©hsi.org

México: o primeiro país da América do Norte a proibir teste animal em cosméticos

México: o primeiro país da América do Norte a proibir teste animal em cosméticos

Vitória! o Senado mexicano acaba de aprovar por unanimidade um projeto de lei que proíbe testar  cosméticos em animais.

Como informa o HSI (Humane Society International), a aprovação de abrangência federal faz com que o México se torne o primeiro país da América do Norte, e o 41º no mundo, a proibir essa crueldade desnecessária aos animais de laboratório.

E mais: a nova lei também proíbe a fabricação, importação e comercialização de cosméticos testados em animais em outros países. Isso é ótimo porque muitas vezes o fabricante compra ingredientes testados em países onde esse tipo de crueldade ainda é permitida, literalmente maquiando a proibição.

Salve o Ralph

O sucesso da campanha #BeCrueltyFree Mexico muito se deveu ao filme de animação Salve o Ralph que comoveu muita gente no mundo inteiro:

Salve o Ralph: a triste realidade dos animais usados em laboratório

O filme conseguiu fazer com que mais de 1,3 milhão de pessoas assinasse petições no México para o fim dos testes em cosméticos.

A Humane Society International Mexico e a ONG Te Protejo, que encabeçaram a campanha pelo fim da crueldade, festejam e elogiam os envolvidos no projeto:

“Estamos entusiasmados em ver o México se tornar o primeiro país da América do Norte a proibir os testes cosméticos em animais e elogiar nossa o senador Ricardo Monreal, patrocinador do projeto de lei, e todos os congressistas e mulheres por votarem pelo fim dos testes cosméticos em animais no México. ”

“Agradecemos ao governo mexicano por mostrar liderança nesta importante questão e continuaremos a trabalhar com eles para implementar os compromissos e fazer cumprir uma proibição robusta. Este é um passo monumental para os animais, consumidores e ciência no México, e esta legislação inovadora abre caminho para que as Américas se tornem o próximo mercado de beleza livre de crueldade, e nos traz um salto mais perto de uma proibição global. ”

As empresas que não testam cosméticos em animais

Lush, Unilever, P&G, L’Oréal, Avon e outras marcas estão colaborando com a HSI para apoiar empresas menores e autoridades governamentais para o fim dos testes no mundo todo.

Alternativas que garantam a saúde humana e dispensam maus-tratos aos animais já existem, como vimos aqui:

Vitória!

Agora são 41 países a proibirem oficialmente os testes em animais para produção de cosméticos com a recente adição do México, mais 10 estados no Brasil e 7 nos Estados Unidos.

Talvez te interesse ler também:

Universidade reconhece direito dos estudantes recusarem vivissecção em animais

Como saber se os produtos que você usa foram testados em animais

STF valida lei que proíbe teste em animais no Rio de Janeiro 

Reino Unido abre portas para teste em animais depois de 23 anos

Gostou? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on tumblr
Share on reddit
Share on pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *