Você soube do desaparecimento das abelhas?

desaparecimento das abelhas

Em 2006, apicultores norte-americanos ficaram totalmente intrigados com um estranho fenômeno: as abelhas estavam desaparecendo, sem qualquer vestígio. Essa situação ficou conhecida mundialmente como “O Colapso das Colmeias”. Até mesmo um documentário com a narração da atriz Ellen Page (Juno) foi feito sobre o assunto, chama-se “O Desaparecimento das Abelhas” (2012).

É curioso perceber, segundo especialistas, que o “sumiço” das abelhas não se dava por morte, mas sim porque abandonavam as colmeias, deixando mel, pólen e, em certos casos, até as próprias crias.

Entre as principais hipóteses para tal situação levantadas por cientistas estão as mudanças climáticas, novos tipos de parasitas e vírus, além da ação intensa de agrotóxicos, mas não há uma explicação exata para o fato.

A partir da metade de 2011, o fenômeno começou a ser sentido em Santa Catarina, o principal centro apicultor do país. Os apicultores chegaram a perder metade de sua produção.

Como o quadro se estendeu, agora a cidade de Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, implementou uma ação para monitorar o problema, por meio da internet. Trata-se do site www.semabelhasemalimento.com.br que tem como objetivo servir como uma espécie de “plataforma para que apicultores e a comunidade científica registrem as ocorrências de desaparecimento e perda de abelhas em todo o mundo, contribuindo para a identificação de suas causas.”, conforme descrição oficial.

Esse projeto se localiza dentro do “Bee Alert” – ou Alerta das Abelhas – que compõe uma iniciativa mundial, que faz um trocadilho com o famoso verso de Shakespeare “To bee or not to be” – em livre tradução, seria algo como: Ou abelhas, ou não ser.

Você acha que é um problema simples e pequeno para tanta preocupação? Então vamos apresentar um dado “simples”: as abelhas são responsáveis por polinizar 1/3 de nossa alimentação; o que inclui grande parte das frutas e vegetais que consumimos, além de produzir mel. Com isso, corre-se o risco de termos um déficit alimentar de grandes proporções em um futuro próximo caso as abelhas desapareçam.

Faça a sua parte, consulte o site supra citado e assine a petição pela proteção às abelhas, para sensibilizar as autoridades mundiais, sobre esse problema de grande urgência.

Fonte foto: freeimages.com