Conserva de gengibre: a receita. Ótima para artrites e inflamações

  • atualizado: 
Conserva de gengibre

O gengibre é um antiinflamatório poderoso e serve para tratar, e prevenir, diversas doenças que nos incomodam e até podem nos prejudicar a qualidade de vida. Esta receita, de conserva de gengibre, para além de gostosa, mantém as qualidades medicinais desta raiz. Veja abaixo, como preparar sua conserva de gengibre.

Conserva de gengibre

Ingredientes

* 1/2 kg de gengibre sem casca (cortado em fatias fininhas)

* 1 xícara de vinagre de arroz (também se pode usar o vinagre de maçã)

* 3 colheres (sopa) de sal

* 1/2 xícara de açúcar mascavo

Modo de preparo

Ponha o gengibre cortado em fatias finas em uma panela com água (2 copos é suficiente) e cozinhe até ferver (5 minutos de fervura é suficiente).

Coe as rodelas mas, não jogue fora a água de gengibre (mais abaixo te direi o que fazer com ela). Deixe esfriar em um pote de vidro, já preparado para a conserva.

Enquanto isso, em outra panela, ponha o vinagre, o sal e o açúcar para ferver um pouco. Desligue o fogo e deixe a mistura esfriar.

A quantidade de líquido deverá ser suficiente para cobrir o gengibre totalmente.

Quando tudo estiver frio, junte o líquido de vinagre, sal e açúcar (esta formulação é básica para qualquer conserva) às fatias de gengibre. Tampe o vidro e deixe curtir por uns 2 dias, em temperatura ambiente, em lugar escuro (ou use um pote escuro, para impedir a ação da luz que afeta o processo). Depois desse tempo, a sua conserva de gengibre deverá ser guardada na geladeira, por até 6 meses.

Ah, você poderá usar, para esta receita, o gengibre fresco ou o seco mas, claro que, com o gengibre fresco ela ficará mais gostosa e saudável.

Como usar a conserva de gengibre

gengibre

Use a conserva de gengibre, sem cozinhar de novo, para temperar saladas, comer em sanduíches ou servir como entrada. Se o seu objetivo for, para além de culinário, o tratamento de dores (reumáticas ou artríticas), reduzir o colesterol ou criar mais imunidade, consuma diariamente uma quantidade equivalente a uma colher de sobremesa, pelo menos.

Não há referência a uma dose máxima - qualquer incômodo seu com a ingestão do gengibre vai depender da sua sensibilidade pessoal mas dê uma lida, abaixo, para os cuidados com o uso do gengibre.

Essa receita da conserva de gengibre eu encontrei aqui mas, é muito parecida com a que se fazia na minha família.

Água de cozimento do gengibre

Lá em cima eu te pedi para reservar a água do cozimento do gengibre porque essa água de nada é uma maravilha para melhorar seu sistema imunológico e, forte como está, poderá diluir em até 10 vezes, para tomar aos copos - misture um limão espremido, uma colherada de mel - duas a três vezes por dia.

Leia mais:

setaSUCO DE LIMÃO COM GENGIBRE: DÁ ENERGIA, EMAGRECE E REFRESCA

setaGENGIBRE E LIMÃO: O QUE ACONTECE AO CORPO SE CONSUMIRMOS OS DOIS JUNTOS TODOS OS DIAS?

Cuidados no uso do gengibre

Porém, como todas as ervas medicinais e, aliás, como tudo, o exagero no gengibre também pode ser prejudicial, para pessoas com hipotiroidismo, que sofram de pressão alta (em alguns casos ele aumenta a pressão, em outros, abaixa), para pessoas com excessiva sensibilidade gástrica, gestantes, lactantes e crianças pequenas.

Especialmente indicado para você:

setaQUAIS SÃO OS EFEITOS DA INGESTÃO DIÁRIA DE GENGIBRE? (INFOGRÁFICO)

setaGENGIBRE: PROPRIEDADES MEDICINAIS COMPROVADAS

setaCOMO PLANTAR GENGIBRE E TER SEMPRE EM CASA ESSE REMÉDIO NATURAL

seta10 RECEITAS DE CHÁ DE GENGIBRE: QUENTE E GELADO