©William Farlow/Unplash

Método Self-Healing: a cura que vem do movimento e consciência corporal

Método Self-Healing: a cura que vem do movimento e consciência corporal

Existem vários recursos para promoção da saúde e equilíbrio corporal: um destes é o método Self-Healing (auto-cura). Essa terapia tem como base princípios integrativos e corporais, desenvolvidos pelo ucraniano Meir Schneider a partir de 1970.

Meir Schneider nasceu com catarata congênita e vários outros problemas de saúde. Aos 17 anos de idade, ele conheceu uma metodologia terapêutica criada pelo oftalmologista William Horatio Bates, cuja finalidade era estimular a visão através de exercícios específicos.

Mesmo após várias cirurgias, a visão de Meir Schneider ficou bem limitada, então ele passou a realizar os exercícios oculares propostos pelo método de William Bates, conseguindo aumentar sua capacidade visual e enxergar melhor.

Daí em diante, Meir Schnneider, com base em sua própria vivência, desenvolveu o método Self-Healing, aliando o sistema Bates de reeducação da visão com outras técnicas como Yoga e Tai Chi Chuan, com o objetivo de promover a cura através de exercícios com base no desenvolvimento da consciência corporal, atenção e percepção visual.

Em 1977, Meir Schnneider fundou na Califórnia o Institute of Self-Healing, onde atendia pacientes com diversos problemas de saúde, como distúrbios visuais, disfunções na coluna vertebral ou articulares.

Através de sua experiência, passou a ensinar as pessoas a utilizarem o método Self-Healing, desenvolvido ao longo de seus estudos e vivências.

Além desse trabalho, Meir Schnneider escreveu obras como “Uma lição de vida” e o “Movimento para autocura”, através das quais conta como foi sua jornada pessoal, o desenvolvimento do seu método e suas principais influências nesse conhecimento.

Esse método foi ficando conhecido no mundo inteiro, trazendo bons resultados para quem tem feito uso de suas técnicas e exercícios.

Conheça melhor os fundamentos e as aplicações do Self-Healing, com as informações que vêm a seguir.

Base do Método Self-Healing

O método Self-Healing trata problemas de saúde levando em consideração aspectos como:

  • físico
  • sensorial
  • motor
  • cognitivo
  • espiritual
  • emocional

Aplicações utilizadas neste método

As aplicações desse método envolvem:

  • técnicas regenerativas e restaurativas de massagem
  • automassagem em partes específicas do corpo
  • exercícios musculares ativos e passivos
  • quebra de padrão do movimento repetitivos e limitantes
  • exercícios respiratórios, oculares e de visualização mental
  • estimulação das ligações neurais entre o cérebro e o corpo

Doenças que podem ser tratadas por Self-Healing

O método Self-Healing tem apresentado bons resultados em problemas de saúde como:

  • estresse
  • ansiedade
  • problemas posturais e de coluna
  • osteoporose
  • artrite
  • artrose
  • distúrbios osteomusculares causados por esforço repetitivo
  • má-digestão
  • diabetes
  • problemas de visão
  • esclerose múltipla
  • doenças neurológicas
  • distrofias musculares
  • problemas nas articulações
  • dores de cabeça

O que é o método Self-Healing?

O método Self-Healing é um sistema de reabilitação que se vale de trabalhos corporais e movimentos físicos, além do uso da visulização.

O Self-Healing visa quebrar padrões físicos limitantes que prejudicam o bom funcionamento do corpo e, ao mesmo tempo, busca ativar partes corporais que estão pouco ativas.

Para o Self-Healing, a inatividade dos músculos provoca a rigidez muscular e articular e isso pode se tornar a causa de várias patologias e distúrbios.

Self-healing possibilita que o indivíduo seja agente de sua recuperação.

Esse método também impulsiona reeducação do processo visual, levando em conta que a saúde ocular está ligada à postura corporal e atividade cerebral.  Sendo assim, problemas na visão podem interferir no corpo como um todo.

Nesse contexto, o método Self-Healing estimula a neuroplasticidade, que é a capacidade cerebral de se adaptar a novos estímulos.

Benefícios do Self-Healing

Com a prática dos exercícios terapêuticos do Self-Healing, as pessoas podem obter os seguintes benefícios:

  • desenvolvimento da consciência corporal
  • melhora da circulação sanguínea
  • obtenção de um bom fluxo nervoso 
  • equilíbrio do sistema visual
  • prevenção de distúrbios osteomusculares
  • mais vitalidade e agilidade
  • retardo do envelhecimento
  • um estilo de vida mais equilibrado e saudável
  • prevenção de lesões por esforços repetitivos
  • impedir o desenvolvimento de doenças como artrites, artroses e fibromialgia
  • redução do estresse e ansiedade

Como fazer os exercícios do Método Self-Healing

Seguem alguns princípios e exercícios que fazem parte da aplicação do Método Self-Healing:

Respiração

Os pulmões podem armazenar cerca de 4 litros de ar. Entretanto, devido ao corre-corre e tensão do dia a dia, o ser humano restringe essa capacidade absorvendo apenas cerca de meio litro.

Esse fato, por si só, compromete a qualidade da saúde e contribui para a degeneração do organismo.

Para reverter essa situação, é necessário ter uma respiração mais lenta, profunda e consciente.

A insuficiência de oxigênio enfraquece o corpo e diminui as funções dos órgãos, inclusive as cerebrais, responsáveis por comandar as atividades fisiológicas e neurológicas do corpo.

Exercício para melhorar a respiração

  1. Inspire lentamente, com pausa, contando de um até cinco.
  2. Expire, faça uma pausa contando até 7.
  3. Repita essas etapas, aumentando o tempo das pausas.

Esse simples exercício promove uma melhor oxigenação no corpo.

Visualização

A visualização aliada aos movimentos tem por finalidade fazer com que o cérebro seja estimulado, ampliando a consciência corporal e contribuindo para o corpo sair dos padrões de rigidez.

Exercício de Movimento e Imaginação

  1. Deite de lado sobre um colchonete, com os braços esticados e as pernas dobradas.
  2. Role no chão de um lado para o outro, de forma lenta.
  3. Observe as partes do corpo envolvidas nesse movimento.
  4. Durante o exercício, conforme as pontas dos dedos das mãos puxarem os braços e as pernas serem movidas pelos joelhos, pense no sangue fluindo pelo corpo e que as tensões musculares estão sendo aliviadas.
  5. E ao respirar, visualize o ar expandindo nos pulmões.

Movimentos Musculares

O ser humano possui quase 700 músculos no corpo, porém, mal utiliza e exercita mais de um terço deles.

A consequência disso é que os poucos músculos que são usados acabam ficando sobrecarregados, tornando-se contraídos, desgastados e cansados, enquanto os demais enfraquecem e atrofiam.

No método Self-Healing, essa musculatura esquecida e parada por falta de atividade, passa a ser estimulada.

O inverso ocorre com os músculos sobrecarregados que, com exercícios específicos do Self Healing, vão sendo relaxados, promovendo dessa forma movimentos mais equilibrados.

Exercício com os músculos

O exercício a seguir contribui para relaxar os músculos das costas, o que resulta na melhora da respiração.

Para fazê-lo é só andar ou correr para trás.

Esse movimento inverso ajudará a estimular a parte posterior, que só é lembrada quando vem as dores.

Ademais, esse movimento quebra os padrões psíquicos e aprimora a atividade corporal.

Massagem

Visando a melhora das funções corporais, o método Self-Healing utiliza uma série de massagens em partes específicas relacionadas:

  • à respiração
  • ao sistema nervoso
  • visão
  • circulação
  • digestão
  • coluna vertebral
  • articulações
  • músculos

Além disso, as massagens ajudam a relaxar, evitando desequilíbrios como:

  • coração acelerado
  • tensões
  • dores musculares
  • dores de cabeça
  • pupilas dilatadas
  • olhos cansados
  • efeitos do estresse

Massagem com bolinha de tênis

Com essa técnica, você pode se auto massagear:

  1. Para isso, fique em pé de costas para uma parede, com os pés cerca de trinta centímetros à sua frente e separados na largura dos quadris.
  2. Coloque duas bolinhas de tênis entre as costas e a parede, uma de cada lado da coluna, nos músculos paralelos às vértebras.
  3. Pressione as costas contra a parede e comece a dobrar e esticar os joelhos devagar.
  4. Procedendo assim, possibilitará que as bolinhas de tênis massageiem suas costas dos ombros até os quadris e vice-versa.

