COBRE - Propriedades e Benefícios para a Saúde

  • atualizado: 
cobre

O cobre não é somente importante para o organismo, mas essencial. Sem cobre, o corpo não consegue fazer uma série de reações biológicas. Além disso, o cobre traz benefícios à saúde, que vão desde o fortalecimento da imunidade até a proteção das funções cerebrais. Saiba agora tudo sobre o cobre.

O que é o cobre

O cobre é um mineral necessário para que o organismo trabalhe adequadamente. Da família dos metais pesados, o cobre é o terceiro mais abundante no corpo humano. Ele não é produzido pelo organismo, por isso esse mineral precisa ser obtido por meio da alimentação.

Alimentos ricos em cobre:

  • as carnes
  • os frutos do mar
  • a ervilha
  • beterraba
  • o cacau em pó
  • o chocolate
  • aveia
  • amendoim
  • farinha de soja
  • ovo de galinha
  • arroz
  • cogumelo
  • castanha do Pará
  • amêndoa
  • abacate
  • cevada
  • alho

Tais itens devem ser incluídos no cardápio, diariamente, tendo em vista a importância e benefícios do cobre para a saúde.

Propriedades e benefícios do cobre

O cobre tem propriedades anti-inflamatórias, bactericidas e é também um antioxidante. Por todas essas características, ele traz uma série de benefícios à saúde:

Fortalece a imunidade

O cobre ajuda na correta absorção da vitamina C pelo organismo, elemento essencial para produção de glóbulos brancos, e formação de anticorpos, que protegem o corpo de micro-organismos nocivos à saúde

Ajuda na absorção de ferro

O cobre também atua facilitando a absorção do ferro, prevenindo assim doenças, como a anemia

É bom para o coração

Os antioxidantes presentes neste mineral atuam combatendo os radicais livres, que podem degenerar as células do corpo mais rapidamente. Ele também protege o tecido conjuntivo do coração e ajuda a diminuir os níveis de colesterol ruim – o LDL - e aumentar os níveis do colesterol bom – o HDL

Ajuda no bom funcionamento da tireoide

O cobre auxilia também as glândulas de tireoide a funcionarem adequadamente

Protege o cérebro

Existem muitas enzimas cerebrais que dependem do cobre para funcionar, por exemplo, para fazerem a síntese de neurotransmissores e na formação e proteção da bainha de mielina, que cobre o tecido nervoso. Os antioxidantes atuam também prevenindo doenças degenerativas, na medida em que impedem a ação dos radicais livres, como dito anteriormente

Combate a artrite

Por possuir propriedades anti-inflamatórias, o cobre ajuda também a minimizar os sintomas da artrite

Ajuda na produção de melanina

Essa substância é responsável por dar a pigmentação escura da pele, cabelo e olhos. O cobre é um dos elementos que promovem essa produção.

Deficiências do cobre

A falta do cobre traz uma série de malefícios ao organismo:

  • Problemas ósseos, como osteoporose
  • Anemia
  • Baixa imunidade
  • Problemas na glândula tireoide
  • Maior propensão a doenças degenerativas
  • Problemas de pele, como manchas e dermatites
  • Perda de cabelo
  • Veias dilatadas
  • Batimentos cardíacos irregulares.

Excesso de cobre também faz mal

O cobre é um metal pesado, o que significa que, quando em desequilíbrio, pode impedir o funcionamento de proteínas, enzimas e dificultar o transporte de nutrientes. Por isso é importante evitar o excesso de cobre, tanto como a sua deficiência. Para tanto, qualquer suplementação deve ser feita apenas por orientação médica.

Entre os sintomas do excesso de cobre estão a febre, náuseas, dores abdominais, diarreia e menor diminuição de vitamina C. Entre os malefícios mais graves é possível apontar a insuficiência renal, problemas no fígado e até o coma.

Especialmente indicado para você:

setaFÓSFORO: BENEFÍCIOS, ALIMENTOS E SINTOMAS DA SUA DEFICIÊNCIA NO ORGANISMO

setaCLORETO DE MAGNÉSIO, SAL CURADOR PARA AS PESSOAS DE MEIA IDADE