Frankie, o cão que fareja tumores

Cães treinados para detectarem Covid-19 até 5 dias antes dos sintomas

Cães que já atuam no diagnóstico de outras doenças, estão sendo treinados para detectarem a Covid-19, com a finalidade de descobrirem pessoas infectadas, principalmente em aeroportos, a fim de evitar a proliferação do novo coronavírus.

A pandemia da Covid-19 causou mais de 20 milhões de infecções e um milhão de mortes no mundo inteiro. Por isso, como forma de prevenção da contínua disseminação do vírus, tem sido realizado em vários países o treinamento de cães  para farejar infectados com o SARS-CoV-2

O poder olfativo dos cães

A capacidade olfativa de um cão é incrível. Um cão pode detectar e distinguir vários cheiros, por mais sutis que sejam. Sabendo disso, especialistas em comportamento animal estão treinando esses animais para distinguir o cheiro característico de pessoas contaminadas pelo novo coronavírus.

Isso ocorre porque, quando alguém está infectado, acontecem várias reações metabólicas no corpo,  produzindo  compostos orgânicos voláteis que se concentram nos órgãos vinculados ao suor.

Essas reações podem se dar vários dias antes de a pessoa apresentar algum sintoma.

Segundo informações da professora Anna Hielm-Bjorkman, da Universidade de Helsinque, na Finlândia para a BBC, os cães podem detectar o vírus em humanos até cinco dias antes do aparecimento dos sintomas.

A veterinária Susan Hazel, da Universidade de Adelaide, na Austrália, explica essa acentuada capacidade olfativa dos cães explicando:

“Os compostos orgânicos voláteis que são liberados das amostras de suor são uma mistura complexa. Portanto, é provável que os cães estejam detectando uma mistura particular de cheiros, em vez de compostos individuais.

Os cães têm em média 220 milhões de receptores olfativos no nariz, o que lhes permite detectar alterações mínimas nas substâncias.”

A finalidade desse treinamento dos cães é para que atuem como farejadores em locais de chegada de pessoas, como aeroportos ou estações de trem, a fim de evitar mais restrições, isolamento social e novas contaminações.

Nesse contexto,  temos o exemplo dos cães com esse treinamento, que há algumas semanas começaram a rastrear passageiros no aeroporto de Helsinque, na Finlândia.

Cães podem ser infectados?

Diante dessa questão, surge uma pergunta e os cães podem ser infectados?

De acordo com o que disse o treinador de cães e veterinário colombiano, Felipe Valencia, à BBC:

“Não, realmente não há possibilidade de eles ficarem infectados porque as amostras são protegidas por um material que impede o contato com o animal.

Além disso, fazemos exames regulares para saber o estado de saúde deles.”

Treinamento de cães

Esse vídeo do canal Dw Brasil mostra como ocorre o treinamento em cães durante 6 meses na Medical Detection Dogs, ONG britânica que ensina os cães a serem biodetectores. A instituição também instrui cachorros para identificar câncer, malária e Mal de Parkinson:

Animais pagando o pato

Mais uma vez, devido aos problemas e prejuízos desencadeados pelo sistema de nossa sociedade, hábitos e comportamentos prejudiciais do ser humano, os animais acabam sendo envolvidos e recebendo essa carga.

Mais do que detectar a Covid-19, é preciso trabalhar na prevenção e nos cuidados com a saúde em todos os níveis: emocional, físico e mental.  E, aliado a isso, praticar uma boa alimentação, tomar Sol, beber água e respirar bem.

A imunidade é nossa maior proteção e, infelizmente, nem os governos e nem os cidadãos se dão conta disso.

Talvez te interesse ler também:

Coronavírus: como fortalecer a imunidade e prevenir contágios para evitar o drama da quarentena

Frankie: o cão que fareja tumores e não erra

Forbes 2020: a pandemia fez os ricos ficarem mais ricos

Bebês estão se alimentando de plástico, desde a mamadeira, revela estudo

Sobre Deise Aur

Avatar
Professora, alfabetizadora, formada em História pela Universidade Santa Cecília, tem o blog A Vida nos fala e escreve para GreenMe desde 2017.

Veja Também

Major: o primeiro cachorro resgatado a entrar na Casa Branca

Um hóspede especial está prestes a entrar na Casa Branca. Ele será o primeiro cachorro …