Sinais de um ataque cardíaco: uma correta interpretação pode salvar vidas

  • atualizado: 
ataque cardíaco

Se uma pessoa que está ao seu lado tiver um ataque cardíaco, você sabe o que fazer? Pois é, mas às vezes nem os médicos sabem interpretar os sinais de um iminente ataque cardíaco em seus pacientes. É isso o que revela um novo estudo.

Ataques cardíacos secundários ou sinais sutis

Pesquisadores do Imperial College (Londres) concluíram que, quando os sinais de um ataque cardíaco foram ignorados, uma em cada seis pessoas morreram de ataque cardíaco em hospitais ingleses. Os pesquisadores analisaram todos os ataques ocorridos entre 2006 e 2010 e descobriram que 16% das pessoas que vieram a falecer haviam sido internadas nos 28 dias anteriores.

Os 135.950 registros analisados mostraram que 21.677 pacientes não tiveram sintomas cardíacos em seus registros hospitalares. Segundo Perviz Asaria, médico e um dos autores da pesquisa publicada na revista científica Lancet, explica que: "Médicos são muito bons em tratar ataques cardíacos quando eles são a principal causa, mas não tratamos muito bem ataques cardíacos secundários ou sinais sutis que podem apontar para um ataque cardíaco que termine em morte num futuro próximo".

Como interpretar um ataque iminente. Sintomas ignorados

Alguns sintomas como desmaio, falta de ar e dor no peito foram manifestados até um mês antes da morte de alguns pacientes, mas não foram interpretados pelos médicos como um sinal de alerta, porque não havia danos evidentes no coração dos pacientes.

Jeremy Pearson, diretor médico associado ao Instituto Britânico do Coração, diz que as falhas apresentadas pela pesquisa são preocupantes: "Esses resultados devem levar os médicos a serem mais vigilantes, reduzindo a chance dos sintomas se perderem e, em última análise, a salvar mais vidas."

Um sintoma comum de ataque cardíaco é a dor no peito, sobretudo, em fumantes ou em pessoas com fatores de risco. Mas nem todos os casos se manifestam com esse sinal clássico.

Sintomas comuns de ataque cardíaco

Aos primeiros sinais de um ataque cardíaco, é fundamental que a pessoa seja socorrida, para evitar complicações maiores e, até mesmo, um ataque fulminante capaz de levar à morte.

Entre os principais sintomas de um ataque cardíaco estão:

  • Dor torácica - sensação de pressão ou aperto no centro do peito
  • Dor em outras partes do corpo - pode ser sentida como se a dor estivesse viajando do peito para os braços (geralmente o braço esquerdo é afetado, mas pode atingir os dois), mandíbula, pescoço, costas e abdômen
  • Sensação de tontura
  • Transpiração
  • Falta de ar
  • Náusea
  • Sensação extrema de ansiedade (semelhante a um ataque de pânico)
  • Tosse ou chiado
  • Há casos em que aparece uma dor similar a uma indigestão e outros em que a pessoa não sente dor alguma, principalmente em mulheres, idosos e pessoas com diabetes.

Mas existem outros tantos que podem passar despercebidos:

setaLeia mais: INFARTO: 20 SINTOMAS QUE NÃO DEVEMOS IGNORAR

Prevenção

Se qualquer desses sinais se apresentar em você ou em alguém conhecido, procure um atendimento cardiológico para evitar um problema maior. E, claro, para evitar doenças cardíacas o melhor mesmo é a prevenção. Alimente-se de forma saudável e pratique exercícios físicos regularmente.

Especialmente indicado para você:

setaO PARACETAMOL AUMENTA OS RISCOS DE AVC E ATAQUE CARDÍACO

setaO QUE ACONTECE EM SEU CORPO QUANDO VOCÊ PARA DE FUMAR? DE 20 MINUTOS A 15 ANOS