©cottonbro/Pexels

Narcisismo espiritual: quem se acha evoluído, espiritualmente superior

Narcisismo espiritual: quem se acha evoluído, espiritualmente superior

Quando se fala em narcisismo, logo vem a ideia de pessoas exibicionistas que querem se sobressair a todo custo. No entanto, o narcisismo pode ser muito sutil e se expressar de várias maneiras, inclusive, pode se manifestar até nos bastidores da espiritualidade.

Por incrível que pareça, até pessoas com ar de santidade, que se acham “evoluídas” ou espiritualizadas, podem ser narcisistas.

Este tipo de expressão está relacionado ao narcisismo espiritual.

Neste conteúdo será explicado como isso pode acontecer.

Leia também:

Como é o narcisismo espiritual

Todos nós desenvolvemos um ego que atua como um intermediário entre nosso mundo interno e externo, e que está relacionado à nossa autoimagem.

Contudo, tem pessoas que dão uma excessiva importância ao ego, alimentando um forte orgulho e muita vaidade, querendo se destacar a qualquer preço.

E essa manifestação, paradoxalmente, pode se dar também no campo da espiritualidade, em buscadores espirituais.

Em seu livro Cutting Through Spiritual Materialism, o budista tibetano Chögyam Trungpa escreveu:

“Trilhar o caminho espiritual de maneira adequada é um processo muito sutil: não é algo para se saltar ingenuamente.

Existem numerosos desvios que levam a uma versão distorcida e centrada no ego da espiritualidade; podemos nos enganar pensando que estamos desenvolvendo espiritualidade quando, em vez disso, estamos fortalecendo nosso egocentrismo por meio de técnicas espirituais.”

O aprimoramento por meio dos ensinamentos, conhecimentos e práticas espirituais, quando não são assimilados e utilizados de forma consciente, podem servir para alimentar o orgulho espiritual ou místico do ego.

Nesse contexto, a espiritualidade acaba sendo um veículo de expressão e projeção do narcisismo.

Nesse caso, a pessoa se acha iluminada, sábia, conhecedora da verdade, mais evoluída e superior que os demais, e faz questão de mostrar seus feitos místicos e transcendentais, mesmo que estejam apenas no campo da teoria.

Leia mais:

Ego Espiritual

Quando o ego entra no comando ele sequestra o desenvolvimento espiritual.

“O ego é capaz de converter qualquer coisa para seu próprio uso, até mesmo espiritualidade.” — Chögyam Trungpa

O verdadeiro desenvolvimento espiritual requer atenção consciente, auto observação e percepção, para reconhecer quando práticas e ensinamentos espirituais estão sendo utilizadas como auto afirmação do ego, que anseia por reconhecimento, poder e aprovação.

O narcisismo espiritual pode se manifestar em toda classe de guias espirituais ou fiéis seguidores.

Estudo sobre a superioridade espiritual

Um estudo descrito no artigo científico Uma Exploração da Superioridade Espiritual: O Paradoxo do Auto valorização, publicado no European Journal of Social Psychology, revelou que pessoas adeptas de diversos tipos de práticas espirituais, demonstraram narcisismo e superioridade espiritual.

As autoras desse estudo, Roos Vonk e Anouk Visser, realizaram a pesquisa aplicando afirmações para os participantes responderem, utilizando uma escala de 1 a 7 à cada questão apresentada.

As questões continham afirmações como por exemplo:

  • Estou mais em contato com meus sentidos do que a maioria das outras pessoas.
  • Estou mais ciente do que há entre o céu e a Terra mais do que a maioria das pessoas.
  • O mundo seria um lugar melhor se outros também tivessem a percepção que eu tenho agora.

As autoras estabeleceram 3 escalas indicativas da superioridade espiritual, com as respectivas questões como:

Primeira escala -> Orientação espiritual:

  • Ajudo os outros sempre que possível em seu caminho para uma maior sabedoria e percepção.
  • Também ajudo os outros a adquirirem minhas ideias.
  • Sou paciente com os outros, porque entendo que leva tempo para ganhar as percepções que ganhei em minha vida e minha educação.

Segunda escala -> Excesso de confiança sobrenatural:

  • Posso enviar energia positiva para outras pessoas à distância.
  • Posso entrar em contato com pessoas que já faleceram.
  • Posso influenciar o mundo ao meu redor com meus pensamentos.

Terceira escala -> Contingência espiritual de autoestima:

  • Minha fé, em mim mesmo, aumenta quando adquiro mais sabedoria espiritual.
  • Quando adquiro novas percepções espirituais, isso aumenta minha autoestima.

Resultados do estudo

Por incrível que pareça, conforme os resultados deste estudo, a pontuação que revelou uma superioridade espiritual foi evidenciada entre os participantes que faziam treinamentos espirituais, pois estes teriam desenvolvido uma espécie de excesso de confiança sobrenatural relacionada à orientação espiritual auto atribuída.

Os resultados dessa pesquisa é um indicativo de que a demasiada auto valorização (seja ela qual for) pode deturpar inclusive métodos destinados a transcender o ego para alcançar a humildade, como é o caso da espiritualidade.

Em suma, as pessoas podem usar a espiritualidade como uma forma de massagear o próprio ego e a auto-estima, para se sentirem especiais, mesmo que não exista, de fato, um progresso espiritual.

Com todas essas informações, é notório que a temática do desenvolvimento espiritual pode ser um atrativo para aqueles que têm a tendência de se sentirem superiores, ou seja, cursos de autoconhecimento, práticas místicas e até religiões podem ser muito atraentes para os narcisistas se promoverem.

O Deus Dinheiro

Cursos, treinamentos, retiros, práticas e aulas voltadas para espiritualidade são cada vez mais comuns e atrativas para o Deus Dinheiro, tornando-se também solo fértil para o narcisismo espiritual.

Como tudo é marketing da realização pessoal, até a espiritualidade virou moeda de troca que, em vez de ser expressão da humildade, simplicidade e felicidade genuína, virou expressão de sucesso pessoal material.

É preciso refletir e avaliar se a busca pela espiritualidade é orientada pela paz interior, ou se existe alguma manifestação narcisista de se sentir superior e especial por buscar pela espiritualidade.

Ou, pior, pela crença de que a espiritualidade desenvolvida seja capaz de atrair abundância material à vida das pessoas, e é talvez exatamente por isso que tanta gente busca por ela.

Essa é uma forma sincera de se autoconhecer e, de fato, se aprimorar e amadurecer como ser humano e espiritual.

Todos estamos sujeitos à expressões de vaidade e orgulho em maior ou menor escala pois, somos humanos e temos um ego que anseia por reconhecimento  e valorização alheia. Entretanto, tomar consciência disso já é um passo avante no caminho do desenvolvimento interno e do verdadeiro autoconhecimento.

E você? Conhece algum narcisista espiritual? Aquele tipo de pessoa que se acha espiritualmente superior aos outros? Conta pra gente!

Para mais conteúdos voltados ao autoconhecimento, talvez te interesse ler também:

Pirâmide de Maslow: a Hierarquia das Necessidades e a Autorrealização

A importância e o poder da PACIÊNCIA. Como ser paciente nas horas certas

Método Self-Healing: a cura que vem do movimento e consciência corporal

Como e por que elevar sua vibração: benefícios físicos e espirituais

Escala de Hawkins: a influência das emoções na energia da vida

Gostou? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on tumblr
Share on reddit
Share on pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *