Bolsonaro defende a mineração na Floresta Amazônica e coloca em risco fauna e flora da região

  • atualizado: 
Bolsonaro

O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, apoia que a Floresta Amazônica brasileira seja explorada como fonte de mineração.

Jair Bolsonaro, durante inauguração do novo aeroporto de Macapá, defendeu a exploração da Reserva Nacional de Cobres e Associados (RENCA).

Nesta reserva está parte da Floresta Amazônica e Bolsonaro quer que sirva como área de mineração, alegando que irá trazer mais riquezas para a região.

"Vamos usar as riquezas que Deus nos deu para o bem-estar da nossa população", disse, Bolsonaro.

A RENCA, situada no estado do Amapá, ocupa cerca de 17.800 milhas quadradas (46.100 quilômetros quadrados), uma área extensa rica em ouro, cobre e minério de ferro, além de outros minerais.

Essa vasta área florestal tem o tamanho do estado do Espírito Santo e um pouco mais que a Dinamarca.

A RENCA foi criada em 1984, visando salvaguardar este território, fonte de minérios, da invasão de mineradores estrangeiros.

Na época, a RENCA foi estabelecida através de um Decreto Presidencial, por isso, pode ser revogado pelo presidente atual, sem aprovação do Congresso Nacional.

Com o tempo, a RENCA, com sua reserva, ajudou na proteção da região da Calha Norte do Rio Amazonas, que é hoje uma das mais bem preservadas da Amazônia.

Bolsonaro definiu a dificuldade de entrar nesta área florestal, como "indústria da demarcação indígena".

A Amazônia é a maior floresta tropical do mundo, sua conservação ajuda o planeta a não sucumbir com os efeitos do aquecimento global e da poluição, graças à grande quantidade de dióxido de carbono que suas árvores absorvem.

No governo antecessor ao de Bolsonaro, que foi o de Michel Temer, a exploração de minérios na RENCA chegou a ser liberada, porém, a pressão popular e dos ambientalistas impediu que seguisse adiante.

O atual governo do presidente Bolsonaro, quer retomar a exploração de minério na Amazônia e defende essa postura, dizendo:

"A Amazônia pode ser uma solução para o mundo e não um problema para nós."

"Vocês não terão problema com o ministro do Meio Ambiente, de Minas e Energia ou de qualquer outro."

Precisamos lembrar o nosso presidente que a Floresta Amazônica regula também o clima brasileiro e quanto maior o desmatamento na Amazônia, mais alterações climáticas ocorrerão em nosso território.

Além disso, a atividade de mineração contamina a água, com metais tóxicos prejudicando a vida na região.

Existem outras formas sustentáveis de se produzir riqueza sem devastar ainda mais a Floresta Amazônica e causar danos irreversíveis aos seres vivos e à Natureza.

Acorda Brasil!

Talvez te interesse ler também:

BOLSONARO, PARE DE DESTRUIR A AMAZÔNIA, PEDEM AMBIENTALISTAS

BOLSONARO: O CANDIDATO QUE PROMETE GUERRA AOS ÍNDIOS E À FLORESTA AMAZÔNICA

SAIBA QUEM É RICARDO SALLES, O MINISTRO DO MEIO AMBIENTE

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!