B7-biotina
B7-biotina

O que acontece com o corpo se você tomar biotina todos os dias?

Você já ouviu falar em biotina? Famosa por fazer o cabelo crescer ou parar de cair, e também para fortalecer as unhas, a biotina é muito anunciada por aí como uma vitamina ótima para a beleza.

Mas será que ela funciona mesmo? Será que vale a pena tomar biotina todo dia? E por quanto tempo?

Saiba o que é biotina, para que ela serve, quais são os seus benefícios e contraindicações.

O que é biotina e o que sua carência provoca

A biotina é uma coenzima da vitamina do complexo B conhecida, também, como vitamina H e vitamina B7.

Ela tem a função de sintetizar nutrientes, metabolizar gorduras, carboidratos e proteínas, auxiliando na geração de energia e na produção de ácidos que mantêm a pele, as unhas e os cabelos saudáveis.

Quando o organismo está com deficiência de biotina, seja por causa alimentar, seja por algum distúrbio, os primeiros sintomas a aparecerem geralmente são queda de cabelo, unhas fracas e quebradiças e erupções cutâneas no rosto.

Ainda podem ser desenvolvidos pela carência da biotina excesso de hormônios na tireoide, conjuntivite e dermatite na forma de erupção cutânea escamosa e vermelha ao redor dos olhos, nariz, boca e área genital.

Segundo a Wikipedia, em adultos até sintomas neurológicos, como depressão, letargia, alucinação, dormência e formigamento das extremidades, já foram diagnosticados pela insuficiência dessa vitamina no organismo.

Fontes: quais alimentos contêm biotina?

A biotina está presente em diversos tipos de alimentos:

Entretanto, em alguns casos de carência, a alimentação é insuficiente e aí é preciso fazer suplementação de biotina.

Biotina todo dia para queda de cabelo ou unhas fracas

A biotina é fundamental para manter a pele, o cabelo e as unhas saudáveis, mas tomá-la como suplemento, diariamente, pode não surtir o efeito desejado.

A dermatologista Fabiana Caraciolo alerta que qualquer vitamina apenas deve ser suplementada se existe uma carência dela no organismo, pois, caso contrário, a suplementação pode ser perigosa.

Em relação à queda de cabelo, Caraciolo explica que a biotina não é usada nos tratamentos das patologias que causam a calvície e o eflúvio. Tampouco a biotina é capaz de acelerar o crescimento capilar.

A biotina é importante, segundo a especialista, para a formação da queratina, uma proteína presente na estrutura do cabelo e das unhas. Quando estes estão fracos e quebradiços deve-se, em geral, à insuficiência de biotina.

Um estudo da Sociedade Brasileira de Dermatologia, publicado na revista Surgical & Cosmetic Dermatology conclui que a suplementação com vitaminas e oligoelementos combinados (ácido fólico, biotina, vitaminas B1,B2, B3, B5, B6, B12, A, E, C, além dos minerais ferro, magnésio e zinco) podem sim melhorar as propriedades de resistência da fibra capilar, e ajudar no tratamento da queda de cabelo.

O senso comum  também aprova a biotina.

Uma das blogueiras do Coisas de Diva afirma que o uso de biotina não surtiu efeito em seus cabelos, mas que funcionou para o fortalecimento das suas unhas.

Já a Ju Lopes, do Juro Valendo, relatou que a sua experiência com a biotina foi positiva para os cabelos. Ela fez um tratamento de 6 meses, mas a partir do primeiro mês já deu para perceber menos quebra dos fios e, em 3 meses, maior crescimento deles.

Mas atenção às quantidades: biotina tem efeito colateral

Como vimos, tomar biotina todo dia pode até ser uma boa pedida, a suplementação poderia proporcionar cabelos e unhas mais fortes.

No entanto, é preciso consultar um médico dermatologista para descobrir as causas da queda de cabelo ou das unhas fracas.

A biotina funciona em casos de carência dessa vitamina. Se as causas da queda de cabelos ou das unhas fracas forem apenas estresse, é preciso encontrar uma forma de relaxar. E se for alguma insuficiência vitamínica, somente um especialista saberá indicar o melhor tratamento para o problema e em quais doses.

Geralmente a dose diária recomendada está entre 30 e 70 mg/dia, enquanto a carência se situa em torno dos valores < 0,1 – 0,2 ng/mL.

O fato é que, tomar sem haver carência, não apenas é inútil como pode ser perigoso. Doses superiores à recomendação médica pode causar efeitos colaterais.

Por exemplo, algumas mulheres relataram crescimento de pelos no rosto.

A biotina também pode causar desconforto gastrointestinal e irritação na pele.

Sem falar que há casos de contraindicações, como:

  • Alergia à vitamina biotina e outros componentes da fórmula;
  • Mulheres grávidas não devem usar biotina sem prescrição médica;
  • Medicamentos anticonvulsivantes podem provocar menor absorção da biotina e reduzir os seus efeitos quando utilizados ao mesmo tempo.

Nenhuma suplementação, ainda que aparentemente inofensiva, deve ser feita sem a orientação e o acompanhamento de um médico ou nutricionista.

Então, voltando à pergunta feita no título: o que acontece com o corpo se você tomar biotina todos os dias? A resposta é: tudo vai depender do uso correto que você fizer dela.

Consulte um médico e use-a com responsabilidade. Assim, os efeitos desejados serão mais facilmente alcançados.

Talvez te interesse ler também:

B12: a vitamina estritamente necessária. Carência, sintomas e fontes

Árvore-do-Pão: planta do futuro, de fácil cultivo, dá fruta super nutritiva!

JILÓ: o amargo que faz bem! Veja Benefícios, Contraindicações e Receitas

Sobre Gisella Meneguelli

Gisella Meneguelli
É doutora em Estudos de Linguagem, já foi professora de português e espanhol, adora ler e escrever, interessa-se pela temática ambiental e, por isso, escreve para o GreenMe desde 2015.

Veja Também

Contra obesidade: chá de cedrico, a planta brasileira reduz peso e gordura no fígado

Uma pesquisa brasileira realizada pelo Programa de Pós-graduação em Biotecnologia Industrial da Universidade Positivo (UP), …

2 comments

  1. Avatar

    Sou a Camila da Silva, e quero parabenizar você pelo seu artigo escrito, muito bom vou acompanhar o seus artigos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *