Guia para cromoterapia: o significado de cada cor

Guia para cromoterapia

Quem nunca sentiu o poder das cores, ou seja, a capacidade que elas têm de influenciar o nosso estado de ânimo? Propriamente nesta "influência" se baseia a cromoterapia, uma terapia natural e antiga, praticada pelos antigos egípcios, que adicionavam pigmentos e pós coloridos em substâncias medicinais, para tornar os remédios mais eficazes.

Mesmo no Oriente, especialmente na China, Índia e Tibete foi e é praticada para equilibrar as desarmonias emocionais que afetam doenças comuns. Na Índia, a medicina ayurvédica sempre considerou o modo pelo qual as cores afetam o equilíbrio dos centros de energia chakra associados às principais glândulas do corpo.

Hoje, a terapia das cores é recomendada por especialistas em medicina holística como uma terapia para doenças psicossomáticas, ansiedade, estresse, depressão, fraqueza física e mental, deficiências imunológicas, dor localizada e espasmos. As cores enviam suas propriedades benéficas: vermelho estimula, azul relaxa, verde reequilibra, amarelo dá energia.

Mais especificamente saiba sobre as cores individuais, os seus significados, suas propriedades de acordo com esta antiga terapia, e como usá-las em várias áreas da casa para aproveitar ao máximo os seus benefícios.

Vermelho

É a cor do sangue e dos fluidos corporais, e, consequentemente, do amor e da morte. A cor foi usada para pintar as vestes de guerra, a fim de mascarar a presença de feridas. Para a terapia de cores, estimula a atividade física e intelectual, é de euforia, melhora a circulação e a produção de glóbulos vermelhos e também é antibacteriana. Ligada ao primeiro chakra é aconselhável escolher para pintar as paredes do quarto, se você quiser ser mais passional.

Laranja

As cores laranja e amarelo são as favoritas dos budistas, enquanto na Polinésia, laranja é a cor da divindade que vem da raiz de cúrcuma, considerada o alimento dos deuses. Vinculada ao segundo chakra aumenta o otimismo, traz positividade, paz e alegria e por isso não está vinculada a uma área específica da casa. O laranja estimula o metabolismo, os pulmões, é usado no tratamento de espasmos e cãibras, restaurador do equilíbrio do sistema nervoso, ideal para superar ansiedades e medos.

Amarelo

As cores mel, enxofre e amarelo evocam o sol. O chamado amarelo nápoles era obtido a partir do sulfureto de arsênico, usado desde 2500 aC., já o delicioso e não-tóxico açafrão, uma das especiarias mais caras do mundo, é usado para tingir lã, algodão, seda e penas de avestruz. Na Idade Média, o amarelo foi considerado um "filho menor" do branco e, portanto, com propriedades negativas. No teatro, os personagens traidores e alpinistas sociais usavam sempre roupas amarelas. A cor é ligada ao terceiro chakra e é muito adequada para as paredes de salas dedicadas ao estudo (sala de crianças, por exemplo), porque promove a concentração e atenção, estimula o intelecto, fortalece o sistema imunológico, atua sobre o pâncreas e é purificador.

Verde

O verde é associado com o crescimento, fertilidade, vitalidade, mas também representa os perigos da natureza. Sonhar com a cor verde na China é um bom presságio, mas neste país, esta cor também está ligada à perversão, prostituição e traição. Na Mongólia está associada às três energias divinas: paz, crescimento e destruição. No Ocidente, as mesas de jogo são cobertas, não surpreendentemente, por um pano verde, que traz boa sorte, mas também é o amor inconstante, paixão, ciúme e desordem. Para a terapia de cor, o verde alivia a insônia, dores de cabeça, problemas de estômago e intestino, é antibacteriano e age em casos de esgotamento nervoso. Vinculada ao quarto chakra: em casa pode ser útil para pintar as paredes do quarto, se você sofre de insônia, uma vez que promove uma sensação de relaxamento.

Azul

Calmante e relaxante, elimina a dor de cabeça, diminui a pressão arterial, é anti-séptico e alivia a dor. É associado ao quinto chakra: esta cor tem propriedades calmantes e relaxantes, combate as agitações física e mental. Ideal para pintar o quarto.

Anil

Sexto chakra está associado a um efeito de cor calma, muito ligado à nossa parte espiritual. A sala é uma área adequada para esta cor, embora seja boa para toda a casa.

Roxo

Era a cor da realeza por excelência e uma das vestes litúrgicas durante o período quaresmal, porque simboliza a luta do espírito (azul) contra a carne (vermelho). Portanto, é considerada uma cor que traz má sorte no teatro, porque durante a quaresma, teatro e apresentações públicas eram proibidos e os artistas passavam por um um longo período de "vacas magras". Relaxante, promove a concentração e a meditação, combate a fadiga e a dor, agindo sobre o baço. É associada com o sétimo chakra, é a cor do espírito, ajuda a eliminar o estresse, a tensão e a olhar para as coisas com desprendimento. O roxo pode ser colocado em qualquer lugar da casa.

Preto

Na cultura chinesa é associada ao norte, ao inverno, ao vento e é a cor das roupas dos meninos. No Ocidente, é também a cor da morte desde a época em que as vestes imperiais romanas foram usadas ​​durante os dias negros de luto. No início da arte cristã, esta cor foi usada para representar o diabo.

Branco

A cor da inocência e da pureza, é a cor símbolo de vestidos de noivas e crianças. Os romanos usavam lingerie branca na cama para evocar sonhos tranquilos. No início da arte cristã foram pintadas de branco as vestes dos santos, puros de coração, como crianças pequenas. Na China e em algumas partes da África, branco é a cor do luto.

A maneira mais eficaz de aplicar a cromoterapia consiste na irradiação de uma luz da cor adequada para o problema em todo o corpo ou para o ponto específico onde está localizado o desequilíbrio energético, por exemplo, uma luz azul para a cabeça para a depressão e estresse, uma luz amarela em direção ao abdômen para estimular a digestão, o fígado e o intestino.

Independentemente das teorias e prática holística, podemos experimentar em nós mesmos os efeitos benéficos de uma cor ou de outra, por exemplo, se estamos em um período de estresse, tire alguns momentos para olhar um objeto azul, e se estamos indispostos e pra baixo, olhemos um objeto vermelho, ou amarelo, se precisarmos recuperar a concentração.

As vezes, com gestos simples e naturais, é possível encontrar uma solução sem recorrer necessariamente a medicamentos. Assim, para encontrar o bem-estar vamos redescobrir as cores.

Se você é cético e duvida que funcione, não desista das cores: pelo menos, ganhe um "cinza" a menos :)

Leia também:

setaSUCO VERMELHO: UMA ÓTIMA MISTURA PARA A SAÚDE

seta7 ALIMENTOS BRANCOS QUE SERIA MELHOR ELIMINAR DA SUA MESA

setaCHÁ VERDE: O EXTRATO AGE SOBRE AS CÉLULAS CANCEROSAS, BLOQUEANDO O SEU METABOLISMO

Fonte foto: Stock.Xchng