Sálvia: seu óleo essencial é medicinal. Como e quando usar

  • atualizado: 
óleo essencial de sálvia

O óleo essencial de sálvia é obtido por destilação a vapor das folhas das partes altas floridas das diferentes variedades de sálvia, incluindo a Salvia officinalis e a Salvia sclarea. Ambos os óleos essenciais destas duas espécies contêm propriedades antibacterianas e antivirais, melhoram os distúrbios relacionados ao ciclo menstrual e à menopausa, têm efeitos benéficos na circulação sanguínea e são úteis seja para a saúde que para a beleza.

Não é por acaso que a sálvia é frequentemente chamada de planta amiga das mulheres.

No entanto, o óleo essencial de Salvia officinalis deve ser usado com cautela devido à presença de tujona, uma molécula que apresenta neurotoxicidade.

Óleo essencial de Salvia officinalis

PROPRIEDADES

As folhas e os topos floridos da Salvia officinalis contêm cerca de 5% de óleo essencial, composto de tujona, cânfora, cineol, β-cariofileno e limoneno.

O principal uso do óleo essencial da Salvia officinalis refere-se aos distúrbios menstruais e à menopausa: essa essência é de fato particularmente indicada no caso de menstruação irregular ou dolorosa, e para as andadas de calor da menopausa.

Como muitos óleos essenciais, também o da Salvia officinalis possui propriedades antivirais, antibacterianas e antifúngicas que o tornam um excelente remédio natural para o tratamento de infecções por herpes e cândida, além de distúrbios respiratórios e gripais.

COMO USAR O ÓLEO ESSENCIAL DE SALVIA OFFICINALIS

Para tirar maior proveito dos benefícios do óleo essencial de sálvia medicinal, adicione duas gotas desta essência a uma colher de sopa de um óleo vegetal da tua preferência, e aplique o óleo localmente para tratar aftas ou massageie-o no peito para melhorar a respiração tosse, resfriado ou bronquite.

Para distúrbios respiratórios, também é possível difundir a essência da sálvia no ambiente usando um difusor clássico (réchaud) ou ultrassônico. 

Quanto à Candida albicans, a essência da sálvia pode ser adicionada ao sabonete íntimo (uma gota a cada 10 mililitros de sabonete) ou o óleo essencial pode ser tomado por via oral, mediante prescrição médica.

A essência da sálvia tomada por via oral também tem ação colerética, isto é, estimula a produção e secreção de bile, melhorando os processos digestivos.

CONTRAINDICAÇÕES

O tujione presente no óleo essencial da Salvia officinalis é neurotóxico e abortivo, portanto, a essência desta espécie de sálvia deve ser usada com especial cuidado, sobretudo para uso interno. O seu óleo essencial também é contraindicado durante a gravidez, em crianças, em hipertensos, em epiléticos e em caso de sensibilidade a um de seus componentes.

Para usar externamente o óleo essencial de Salvia officinalis, ele deve primeiro ser diluído em um óleo vegetal qualquer, na extensão de uma ou duas gotas para cada dez mililitros de óleo vegetal.

O uso interno é recomendado apenas sob supervisão médica e por curtos períodos de tempo.

Óleo essencial de Salvia sclarea

PROPRIEDADES E COMO USAR

O óleo essencial de Salvia sclarea, ao contrário do da Salvia officinalis, não contém tujona e seu uso é quase inteiramente análogo ao uso da essência da sálvia-comum.

Este óleo essencial também é indicado para o tratamento de distúrbios relacionados ao ciclo menstrual e à menopausa, como dismenorreia, amenorréia, síndrome pré-menstrual, dor durante o ciclo e ondas de calor na menopausa.

Além disso, o óleo essencial da variedade sclarea também é indicado para problemas circulatórios e hemorróidas.

Para aproveitar os seus benefícios, basta adicionar uma gota deste óleo essencial a uma colher de sopa de óleo de amêndoa doce e usar a mistura obtida para aplicações locais em caso de hemorróidas e frieiras, ou para massagens corporais para promover a circulação e na barriga para aliviar distúrbios relacionados ao ciclo menstrual.

O óleo essencial de sálvia também é amplamente utilizado em cosméticos e, graças às suas propriedades adstringentes e reguladoras do sebo, é especialmente indicado para peles e cabelos oleosos, impurezas da pele e caspa oleosa.

Por exemplo, é possível adicionar uma gota de óleo essencial de sálvia à argila verde na preparação de máscaras faciais purificantes ou em uma colher de chá de gel de Aloe vera para ser usado como um regulador para pele com excesso de sebo e impurezas, assim como no couro cabeludo com caspa, ou para tratar cabelos demasiado oleosos.

Para finalizar, o óleo essencial de sálvia parece ser capaz de reduzir a transpiração, por isso, combinado com suas propriedades antibacterianas, o torna um excelente ingrediente natural para adicionar aos desodorantes caseiros.

Contraindicações

O óleo essencial de Salvia sclarea não apresenta contraindicações específicas, mas seu uso deve ser evitado na gravidez e em crianças, bem como em pessoas alérgicas a um ou mais componentes presentes na sua essência.

Talvez te interesse ler também:

SÁLVIA: SAIBA COMO CULTIVAR A PLANTA MAIS AMADA DAS MULHERES

SÁLVIA: COMO USAR PARA SE SENTIR BEM E PARA A BELEZA DA PELE E DOS CABELOS

CHÁ DE SÁLVIA → OS BENEFÍCIOS PARA TUA SAÚDE, CONTRAINDICAÇÕES E COMO PREPARAR

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!