Todos os Possíveis Sintomas da Chikungunya

  • atualizado: 
chikungunya

O vírus da Chikungunya afeta os humanos através da picada de um mosquito. Causa febre e dor nas juntas dos ossos. Raramente é fatal, mas os sintomas podem ser severos, durar muito tempo e serem debilitantes.

O vírus causa uma febre que pode durar alguns dias e as dores nas juntas dos ossos que podem durar semanas ou meses.

Os sintomas da Chikungunya são similares aos de outras doenças, como a dengue e a zika. Os sintomas normalmente aparecem alguns dias após o mosquito picar o individuo.

Leia mais: CONHEÇA OS SINTOMAS DA DENGUE, ZIKA, CHIKUNGUNYA E GRIPE

OS SINTOMAS MAIS COMUNS DA CHIKUNGUNYA SÃO:

  • febre, que pode ser bem alta
  • dor nas juntas
  • dor de cabeça
  • dores musculares
  • erupções cutâneas
  • inchaço ao redor das juntas

Em situações pouco comuns, os sintomas podem vir acompanhados de:

  • erupções maculopapulares (similar ao sarampo ou queimaduras),
  • conjuntivite,
  • náusea e vômito

Apenas um exame de sangue pode diagnosticar com certeza a infecção por Chikungunya, já que os sintomas tornam difícil diferenciá-la de outra doença. É importante descartar a chance de dengue o mais rápido possível, por causa da sua taxa de mortalidade maior - 50% se não tratada, contra 0,1% da chikungunya.

Se uma pessoa com os sintomas citados acima visitou recentemente uma área onde haja surto de qualquer uma dessas doenças (Chikungunya, Zika e Dengue), ela deve procurar um médico o mais rápido possível.

Raramente o vírus é letal, mas os sintomas podem ser muito severos e debilitantes. A maioria dos pacientes se recupera da febre em uma semana, mas as dores nas articulações é conhecida por persistir durantes meses. Até mesmo após um ano, vinte por cento dos pacientes relatam dores das articulações recorrentes.

TRATAMENTO DA CHIKUNGUNYA

Não existem remédios específicos para tratar a Chikungunya; os médicos simplesmente recomendam repouso e grande consumo de líquidos, inclusive soro caseiro.

Medicamentos sem receita médica vão ajudar a baixar a febre, as dores nas articulações, ou seja, a tratar os sintomas. Os medicamentos mais usados são naproxeno, ibuprofeno e acetaminofeno (paracetamol).

Já no caso das dores nas articulações, se estas forem persistentes, talvez seja necessário fazer fisioterapia.

Não existe vacina que previna o vírus da Chikungunya e apenas os sintomas são passíveis de tratamento.

AS MELHORES FORMAS DE TRATAR OS SINTOMAS SÃO:

  • Muito repouso.
  • Beber muito liquido para prevenir desidratação.
  • Tomar remédios como Tylenol ou paracetamol para reduzir a febre e as dores.
  • Não tomar aspirina ou antiinflamatórios não esteróides (AINE até que a dengue possa ser descartada para reduzir o risco de sangramento) - Se você estiver tomando remédios para outra condição médica, converse com seu agente de saúde antes de consumir mais medicações.

TRANSMISSÃO DA DOENÇA

aedes aegypit

Durante a primeira semana de infecção, o vírus da Chikungunya fica no sangue da pessoa afetada, e se ela por picada por outro mosquito, este adquire o vírus e pode passá-lo para outras pessoas, também através da picada do mosquito vetor.

Logo, para evitar a disseminação da doença, é importante que se evitem as picadas de mosquitos, principalmente nas regiões de surto, e se combata o mosquito a partir de seus ovos.

Atualmente não existe vacina ou tratamento antiviral, mas em geral, essa doença é curta e raramente fatal.

A CHIKUNGUNYA PODE APRESENTAR COMPLICAÇÕES. SÃO ELAS:

  • Inflamação da camada no olho entre a retina interna e a camada fibrosa externa composta da esclerótica e da córnea.
  • Inflamação da retina.
  • Inflamação do músculo cardíaco.
  • Inflamação do fígado.
  • Inflamação dos rins.
  • Hemorragia.
  • Inflamação das membranas do cérebro e tecido cerebral adjacente.
  • inflamação da medula espinhal.
  • Síndrome de Guillain-Barré: doença rara do sistema nervoso periférico caracterizada por fraqueza muscular.
  • Paralisias do nervo craniano - perda de função nos nervos cranianos.

PREVENINDO A CHIKUNGUNYA

pernilongos

Visto que a maior forma de transmissão da Chikungunya é a picada do mosquito, os melhores métodos de prevenção envolvem minimizar o contato com mosquitos. Hábitos que podem previnir a Chikungunya incluem:

  • Usar repelente de insetos contendo DEET (N, N-dietil-meta-toluamida) ou picaridina na pele e vestuário.
  • Usar roupas claras e que cubram o corpo todo.
  • Evitar sair de casa principalmente ao amanhecer e ao entardecer (horários em que os mosquitos estão mais ativos)
  • Evitar viajar para áreas com surto da doença.
  • Usar produtos que contenham óleo de eucalipto-limão ou PMD (p-Menthane-3,8-diol) pode ser eficiente.
  • Usar ar condicionado, pois ele detém a entrada de mosquitos em casa.
  • Dormir embaixo de uma rede contra mosquitos (mosquiteiros de tule).
  • Usar telas contra mosquitos nas janelas de casa. Plugs de tomada contra mosquitos ou vaporizadores de inseticida podem parecer benéficos mas a longo tempo podem se tornar ineficientes.

Apesar da Chikungunya não ser fatal, os sintomas são agonizantes e podem durar muito tempo, por isso a prevenção é essencial. Uma vez infectada, é provável que a pessoa se torne imune às infecções futuras.