©Urban Forest Ecosystems Institute

Folha de abacate emagrece: é diurética e inibe a absorção do colesterol

Existem uma série de plantas que auxiliam na perda de peso, e as folhas de abacate estão entre elas.

Já fizemos um artigo sobre todas as potencialidades e propriedades medicinais da folha do abacate. Agora iremos tratar especificamente sobre a ajuda dela no emagrecimento.

O emprego de plantas com propriedades terapêuticas baseadas no saber popular, estão sendo cada vez mais estudadas cientificamente. Os pesquisadores tentam confirmar o poder dessas ervas ditas medicinais, e o valor terapêutico delas.

Já existem estudos científicos comprovando que as folhas do abacateiro possuem diversos efeitos biológicos no organismo tais qual:

  • hepatoprotetor
  • fortalecimento dos vasos capilares
  • anti-inflamatória
  • diurética
  • inibidora da absorção do colesterol

Esses 2 últimos benefícios estão associados ao tratamento da obesidade. 

Formas de uso

Popularmente, as folhas de abacate, para efeito medicinal, são consumidas em formas de chá, mas podem ser encontradas em garrafadas também.

Em mercados tradicionais, é comum encontrar as famosas “garrafadas”, ervas misturadas em álcool (normalmente uma mistura de cachaça e água), que prometem a cura para tudo.

Nas farmácias é possível encontrar produtos fitoterápicos, como capsulas a base de folhas de abacate.

Segundo a Anvisa, Agência Nacional de Vigilância Sanitária:

“As plantas medicinais são plantas capazes de tratar ou curar doenças. Estas plantas têm tradição, pois são usadas como remédio em uma população ou comunidade. Para que sejam usadas, é necessário conhecer a planta e saber onde colher e como prepará-la. Já o Fitoterápico é o resultado da industrialização da planta medicinal para se obter um medicamento. Assim, a diferença entre planta medicinal e fitoterápica reside na elaboração da planta para uma formulação específica, o que caracteriza um fitoterápico”.

Mas como que a folha de abacate ajuda a emagrecer?

No caso específico da folha de abacate, seus potenciais terapêuticos apontados como diuréticos, depurativos do fígado e distúrbios digestivos, são os principais atrativos citados pelas pessoas em busca de perda de peso.

Além disso, existe estudo científico comprovando que a folha de abacate auxilia a combater o colesterol ruim e possui substâncias que podem interferir na cadeia de processamento dos carboidratos e no processo de não retenção de gorduras pelo organismo.

Do ponto de vista fitoquímico, a folha do abacate possui as vitaminas A, B1, B2, B3, B5 e B6, C, E, ácido fólico, ácido retinóico, ácido da vitamina A, essencial para a formação de glicoproteínas no tecido mucoso, atuando como carregador dos monossacarídeos (gordura).

A Vitamina B2 ou riboflavina combinada com outras proteínas formam enzimas conhecidas como flavoproteínas, essenciais para a oxidação de carboidratos.

Essas flavoproteínas, ou flavonoides, têm recebido muita atenção por parte da ciência pelo efeito antioxidante, que acredita-se possuir compostos dietéticos com promissor potencial terapêutico.

A Vitamina B3 tem a mesma função biológica que a B2 e é conhecida como niacina e também funciona como coenzima na oxidação de carboidratos.

A Vitamina B5 também conhecida como ácido pantotênico auxilia na produção de anticorpos e hormônios suprarrenais, importante para o metabolismo das proteínas, gorduras e carboidratos.

E para fechar com chave de ouro, a folha de abacate possui Sitostero (fitoesterol), uma substância que ajuda a reduzir a absorção de colesterol no intestino e ainda acelera e aumenta a evacuação.

De acordo com um estudo intitulado “Efeito do abacate (Persea americana Mill) variedade hass na lipidemia de ratos hipercolesterolêmicos”, restou comprovado que o abacate é rico em beta-sitosterol, uma substância que inibe a ação intestinal de absorção do colesterol, diminuindo sua síntese hepática.

Ocorre que o fitoesterol possui uma estrutura muito parecida com a do colesteraol, com isso ela engana o organismo que a absorve pensando ser colesterol, enquanto esse é descartado.

De acordo com o estudo, foram investigados ratos com nível de colesterol ruim altíssimo, durante 30 e 60 dias e, ao final de 30 dias, a dieta com 15% de farinha de abacate mostrou ser mais efetiva para reduzir os níveis de colesterol total e LDL (ruim) e aumentar o HDL (bom) em comparação aos ratos que não receberam a farinha, influenciando, inclusive nos níveis de colesterol hepático.

Além disso, o b-sitosterol é uma gordura monoinsaturada utilizada como coadjuvante no tratamento gordura excessiva no sangue.

Emagrecimento e combate à obesidade

Todos esses benefícios são apontados como auxiliares no combate à obesidade por que:

  • contribui para a perda de peso
  • tem efeito diurético
  • auxilia no trato digestivo e hepático,
  • auxilia na diminuição da cadeia de absorção de gordura pelo organismo,
  • melhora a saúde com a diminuição dos níveis de colesterol ruim e aumentando a excreção retal.

Porém, no que se refere à obesidade, sabe-se que as causas são de múltiplos fatores, genéticos, hereditários, hormonais, relacionado a idade, a doenças congênitas, patogenias, hábitos alimentares, sedentarismo, medicamentos e uma infinidade de possibilidades.

Portanto, para perder peso, siga a orientação de especialistas e principalmente, alinhe todos esses pilares, principalmente hábitos saudáveis, de exercícios físicos e alimentação com pouco açúcar, gordura e industrializados.

Alerta!

Muitas pessoas numa tentativa de emagrecimento rápido acabam abandonando suas dietas, exercícios físicos, e se entregando ao “milagre” das ervas, acreditando que chás, pílulas ou garrafadas podem diminuir o peso rapidamente.

Porém, é preciso ficar alerta, qualquer substância pode, ou não, auxiliar na resolução dos problemas, mas certo é que não agem sozinhas, dependem de uma série de fatores, inclusive de resposta do nosso organismo, o qual também depende de vários fatores para ser considerado saudável ou em condições de reagir adequadamente aos estímulos que recebe.

O consumo indiscriminado de qualquer planta pode fazer mal.

Consulte sempre um profissional de saúde para receber orientação sobre a forma correta de usar a folha de abacate para emagrecer, e as quantidades justas para obter os resultados desejados.

Talvez te interesse ler também:

Abacateiro: árvore medicinal onde tudo se aproveita

Remédios caseiros para eliminar gases estomacais e intestinais

Ervas medicinais para doenças do fígado: cure-se com remédios naturais

Sobre Juliane Isler

Juliane Isler
Juliane Isler, advogada, especialista em Gestão Ambiental, palestrante e atuante na Defesa dos Direitos da Mulher

Veja Também

flacidez-do-braço

Como acabar com a flacidez do braço, sem ginástica e de uma forma natural

Braços flácidos podem ser o desespero de muita gente. Com o tempo, os músculos vão …

One comment

  1. Avatar

    Da folha do abacate? essa eu não sabia vou experimentar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *