/informar-se/lixo-e-reciclagem/8156-quanto-tempo-bituca-cigarro-decompor

Quanto tempo leva uma bituca de cigarro para se decompor?

  • atualizado: 
bituca de cigarro

Todo mundo sabe que cigarro faz uma mal danado à saúde. Mas não apenas. O que muita gente desconhece é que o cigarro também faz muito mal para o meio ambiente.

O ciclo de "vida" de um cigarro é altamente poluente. A começar pelo uso de agrotóxicos nas lavouras de tabaco, potencializando o risco de câncer em fumantes, até o descarte das bitucas.

Tempo de decomposição e problemas ambientais

Você já parou para pensar qual é o tempo de decomposição de apenas uma bituca de cigarro?

De acordo com um estudo realizado pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), um cigarro demora de um a dois anos para se decompor. Até que o material seja decomposto, causa inúmeros problemas, tais como:

  • entupimento de bueiros,
  • focos de incêndio
  • e a possibilidade de ser engolido por um animal, colocando a vida dele em risco.

A Fragmaq, empresa que produz produtos para o descarte correto e para o reaproveitamento de materiais, revela que a bituca está classificada como um dos resíduos que mais é descartado incorretamente no Brasil. A gravidade desse fato é que, além dos problemas já expostos, as bitucas causam sujeira e danos ecológicos graves.

Multas para quem joga bituca no chão

Embora em muitas cidades já sejam aplicadas multas para quem joga bituca na rua, não existe uma legislação específica sobre o descarte de cigarro. A questão se agrava se levarmos em conta que materiais plásticos, por exemplo, já vêm sendo alvo de governos e empresas no sentido de não serem mais usados, mas ninguém fala nem faz nada acerca das bitucas.

Um relatório da NBC News também já havia alertado para o problema das bitucas em nível mundial, já que elas são mais poluentes do que canudos e sacolas plásticas. Mas será mesmo que uma pequena bituca pode poluir tanto?

O quanto polui

Sim, é verdade. São produzidos, anualmente, no mundo cerca de 5,6 trilhões de cigarros, cujos filtros são feitos de acetato de celulose, material que leva mais de dez anos para se decompor. Grande parte dessas bitucas vai parar em mares e oceanos, poluindo as praias que todos nós adoramos visitar, porque os fumantes enterram na areia as bitucas.

É desconhecido o número de cigarros que já foram descartados no meio ambiente, mas aonde eles vão parar já é um destino conhecido: no estômago de pássaros, peixes e tartarugas, sendo uma das principais causas de morte desses animais.

O que fazer?

Conforme já noticiado pelo GreenMe, já que ainda não é possível que as pessoas deixem de fumar, é preciso fazer algo no sentido de preservar a natureza. Pensando nisso, o projeto Cigarette Butt Pollution foi fundado pelo professor de Saúde Pública da Universidade Estadual de San Diego, Thomas Novotny, em parceria com advogados ambientalistas, a fim de que sejam proibidas a produção e a comercialização de filtros não-biodegradáveis. Entretanto, a iniciativa esbarra nos interesses dos lobbies da indústria do tabaco.

Outra proposta é a reciclagem das bitucas. A Fragmaq, por exemplo, propõe para a reciclagem das bitucas o recolhimento delas em lixeiras coletoras ou cinzeiros exclusivos para cigarros instalados em estabelecimentos comerciais e, também, em locais públicos. As bitucas são coletadas e destinadas a cooperativas, onde são transformadas em matéria-prima para a fabricação de outros produtos, como papel e insumo de adubo.

Fumar só causa mesmo problema, para quem fuma, para quem está ao redor e para todo o meio ambiente. Ou seja, não faltam razões – e boas razões – para quem é fumante parar de fumar.

Talvez te interesse ler também:

A GUERRA INDONÉSIA CONTRA O PLÁSTICO

633 MERGULHADORES BATEM O RECORDE MUNDIAL NA MAIOR LIMPEZA JÁ REALIZADA EM SOLO OCEÂNICO

O TEMPO DE DECOMPOSIÇÃO DOS MATERIAIS MAIS COMUNS

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!