinapses
  •  ativa a produção dos hormônios da felicidade, alegria, bem-estar e prazer
  • contribui para o desenvolvimento da capacidade de adaptação e mudança

Todas essas funções são fundamentais para se ter saúde física, mental e emocional.

Por tudo isso, fica a dica! Quando estiver triste ou deprimido, movimente-se e faça alguma atividade física.

Seguem algumas sugestões de atividades físicas para espantar a depressão e a tristeza!

Talvez te interesse ler também:

Método Self-Healing: a cura que vem do movimento e consciência corporal

10 atividades físicas boas para desestressar

Yoga para iniciantes: tudo o que você quer saber para começar

Ballet Fitness: corpo de bailarina sem fazer ballet e outros benefícios

FitDance: a ginástica que você faz dançando e nem sente

Os incríveis benefícios da dança para corpo e alma

Gostou? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on tumblr
Share on reddit
Share on pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *