A Antiga Tradição Sueca de Caminhar no Bosque para Conhecer o Futuro

A Antiga Tradição Sueca de Caminhar no Bosque para Conhecer o Futuro

“Bola de cristal, jogo de búzios, cartomante…Como será o amanhã?” Final e começo de ano as pessoas correm para agendar um encontro com o seu guru preferido para saber um pouquinho sobre o futuro, pedir conselhos, etc. Pois na Suécia, o guru é o bosque.

Conheça a antiga lenda do Årsgång, a caminhada do ano que, embora não se use mais fazê-la, sua história continua.

Entre a realidade e a fantasia

Imagine estar em um bosque sozinho, ao seu redor há apenas a escuridão da noite, o som do vento e os batimentos cardíacos que te acompanham enquanto você avança na busca por seu futuro. Na Suécia, tudo isso tem um nome: a tradição de Årsgång, que é uma caminhada entre realidade e fantasia.

De acordo com esta crença sueca, para que o ano seja propício, é preciso enfrentar a chamada caminhada do ano durante a fria Noite do Ano Novo pois, este passeio pode prever o que o ano vindouro reserva ao caminhante.

Caminha-se para encontrar as respostas de um futuro incerto.

É nessa noite que a lenda diz que é possível encontrar criaturas estranhas que vagam pela floresta.

As origens do Årsgång datam de 1600 e podem ser encontradas no livro Folk Belief e Traditions of the Supernatural de Tommy Kuusela.

Na prática, vagando sozinho, o aventureiro aprende sobre o seu próprio destino e o do local em que vive, após se encontrar no bosque com criaturas misteriosas e entidades assustadoras, como o cavalo do córrego, a huldra ou outros seres mais amigáveis.

O cavalo do córrego, por exemplo, diz a lenda, que enfeitiçava as crianças fazendo-as montar sobre eles e, uma vez que conseguia juntar várias crianças, se jogava na água afogando todos os pequenos cavaleiros. Igualmente instigante é a história da huldra, uma ninfa em forma de árvore que atraía as pessoas e depois as matava.

Nas páginas de Kuusela, há muitos outros personagens relacionados à estas caminhadas que devem ser uma experiência solitária, mesmo que, se duas pessoas se encontrarem, podem caminhar lado a lado, com o pacto de não se comunicarem entre si.

Mas existem também espíritos mais cômicos e menos trágicos no livro.

Embora esta tradição não esteja mais em voga, desde 2013 existe um videogame que a lembra: uma animação que inclui uma caminhada na qual os jogadores têm que derrotar os demônios e os espíritos do mal.

Meditação ou passeio

Uma boa caminhada imerso na natureza, seja no bosque, numa praia deserta ou numa floresta, não deixa de ser uma ocasião perfeita para entrar em profundo contato consigo mesmo, e descobrir o próprio futuro analisando os medos e se fortalecendo na fé. Difícil é encontrar lugar deserto e seguro para fazer tal experiência.

Que tal fazer uma meditação nesse sentido?

Imaginar um passeio onde monstros e anjos apareçam apenas para te guiar em um caminho de luz onde você constrói o seu futuro.

Essa pode ser uma das várias simpatias de Ano Novo para quem clama por um novo ciclo cheio de realizações, mas está disposto a enfrentar os próprios monstros pois sabe que pensamento positivo, apenas, não é suficiente.

Bola de cristal, jogo de búzios, cartomante… a resposta para o seu futuro pode estar dentro de você.

Talvez te interesse ler também:

Positividade TÁTICA em vez de tóxica: pois pensar positivo não basta

Como descobrir suas crenças limitantes e se libertar delas

Mindset: o que é, tipos e como desenvolver para o crescimento

Quais são as 7 leis espirituais do sucesso?

Pessoas avarentas: o que leva alguém a ser tão avaro?

Gostou? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on tumblr
Share on reddit
Share on pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.