Ações da Natura não despencaram na Bolsa. Ao contrário, dispararam!

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin

Como o preconceito pode afetar as empresas e a sociedade? O ator transexual Thammy Miranda foi convidado pela Natura para ser influenciador da marca no Dia dos Pais. Quais desdobramentos teve a empresa com a sua escolha?

Muitas pessoas acharam a iniciativa valorosa, mas também houve uma chuva de fake news. Uma delas foi de que as ações da Natura despencaram na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) após o lançamento da campanha pela empresa, em 19 de julho.

A campanha começou com o vídeo “A presença é o melhor presente”, publicado no Youtube. Além de Tahmmy, vários pais foram convidados a participar de alguma forma da peça publicitária.

A transfóbica fake news de que a Natura estaria em queda ao associar-se com Thammy, além de mentirosa, revela um preconceito ainda enraizado na nossa sociedade contra os transexuais. A Lupa checou a “informação” e descobriu que o efeito foi exatamente o inverso: as ações da Natura aumentaram cerca de 6% após após a parceria com Thammy Miranda. As ações do Grupo Natura, que estavam avaliadas em R$ 43,60, passaram a valer R$ 46,11, segundo a Piaui.

Ataques transfóbicos apareceram nas redes sociais como “EuNãoComproNatura”, que ficou na lista dos dez assuntos mais comentados no Twitter. Thammy se manifestou com a postagem:

 “Amor, respeito, afeto e coragem são coisas que precisamos pra enfrentar a vida”.

A Natura, em nota, disse que “acredita na diversidade” e a sua campanha de dia dos pais deste ano priorizou a relação entre pais e filhos durante o isolamento social provocado pela Covid-19.

“A Natura celebra todas as maneiras de ser homem, livre de estereótipos e preconceitos, e acredita que essa masculinidade, quando encontra a paternidade, transforma relações”.

Talvez te interesse ler também:

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin
É doutora em Estudos de Linguagem, já foi professora de português e espanhol, adora ler e escrever, interessa-se pela temática ambiental e, por isso, escreve para o GreenMe desde 2015.
Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Siga no Instagram
Siga no Facebook