Aranto: é verdade que pode ajudar a curar o câncer?

  • atualizado: 
aranto

Quando se fala em remédios naturais no combate ao câncer, logo surge a desconfiança: será que é verdade? Pensar assim não é errado, muito pelo contrário, pois é necessário ter um embasamento científico que comprove se determinada planta ajuda no tratamento de qualquer tipo de doença, não só do câncer.

O fato de se falar em plantas que ajudam a tratar o câncer, têm uma proporção maior devido a esta doença ser considerada o mal do século e algo que já condena as pessoas à morte. Porém, devemos lembrar que outras doenças graves como o HIV por exemplo, também tinham essa conotação, mas com o passar dos anos, após muitos estudos e pesquisas, foi possível controlar este problema com coquetéis específicos para o caso.

Graças à ciência e também aos biólogos, pesquisadores e naturalistas, muitas descobertas estão sendo feitas para agregar ainda mais valor ao que é natural, ou seja, às plantas que temos em abundância por todos os lugares. Assim como é o caso do aranto, uma planta de origem africana, mas que é bastante popular no Brasil e poucos sabem da sua enorme eficiência.

Vamos descobrir?

 

1. Que planta é essa?

Aranto (Kalanchoe daigremontiana) é uma planta nativa da ilha de Madagascar, na África, pertencente à família das suculentas (Crassulaceae), que foi trazida para a América pelos negros escravizados. Ela é encontrada facilmente na América do Sul, especialmente na Amazônia, mas tanto o uso quanto os estudos para o tratamento de doenças como o câncer é mais frequente em países como Argentina, Colômbia e Paraguai.

Algumas espécies dessa planta são utilizadas apenas como ornamentos, por isso é importante tomar cuidado caso opte por utilizá-la como tratamento alternativo.

Neste vídeo, o especialista em plantas faz recomendações importantes com relação ao uso da planta correta para o tratamento de doenças, bem como explica quais os efeitos colaterais e lista os estudos realizados sobre ela.

2. Quais os benefícios?

Além de ser indicado para ajudar no tratamento contra o câncer, o aranto também serve para curar doenças de pele, lesões, feridas, gangrenas e hemorragias. Isso porque ele também é considerado um anti-inflamatório e adstringente, podendo ser usado ainda para tratar reumatismo, hipertensão, cólica renal, febre e diarréia.

Devido ao seu efeito sedativo, diz-se ainda que o aranto ajuda a tratar problemas psicológicos, como por exemplo a esquizofrenia, síndrome do pânicodepressão.

Porém, para todos os casos mencionados acima é importante procurar primeiro uma opinião médica para depois iniciar com um tratamento complementar.

3. É eficaz contra o câncer?

Obviamente que toda e qualquer notícia publicada na internet deve ser confirmada, principalmente esta que compartilhamos. Por isso, o mais indicado é procurar opiniões de médicos e especialistas para ver o que eles acham sobre o assunto. Muitos irão torcer o nariz ou até mesmo recriminar o uso de qualquer tipo de planta, principalmente para tratar doenças graves como o câncer.

No entanto, não devemos esquecer de alguns ensinamentos dos tempos de nossos avós, ou até mesmo de algum curandeiro que, através das plantas, conseguem aliviar e tratar muitas doenças do corpo e da mente.

É que nós brasileiros temos como tradição a cura natural e até mística (diga-se benzedeiros e afins) que nos ensinaram nossos antepassados, índios e africanos por exemplo. Também outras culturas do mundo inteiro fazem usos populares de plantas e ervas para cura. Dos chineses aos egípcios, muitos povos curavam e continuam curando, ou pelo menos amenizando nossos males, através do conhecimento popular passado de geração em geração. Muitas destas tradições agora recebem o reforço da medicina natural que vem estudando e comprovando cada vez mais o poder das plantas.

Como exemplo disso, naturalistas da Argentina, escreveram uma série de livros publicados em Buenos Aires, confirmando a eficácia do aranto no tratamento do câncer e das doenças mencionadas anteriormente. Se é verdade ou não, depende de cada caso.

Existem muitos relatos de pessoas que foram curadas e dão dicas de como preparar a bebida com o aranto para tratarem doenças. No entanto, é muito arriscado colocar informações desse tipo à disposição das pessoas, sem ter experiência própria ou ser especialista no assunto.

4. Conclusões

Cada caso é um caso e requer sempre a consulta com um médico ou especialista em saúde, que seja um profissional sério, humano e bem informado.

Não podemos aqui afirmar que o aranto é a solução para o câncer, mas podemos compartilhar informações que ajudam a procurar por soluções naturais para combater esta e outras doenças, cujo tratamento médico é tão agressivo.

Se pudermos minimizar o uso de medicamentos e tirarmos melhor proveito do que já temos na natureza, muitos dos nossos problemas de saúde poderiam ser sanados. Porém, não adianta querer tratar qualquer doença com plantas e não se preocupar em mudar os hábitos de vida.

É importante pensar no que realmente nutre o nosso corpo, para quê ele foi feito e do que ele realmente precisa para se manter forte e cheio de energia. A maioria das pessoas quer soluções fáceis e práticas, mas esquecem que o que o corpo levou anos acumulando, não poderá ser eliminado em um piscar de olhos.

Por isso, cuide-se enquanto é tempo e aproveite os benefícios que a natureza oferece para complementar o seu estilo de vida. Saúde!

Leia mais:

setaGRAVIOLA CURA CANCER? VERDADE OU MENTIRA?

setaÁGUA, LIMÃO E BICARBONATO É UMA RECEITA REALMENTE EFICAZ CONTRA O CÂNCER?

setaDESODORANTES PODEM CAUSAR CÂNCER, DIZEM PESQUISADORES