Tratamento antiestresse de 1 minuto, econômico e eficaz: banho de água fria!

Tratamento antiestresse de 1 minuto, econômico e eficaz: banho de água fria!

Será que vale a pena sentir o calafrio de um banho de água fria para aproveitar os benefícios dessa prática?

A ciência assegura que um banho de água fria combate o estresse e impacta positivamente o sistema imunológico.

Mas você aguentaria tomar um banho frio para aproveitar esses supostos benefícios?

Vale a pena encarar o frio?

Há quem não coloque o mindinho do pé em um lago ou rio gélido ou no mar durante o inverno. Logo, nem todo mundo realmente vai querer mergulhar de cabeça nas maravilhas de uma água fria. Já aqueles que são valentes basta respirar fundo e entregar-se ao desafio.

Segundo uma reportagem da BBC, cientistas investigaram a fisiologia da imersão em água fria e descobriram uma variedade de benefícios dessa prática, que interfere na pressão arterial, diabetes tipo 2 e inflamação crônica.

A esta altura você deve estar se perguntando: um banho quente é tão agradável e relaxante. Como um banho frio pode me fazer algum bem?

Ao longo da evolução humana, a água fria vem sendo considerada uma ameaça, ou seja, é uma fonte de estresse para o organismo, que acelera os batimentos cardíacos e dispara adrenalina. O corpo começa a realizar uma sinfonia para sobreviver.

O que a ciência tem a dizer

Toda essa descarga curta de adrenalina aparentemente desagradável, segundo os pesquisadores, seria a dose correta para desencadear os benefícios do estresse provocado pela água fria, que vão desde uma resposta imunológica positiva até a desobstrução de gordura nas artérias.

Trata-se, ainda, de uma área de investigação científica nova, mas que promete resultados promissores.

Um estudo

Um estudo realizado nos Países Baixos durante os meses de inverno com voluntários consistiu em que tomassem banho de água fria, durante 30, 60 ou 90 segundos, todas as manhãs pelo período de 30 dias consecutivos. O resultado é que eles se enfermaram 29% menos de dias do que um grupo de controle, que se banhava sem (quase) congelar-se.

Uma outra pesquisa, realizada por Mike Tipton, professor de Fisiologia Humana e Aplicada do Laboratório de Ambientes Extremos da Faculdade de Ciências do Esporte, da Saúde e do Exercício, na Universidade de Porsmouth (Inglaterra), investigou o que acontece com o corpo ao submergir na água gelada e qual impacto positivo e duradouro isso poderia oferecer ao corpo e ao cérebro.

Segundo o especialista:

“O trabalho que realizamos indica que as pessoas que se banham com água fria têm uma melhora da função imunológica, a qual não se limita a quem apenas nada ao ar livre. Além disso, as medidas dos marcadores da função imunológica parecem indicar que o benefício surge de uma imersão mais curta do que em uma mais longa”.

Vai encarar?

Você toparia passar pelo teste para aproveitar esses supostos benefícios ou prefere mesmo um bom banho quente e relaxante?

Na verdade você pode aproveitar ambos: banho relaxante e banho revigorante. Água é vida!

Talvez te interesse ler também:

Hidroterapia → 10 Fantásticos Benefícios e Usos da água

Água com canela: 10 motivos para beber todo dia. Veja como fazer

Terapia da Água: o que é e como funciona

Gostou? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on tumblr
Share on reddit
Share on pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *