Você está sempre estressado? Conheça as plantas com poderes calmantes

  • atualizado: 
plantas calmantes

Na vida contemporânea é muito comum ficarmos estressados. Motivos não faltam para nervosismo, tensão, estresse e ansiedade: trânsito, correria, excesso de informações, violência urbana, problemas de saúde, filas para todo lado, contas para pagar, aumento nos preços, preocupações em família, responsabilidades, trabalho...uma lista sem fim. 

Sabemos que as plantas purificam o ar que respiramos, mas outras propriedades que muitas delas têm é o efeito calmante, tranquilizante e sonífero.

Para dar uma acalmada sem agredir o organismo e desenvolver dependência com drogas psicoterápicas, existe a alternativa da utilização de plantas calmantes.

Este conteúdo traz uma lista de 17 plantas para recorrermos à elas quando estivermos estressados, ansiosos, tensos e com insônia.

Que tal termos alguma (s) em casa para em caso de necessidade, podermos fazer uso delas?

Conheçam mais sobre o poder das plantas calmantes com as informações a seguir:

 

1. Plantas medicinais e suas diversas formas de uso

A planta que age como calmante natural pode ser utilizada de várias formas e apresentações como:

  • in-natura ou desidratada para fazer chá
  • cápsulas ou comprimido
  • óleo essencial
  • extrato fitoterápico
  • tintura
  • medicamento homeopático na forma de gotas ou glóbulos
  • remédio floral
 

2. Como as plantas calmantes agem

As plantas calmantes e os calmantes naturais à base de plantas têm o efeito de modular os neurotransmissores cerebrais.

O mecanismo de ação destas plantas diminuem as respostas ao estresse e à ansiedade, propiciando sensação de bem-estar, tranquilidade e equilíbrio.

As plantas calmantes agem aumentando a liberação dos neurotransmissores dopamina, serotonina e noradrenalina ativando o córtex cerebral e modulando o sistema límbico que é responsável por favorecer o pensamento, as emoções e o humor, a memória e a aprendizagem.

Nossos antepassados já utilizavam diversas plantas com efeitos calmantes, ou ansiolíticos naturais, e na atualidade a própria ciência já comprovou seus efeitos benéficos para o sistema nervoso.

3. Lista com 17 plantas calmantes 

Agora sabendo das propriedades calmantes que algumas plantas possuem, e de seus efeitos positivos sobre o sistema nervoso e o cérebro, conheçam plantas quais são estas:

3.1. Hortelã

Erva perfumada utilizada como tempero, tem propriedades antiestresse.
Segundo um estudo realizado pela Wheeling Jesuit University, cheirar folhas de hortelã pode diminuir o nível de frustração e melhorar a atenção.

3.2. Jasmim

O jasmim é uma bela e perfumada planta cujo perfume tem efeito calmante sobre o sistema nervoso promovendo maior relaxamento e tranquilidade.

3.3. Lúpulo

O Lúpulo (Humulus lupulus) é uma planta medicinal usada na preparação da cerveja, mas que pode ser usada para tratar de vários problemas de saúde.
Esta planta possui propriedades relaxantes, calmantes, anafrodisíacas, antibacterianas, antissépticas, diuréticas, entre outras.

3.4. Lavanda

Esta planta tem sido usada na medicina desde remotos tempos para abrandar o nervosismo e combater o mau humor.
Uma pesquisa realizada em um grupo de estudantes de escolas de enfermagem mostrou que o aroma de lavanda reduz significativamente a frequência cardíaca em situações de estresse.

3.5. Sansevieria ou Planta de Cobra

Um estudo feito pela NASA revelou que esta planta purifica o ar de centenas de toxinas, melhorando a energia do ambiente e com isso evitando dor de cabeça e beneficiando a respiração.

3.6. Manjericão

O Manjericão é rico em linalol que ajuda a reduzir a atividade de genes que são ativados em situações de estresse.

3.7. Palmeira areca

Além de ser uma planta ornamental, tem propriedades desintoxicantes, contribuindo para purificar o ar do ambiente.
Um estudo da NASA mostrou que a palmeira areca reduz os níveis de toxinas nocivas, como formaldeído, benzeno e tricloroetileno.
Respirar um ar mais puro nos ajuda a nos sentir melhores, tanto fisicamente quanto psicologicamente.

3.8. Erva de São-João ou Hipericão

Esta planta é uma boa restauradora do sistema nervoso e tem efeito antidepressivo, podendo ser usada para tratamento de depressão, ansiedade e agitação nervosa.

3.9. Camomila

A Camomila tem ação calmante nos sistemas digestivo e nervoso, promovendo sensação de harmonia e equilíbrio, que ajuda a acalmar em casos de agitação e nervosismo.

3.10. Tília

Esta planta tem propriedades calmantes, auxiliando no tratamento de distúrbios do sistema nervoso como o estresse excessivo, ansiedade e histeria.

3.11. Melissa ou Erva-Cidreira Verdadeira

A Melissa tem ação calmante e pode ser utilizada em caso de perturbações do sono, nervosismo, ansiedade e taquicardia.

3.12. Alfazema

Rica em cumarina e óleos essenciais, esta planta possui propriedades calmantes e relaxantes atuando no combate à tensão nervosa.

3.13. Valeriana

O extrato de Valeriana officinalis atua com os receptores de serotonina e de melatonina, relacionados ao sono, cognição e à modulação do relógio circadiano, que é a resposta do organismo aos ciclos vitais que ocorrem durante as 24 horas do dia, ou seja, o biorritmo do organismo. 

Esta planta tem efeito ansiolítico, moderador do humor, relaxante muscular, antiespasmódico e facilitador do sono.

3.14. Passiflora ou Flor da Paixão

A Passiflora incarnata nada mais é que a flor da árvore que dá a fruta maracujá, que também é utilizado como suco com efeito calmante.

A flor do Maracujá desempenha um papel de ansiolítico e é benéfica em casos de problemas estomacais, como úlceras e gastrite. Sua propriedade calmante atua diretamente nos receptores de GABA (ácido gama-aminobutírico), componente químico responsável pelo equilíbrio da agressividade e bom funcionamento do sistema nervosos central.

3.15. Raiz de Ouro

O nome científico dessa flor é Rhodiola rosea, o extrato dela tem propriedades moduladoras na resposta ao estresse. Fazem parte de sua constituição substâncias ativas como flavonoides, terpenoides, ácidos orgânicos e taninos, por isso seu uso aumenta a capacidade de proteção do organismo contra diversas causas de estresse físico, como os radicais livres, o frio e atividade física intensa.

Este calmante natural aumenta a capacidade física e diminui a fadiga, agindo como estimulante do organismo.

3.16. Kava-kava

O extrato de Kava-kava (Piper methysticum) é utilizado como ingrediente de uma bebida usada em cerimônias nas Ilhas do Pacífico, como na Polinésia.

A partir dos efeitos relatados daqueles que experimentaram esta bebida, chegou-se a resultados clínicos que concluíram que esta planta possui propriedades relaxantes.

Esta planta trata ansiedade, insônia e distúrbios nervosos relacionados a estes males.

3.17. Erva-doce

A erva-doce é rica em potássio, vitamina C, B6, ácido fólico, riboflavina, niacina, tiamina, ferro, cobre, magnésio, manganês, selênio, zinco, cálcio, além de flavonoides que aumentam a concentração de glutationa, tendo efeitos antioxidantes.

Esta planta estimula a produção de melatonina, o hormônio responsável pelo ciclo do sono, atuando dessa forma como relaxante na indução do sono.

4. O uso do chá das plantas calmantes

cha plantas

É possível fazer chá da maioria destas plantas. Para fazer o chá calmante seleciona-se uma das plantas calmantes que são costumeiramente utilizadas na forma ingerida, na quantidade de 1 colher de sobremesa da erva para 1 xícara de água fervente, deixando em infusão por 10 minutos. O chá pode ser tomado 2 a 3 vezes ao longo do dia e antes ou depois de situações estressantes.

Os chás mais indicados para combater insônia são a valeriana e a melissa, pois aumentam os níveis de melatonina, importantes para induzir o sono. Para este fim, estes chás devem ser tomados 30 minutos antes de dormir.

5. Recomendações sobre o uso das plantas calmantes

As plantas calmantes não causam os efeitos colaterais que as drogas psicoterápicas causam, mas mesmo assim é bom ter a recomendação e orientação de um médico ou fitoterapeuta, principalmente com avaliação das possíveis causas e efeitos do nervosismo, ansiedade e tensão e, caso esteja fazendo uso de outras medicações, o profissional da saúde poderá orientar sobre possíveis interações medicamentosas.

Outra recomendação é que ao fazer uso destas plantas, não haja exagero já que possuem propriedades sedativas e calmantes que atuam no cérebro.

Um calmante natural que grávidas podem utilizar sem contraindicações, porém também sem exageros, é o suco natural de maracujá. Às demais plantas indica-se a avaliação do obstetra que está realizando o pré-natal delas.

Para os bebês, um bom calmante natural é o chá de camomila com erva doce, que além de acalmar, favorece o sono e auxilia no alívio dos gases que causam cólicas principalmente nos primeiros meses de vida da criança, mas, antes consulte o pediatra da criança para saber se é o tratamento mais indicado.

6. Bons hábitos e plantas calmantes promovem bem-estar

Nossa postura diante da vida, influi em nosso bem-estar, equilíbrio e saúde.

Ao nos percebermos em desequilíbrio faz toda a diferença a nossa reação diante disso: os cuidados, o tratamento e a atenção que dispensamos para nos harmonizamos e ficarmos bem.

Atitudes saudáveis e bons hábitos aliados à terapias naturais como fitoterapia, psicoterapia, meditação, arteterapia, entre outros ajudam na conquista deste objetivo.

As plantas calmantes aliadas às terapias naturais, às atividades que promovam bem-estar e equilíbrio; e aos hábitos saudáveis, podem ser uma ótima alternativa para tratar doenças nervosas e/ou psicossomáticas, atuando como calmantes naturais.

Essas atitudes práticas ajudam o indivíduo a desenvolver a consciência e compreensão das causas de seu estado emocional, reconectando-se ao estado de equilíbrio e paz e o levando áaviver a vida com mais calma, bom astral e satisfação!

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!