Curso rápido de meditação para iniciantes: 3 truques bem simples

  • atualizado: 
meditação

Quantas vezes a gente não desanima de tentar aprender a meditar, não é? Parece uma coisa muito difícil de se fazer isso de ficar sentado, com a coluna ereta, esvaziando a mente, seguindo a respiração que entra e sai. Mas, vamos lá, tem coisa que a gente precisa se esforçar para aprender.

Existem 3 truques bem simples que vão te ajudar a começar o aprendizado da meditação: na verdade, são dicas que, na prática, te farão voltar ao eixo “céu-terra” e te ajudarão a esvaziar a mente ou, como se pode também dizer, a calar os pensamentos.

Escolhendo o lugar

Mas, antes de mais nada, escolha um lugar tranquilo, onde não vão te atrapalhar nem telefones nem chamados - escolha um lugar onde você possa “estar plenamente”. Sente-se da forma mais confortável que encontrar (não é preciso cruzar as pernas em posição de lótus, a não ser que você goste), mantenha a coluna ereta, de preferência, pois é mais fácil não adormecer estando sentado. Mentalmente, ou fisicamente, esteja em um ambiente natural - montanha, mar, jardim, campo. E, sinta a vida, a sua vida interna.

Começando! Bom treino!

meditar

1. Concentre-se nos dedos

O truque aqui é que você use os dedos, e suas sensações, como âncoras - basta que você tenha a sua atenção ancorada nos dedos, do pé, por exemplo, na sensação física de cada um deles, um por um, na sensação de calor, ou frio, ou contato com outras superfícies. Você poderá usar este truque tanto nas meditações passivas (em que você fica sentado, só respirando) como nas ativas, dinâmicas, que você pode fazer enquanto caminha, por exemplo.

meditacao instantanea

2. Faça uma varredura do corpo, de cima a baixo, e vice-versa

Aponte sua atenção para o dedão do pé - observe internamente, sinta - e por aí afora, subindo até a orelha, desça pelo outro lado. Esse truque vai te permitir entrar em estado meditativo quase de maneira imediata, sem esforço. Quando a gente se conecta com o corpo os pensamentos se apagam, e pronto. Mas, mesmo que um ou outro pensamento solto tente se intrometer, o importante é você saber diferenciar entre o que é um pensamento e o que é a percepção física - e voltar para a varredura. A técnica da varredura é realizada na meditação passiva sentado ou deitado, como você costuma, com os olhos fechados, só percebendo as sensações, ponto a ponto.

Esta é uma técnica altamente relaxante portanto, cuide de não adormecer no meio do caminho. Mas, caso durma, durma bem, aproveite.

meditando

3. Concentre-se na respiração que entra e sai

Respirar é fundamental e automático tanto que a gente, em geral, não tem consciência de que o está fazendo. É importante, para meditar e atingir outros níveis de consciência interna, que você se exercite em seguir sua respiração, o simples ir e vir do ar entrando e saindo pelo seu nariz.

Esse truque de meditação vai te abrir outras portas importantes pois, você pode e deve meditar em várias situações do seu dia-a-dia: quando caminha, toma banho, come, lava louça, guia, etc. Meditar é alcançar a tranquilidade interna e a arte está em trazer este estado para todos os momentos da vida.

Para te ajudar no aprendizado, te aconselhamos a encarar o Desafio Feliz Com Você, da Amanda Dreher, ouvir suas falas e ler seu e-book de orientação para meditação. Recomendamos também a leitura dos links abaixo:

Leia mais sobre meditação:

VOCÊ SABE COMO MEDITAR EM UM INSTANTE?

MEDITAÇÃO PARA CRIANÇAS: TÉCNICAS E BENEFÍCIOS

MINDFULNESS, A MEDITAÇÃO DA ATENÇÃO PLENA

COMO FAZER UM JARDIM ZEN PARA MEDITAR EM CASA