Café pode matar? Qual é o limite recomendado?

  • atualizado: 

Tudo que é demais faz mal. Até água em excesso pode matar. Aconteceu de Davis Allen Cripe, um jovem norte-americano de 16 anos, morrer por ter ingerido demasiada cafeína, conforme informou o jornal The State.

Sua morte precoce alarmou o mundo inteiro afinal, café, é uma daquelas substâncias que “ora faz bem ora faz mal”, mas matar, ninguém espera como consequência.

E sim, café pode matar como aconteceu com o jovem cuja causa mortis oficial foi um "evento cardíaco induzido por cafeína causando uma provável arritmia", conforme disse o coronel do Condado de Richland, Gary Watts.

Leia também: QUANDO O SAUDÁVEL VIRA TÓXICO: 5 ALIMENTOS QUE É MELHOR NÃO EXAGERAR

A cafeína é uma substância que não está presente apenas no café. O adolescente havia ingerido uma garrafa de refrigerante Diet Mountain Dew, um café com leite e uma bebida energética ao longo de cerca de duas horas, anunciou Watts, ao dar a notícia sobre a morte durante uma entrevista coletiva na segunda-feira, 15. Watts disse que o adolescente tinha boa saúde e não havia nenhum histórico familiar de problema médico relacionado ao uso da cafeína.

Watts também disse que o adolescente “militava” contra o uso de drogas e álcool. Infelizmente drogas lícitas (álcool, açúcar, cigarro) podem fazer muito mais mal do que drogas ilícitas porque muitas vezes acreditamos que, sendo lícitas, são seguras ou menos perigosas.

"Davis, como tantas outras crianças e tantas outras pessoas, estão hoje lá fora fazendo algo que (ele) achava que era totalmente inofensivo, ou seja, ingerindo muita cafeína", disse Watts. "Nós perdemos Davis por uma substância totalmente legal."

Energéticos são um perigo

Claro que o que causou a morte do jovem norte-americano foi um abuso, um excesso inconsciente. Bebidas energéticas são muito perigosas pois contêm altas doses de cafeína. Misturadas com álcool (um costume entre jovens) é uma verdadeira bomba:

Saiba mais: ÁLCOOL COM ENERGÉTICO: UMA BOMBA QUE MATA!

Além disso, faz-se uso destas bebidas para estudar, trabalhar, enfim, acordar em um mundo que requer energia e atenção full time.

O pai do adolescente, no comunicado oficial, implorou que que os pais conversem com seus filhos sobre os perigos das bebidas energéticas.

"Não foi um acidente de carro que levou sua vida", disse. "Foi uma bebida energética. Pais, por favor fale com seus filhos sobre essas bebidas energéticas. E adolescentes e estudantes: por favor, parem de comprá-las."

"Uma xícara de café, uma lata de refrigerante não vai causar isso”, disse a Dra. Amy Durso, médica do Condado de Richland. "É a quantidade e também o período de tempo em que estas bebidas com cafeína são consumidas que podem trazer riscos.”

Porém, segundo a médica, a cafeína e as bebidas energéticas agem diferentemente no corpo.

Um estudo recentemente publicado no Journal of the American Heart Association descobriu que os 18 voluntários do estudo que consomiram bebidas energéticas tiveram níveis de pressão arterial mais elevados e por um longo período de tempo em relação àqueles que consumiram apenas cafeína com água. O estudo foi realizado em pessoas saudáveis ​​com idades entre 18 e 40 anos, depois de ter sido notada uma relação entre o consumo de bebidas energéticas com o aumento de emergências médicas e mortes.

Um outro estudo revelou que bebidas energéticas aumentam a pressão arterial em jovens adultos e saudáveis, os níveis de cortisol e o risco de eventos cardiovasculares. Este estudo levou em consideração jovens com idade média de 29. Ambos os estudos consideraram também a combinação de outros estimulantes, tais quais a taurina e o guaraná, além da cafeína contida nos energéticos.

Qual é o limite recomendado para consumir cafeína?

A recomendação de consumo de cafeína segundo a FDA (U.S. Food & Drug Administration), em adultos saudáveis, é de 400 mg por dia. Uma xícara de café tem aproximadamente 100 mg da substância dependendo do modo de preparo do café e também da sua qualidade.

250 ml de bebida energética tem aproximadamente 150mg de cafeína.

Outras substâncias que contêm cafeína são chocolate, chá, refrigerantes. Veja abaixo uma lista das bebidas e suas quantidades de cafeína.

Veja aqui: CAFEÍNA → MITOS E VERDADES SOBRE OS EFEITOS QUE ELA PRODUZ NO CORPO

Sem neurose

Não precisa ficar preocupado com esta história. Apesar de, no caso, o adolescente não ter tido histórico de doença cardíaca à qual o consumo de café pudesse afetar negativamente a saúde, morrer por consumo de cafeína é raro mas pode acontecer principalmente em pessoas predispostas.

Consultar regulamente um médico para fazer exames de rotina é um conselho para prevenção de doenças e para a manutenção da saúde. Acontece de muita gente não saber de haver problemas e incorrer em riscos que poderiam antes ter sido evitados.

Leia mais sobre café:

setaCÂNCER: SEU CAFEZINHO DIÁRIO FAZ BEM À SAÚDE

setaCAFÉ: QUEM DISSE QUE FAZ MAL AO CORAÇÃO?

setaREUTILIZE A BORRA DE CAFÉ NA SUA CASA, DE 10 MANEIRAS DIFERENTES

setaCAFÉ COMO VIAGRA PARA A DISFUNÇÃO ERÉTIL