Movimentos para os olhos

Exercícios oculares ajudaram o Dr. Meir Schneider a melhorar sua visão.

Os exercícios oculares são indicados para pessoas com problemas na visão e também para quem usa muito o computador ou força muito as vistas com determinadas atividades, ajudando a evitar distúrbios oculares e o enfraquecimento da visão.

Exercício oculares

Acompanhe as etapas de um dos exercícios para os olhos, proposto pelo método Self-Healing:

  1. Sente com os cotovelos apoiados em uma mesa.
  2. Cubra os olhos com as palmas das mãos em concha, sem pressionar a face e tocar os olhos. Somente encobrir mesmo.
  3. Mentalize uma imensidão negra.
  4. Quanto mais imaginar essa negritude, mais os olhos ficarão relaxados.
  5. Depois de alguns minutos, tire as mãos dos olhos, e procure ver os pormenores distantes e, em seguida, o que estiver mais próximo.

Veja neste vídeo publicado pelo canal School For Self-Healing, o próprio Dr. Meir Schneider ensinando alguns exercícios do Método Self-Healing, visando regular a umidade nos olhos e assim promover melhora da visão.

AVISO: para ver a legenda em português, clique no botão de configuração, na parte inferior do vídeo e ative a tradução automática_

Para mais exercícios acesse -> AQUI, o canal School For Self-Healing do Dr. Meir Schneider.

Tem alguma contraindicação?

Não há qualquer contraindicação porque, partindo do princípio que esse método prima pela consciência corporal, se a pessoa tiver algum movimento que ela esteja impossibilitada de fazer, poderá trabalhar outras partes do corpo.

Estudos e comprovações científicas

Vale ressaltar que essa terapia não exclui o tratamento médico, já que o próprio Dr. Meir Schneider diz que “o que funciona é o que é bom”.

Cabe ainda salientar que a terapia Self-Healing tem apresentado resultados satisfatórios a ponto de existirem artigos e estudos científicos sobre sua eficácia.

Entrevista com Dr. Meir Schneider

Conheça o Dr. Meir Schneider nessa entrevista do programa Polêmica, na qual ele fala com vários detalhes sobre o método Self-Healing e cura natural:

Parte I

Parte II

Movimento é vida!

Os exercícios do método Self-Healing são bem simples. Entretanto, tanta simplicidade vem sendo negligenciada pelas pessoas.

Mesmo quem pratica atividade física, pode estar sobrecarregando partes do corpo em detrimento de outras.

Para o Dr. Meir Schneider, “Movimento é Vida”, por isso, o método Self-Healing nos lembra da importância de exercitar o corpo de forma mais integrativa e consciente. Dessa forma, pode-se evitar processos degenerativos que em grande parte são provocados por fatores como:

  • sedentarismo
  • estilo acelerado de vida
  • falta de consciência corporal
  • excesso de movimentos mecânicos
  • vícios de postura
  • uso demasiado da tecnologia
  • preguiça de investir tempo em estimular partes do corpo pouco usadas

Reaprendendo a usar nosso corpo

Infelizmente, muitas coisas que nos são ensinadas só nos condicionam, limitam e padronizam, afetando também nosso corpo. Por isso, hoje em dia, é comum as pessoas sofrerem de dores e doenças atreladas à falta de consciência corporal.

Não aprendemos a perceber e conhecer melhor órgãos, sistemas e partes de nosso corpo. Enfim, entender nosso corpo e suas necessidades.

Sendo assim, saber mais sobre o método Self-Heling pode nos ajudar a reverter essa situação e aprender a lidar melhor com nosso corpo.

Veja outros conteúdos para promover mais saúde e cuidar melhor do corpo, em:

Iridologia: os olhos são o ESPELHO DA ALMA mas também do corpo e da mente

Remédios para aumentar a imunidade: receitas e dicas

Remédios naturais da Medicina Ayurvédica para prevenir e tratar Covid-19

Por que o corpo dói? Causas Emocionais e Outras Causas

Gostou? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on tumblr
Share on reddit
Share on pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *