Se pensar queima tanta caloria, por que não emagrece?

Se pensar queima tanta caloria, por que não emagrece?

Viver é energia. Muita gente acha que só se queima calorias (energia) correndo ou fazendo atividade física, mas a verdade é que enquanto estamos vivos, estamos gastando energia, mesmo estando parados, apenas pensando.

Respirar, digerir, bombear o sangue, todas as atividades necessárias para nos mantermos vivos requerem energia (gastam calorias).

E pensar é uma das atividades que mais gasta energia.

O cérebro é o órgão que mais gasta energia

Que pensar pode ser cansativo, grande parte das pessoas já percebeu. Basta lembrar de quando esteve diante de um problema de difícil situação e se sentiu como se tivesse corrido uma maratona. Mas será que pensar gasta tanta energia assim, a ponto de fazer perder peso? Para responder essa pergunta, é bom ir por partes.

Inicialmente, sim. Pensar gasta muitas calorias. O equivalente a andar na esteira, correr por 30 minutos (a uma velocidade de 8.5km/h) ou dançar.

O cérebro, na realidade, é o órgão que mais gasta energia. Então, pensar queima calorias.

Em estado basal – que ocorre quando o organismo faz atividades mínimas necessárias para sobreviver, como respirar – o cérebro pode consumir até 350 calorias em um dia, representando 20% do que as pessoas costumam gastar diariamente, de acordo com informações do professor da Universidade de Granada e Pesquisador do Centro de Pesquisa Mente, Cérebro e Comportamento, Ignacio Morón.

Esse é o gasto comparável ao de atividades como correr, andar e dançar.

Para verificar como se dá esse gasto calórico, os pesquisadores medem o nível de irrigação sanguínea do cérebro. Vale lembrar que o principal combustível do cérebro é a glicose, então alguma fonte de “açúcar” é necessária para a sobrevivência, não tem jeito.

Porém a quantidade de gasto calórico vai depender da intensidade da tarefa intelectual executada.

Porém, embora pensar gaste muitas calorias, esse é um ato que não emagrece.

Por que pensar não emagrece?

Então, por lógica: penso e queimo caloria, logo, emagreço! Certo?

Errado! (senão estaríamos magros de tanto pensar!)

Pensar não emagrece porque, embora haja um grande gasto de calorias, a queima calórica cerebral não é suficiente para queimar gordura e emagrecer.

Ademais, o cérebro é um órgão e não um músculo. Um corpo musculoso queima mais calorias parado que um corpo sem músculo. Por isso, a recomendação médica para quem precisa emagrecer é fazer exercício aeróbicos para queimar gordura, e de força para ganhar músculo. Este conceito não se aplica ao cérebro, dado que o cérebro não é um músculo.

Exercite o cérebro mesmo assim

Você não vai parar de pensar porque pensar não emagrece (penso, logo existo!), até porque não é possível não pensar mas, brincadeiras à parte, exercitar seu cérebro tem outros benefícios.

Quem quiser fazer ginástica cerebral resolvendo problemas, montando quebra-cabeça, aprendendo uma nova língua, vai ter benefícios como aumentar as funções cognitivas, a memória, o foco e vai retardar o declínio cognitivo.

Resumindo…

Seu cérebro queima calorias realizando funções básicas. Queima um pouco mais se você pensar muito, mas não o suficiente para emagrecer.

Então exercícios físicos seguem sendo a melhor forma de perder peso, mas dá para aproveitar as corridas e caminhadas para solucionar questões difíceis. Talvez emagreça mais!

Talvez te interesse ler também:

Subir escada: economize energia, evite contágio e ganhe saúde 

Isotônico natural. Faça você mesmo seu ‘Gatorade’ em casa

Exercícios isométricos: tonificar e emagrecer sem se mexer

Pular corda: exercício completo. Emagrece, condiciona, tonifica

Gostou? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on tumblr
Share on reddit
Share on pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *