Dia das crianças
Dia das crianças

Socorro! Como entreter as crianças durante o isolamento? Dicas e atividades

O isolamento social não está fácil para ninguém, e muito menos para quem tem criança em casa. O que fazer com tanto tempo livre na vida delas?

Sem escolas e, muitas vezes, sem atividades educativas, o desafio é ainda maior. Mas tem jeito. E pode ser bem mais divertido do que passar a quarentena sozinho.

Abaixo confira uma lista de atividades e dicas que os adultos podem seguir para promover uma quarentena divertida com as crianças. Lembrando sempre de orientar sobre a importância de lavar as mãos, evitar por a mão no rosto e seguir as recomendações dos especialistas da área para passar por esse isolamento social com mais tranquilidade, ou pelo menos, sem querer arrancar os cabelos o tempo todo.

Brincadeiras à parte, é hora de promover um dia a dia mais bacana para as crianças – e para os adultos.

Confira as dicas:

Rotina é essencial

Nunca subestime o poder da rotina. Mesmo em tempos de quarentena – e ainda mais por causa dela – é essencial organizar o dia. Quem tem criança em casa então percebe a diferença que faz ter horários, regrinhas e atividades no decorrer do dia. Chame as crianças para ajudar a montar esse cronograma, caso elas já sejam um pouco grandinhas, e siga. Faça uma tabela bem bacana e deixe na geladeira, cole na parede do quarto. Lembre-se de deixar um período do dia livre para a criança apreciar o ócio. Isso também é essencial.

Não esqueça dos estudos

É importante que as crianças entendam que não estão de férias e por isso precisam continuar estudando. Se a escola não fornecer material, tente revisar o que ela já sabe para fixar o conteúdo. No caso das crianças maiores, é mais fácil estimular a concentração, já no caso das menores a tarefa é mais complicada. Para isso use o lúdico a seu favor, explorando, por exemplo, a ideia de criar uma escolinha de faz de conta, mas com atividades de verdade. A criança vai se divertir e ainda aprender.

Recorra aos canais educativos

Muitos pedagogos estão disponibilizando material na internet para auxiliar os pais nessa fase difícil. Pesquise e assine canais especializados em educação e ensine as crianças a usar a tecnologia de modo inteligente. Existem ainda sites que dão excelentes dicas de brincadeiras para fazer com as crianças.

Promova gincanas

Na hora da brincadeira, é preciso estimular também a criança a fazer atividades físicas. Não precisa ser nada muito elaborado: brincar de pular, corrida de obstáculos, promover gincanas, dançar, jogar futebol, pular amarelinha. Nunca se esqueça de incluir atividades mais agitadas para fazer a criança se exercitar e liberar a imensa energia que ela tem.

Faça tour virtual educativo

Existem aplicativos e diversos sites que disponibilizam conteúdo cultural, como obras de arte, visita virtual a museus famosos, entre outras atividades. Pesquise e se surpreenda com o tanto de atividade que dá para fazer online.

Incentive trabalhos manuais

Faça instrumentos musicais, deixe a criança montar o próprio brinquedo, dê materiais diversos para ela, como papelão, cartolina e E.V.A para que ela explore e solte a criatividade;

Cozinhe com as crianças

Existem diversas receitas na internet que podem ser feitas na companhia – e com a ajuda – das crianças. Elas adoram sentir-se úteis e vão ficar encantadas em poder fazer a própria comida.

Promova desafios

De peças de montar, de quebra-cabeças, de escrita, de adivinhação…crianças adoram competir, e essa pode ser uma ótima oportunidade de ensinar preceitos importantes, como paciência, saber perder e ganhar, persistência, entre outros.

Promova atividades diferentes

Montar cabana, fazer um cineminha em casa, brincar de acampamento, fazer festa do pijama, piquenique, apreciar o céu. Não perca esse tempo precioso e aproveite para fazer tudo aquilo que, geralmente, você não tem tempo de fazer com as crianças;

Não se esqueça do faz-de-conta

Brincar de casinha, de médico, de navio pirata, de comidinha. Existem muitas opções de faz-de-conta, e essa é uma brincadeira essencial para as crianças e não deve ser deixada de lado.

Talvez te interesse ler também:

Coronavírus e crianças – como explicar o surto e ensinar medidas preventivas

O coronavírus segue ocultando a guerra na Síria, onde crianças são violentadas e usadas como iscas

Este professor explica às crianças como se defenderem de uma tentativa de sequestro

Sobre Cintia Ferreira

Cintia Ferreira
Paulistana formada em Jornalismo pela Universidade de Santo Amaro, tem o blog Mamãe me Cria e escreve para GreenMe desde 2017.

Veja Também

Criança de maquiagem: permitir ou proibir? Quais são os riscos?

Pode parecer inofensiva a ideia de meninas pequenas se maquiarem, afinal de contas, muitas mulheres …