Dracena: Veja porque vale a pena ter em casa a árvore da felicidade

Dracena a árvore da felicidade

Quantos de vocês têm uma Dracena para enfeitar sua sala? Nem todo mundo sabe que esta planta de apartamento esconde várias propriedades.

Não é por acaso que o nome "Dracaena" que vem do grego "drakaina =dragão" (referindo-se à Dracaena draco, uma árvore subtropical sempre verde), que a população das Ilhas Canárias lhe atribui propriedades mágicas. A Dracena produz uma resina vermelha com a qual magos, alquimistas e curandeiros curavam hemorragias, feridas, úlceras e lepra. E ainda com este "sangue de dragão" tingiam utensílios e outros apetrechos, além de eliminarem a ferrugem.

Propriedades da Dracena

As espécies mais conhecidas de Dracena, usadas como plantas de apartamentos são, a Dracaena braunii, a Dracaena deremensis, Dracaena fragrans, Dracaena godseffiana e Dracaena marginata.

Hoje se sabe que até mesmo no ar que respiramos em casa, há uma pequena concentração de substâncias tóxicas provenientes de várias fontes: além de produtos químicos, internos ou externos, para formar a poluição do ar interior, também contribuem pequenos organismos como o pólen ou partículas de pele. Em alguns casos se fala da síndrome do edifício doente, que comporta uma variedade de distúrbios, leves e nem tão leves, que podem afetar pessoas que permanecem muito tempo em casa ou no escritório.

Dor de cabeça e ardência nos olhos, náusea e perda de concentração: uma planta fresca de Dracena poderia resolver esses problemas! A Dracena também é conhecida por sua capacidade de absorver dióxido de carbono, emitindo oxigênio fresco e, quanto mais oxigênio nosso corpo possui, maior se torna a nossa capacidade de concentração e produtividade. Além disso, a planta é capaz de controlar a humidade de um ambiente fechado, nos evitando assim, inúmeras doenças.

As plantas que pertencem ao gênero Dracaena, também removem o benzeno (do ar onde há fumaça de cigarro, por exemplo); o formaldeído (usado na produção de toalhas de papel, toalhas, lacas e vernizes); o tolueno (usado para substituir o benzeno seja como reagente ou como solvente, ou seja, utilizado para dissolver as resinas, gorduras, óleos, vernizes, colas, corantes, e outros compostos) e o xileno (utilizado como solvente na imprensa e para o tratamento de pneus e couro). Substâncias causadoras de asma, tontura, sonolência, aumento dos batimentos cardíacos, tremores, e irritações da pele.

Por último, mas não menos importante, ter uma Dracena dentro do quarto ajuda a reduzir o estresse, a ansiedade, a tristeza e a livrar-se da fadiga mental que domina a noite. Você se sentirá melhor e seu quarto será preenchido de positividade com esta planta!

Um estudo espanhol em 2009 propôs o uso de extratos de Dracena para a produção de produtos cosméticos, alimentares e nutricionais com destaque para as propriedades hidratantes, firmadoras e restauradoras da pele; protetivas contra a exposição solar e propriedades bactericidas e anti-inflamatórias, tanto que, tem sido utilizada também em pastas de dentes e desodorantes.

Contra-indicações

A presença de uma Dracena em casa ou no escritório não envolve efeitos colaterais porque não é tóxica para os seres humanos. No entanto, se você tem um animal de estimação, você deve colocar a planta em um lugar onde seu animal não possa alcançá-la pois pode ser tóxica para ele.

Leia também:

CONHEÇA OS ALIMENTOS QUE TE DEIXAM MAIS FELIZ

FENG SHUI: 10 CONSELHOS PARA DECORAR A CASA

O AR POLUÍDO DO ESCRITÓRIO FAZ MAL À SAÚDE E NOS DEIXA MENOS PRODUTIVOS