Castanhas-do-Brasil: um concentrado de vitamina E, selênio e sais minerais

Castanhas do Pará

Coisa boa, coisa nossa: além de serem particularmente gostosas, as castanhas-do-pará são extremamente ricas em nutrientes essenciais para o nosso corpo, presentes nestes frutos tão pequenos e em quantidades realmente relevantes. Basta comer um par de castanhas ao dia para adquirir um monte de energia!

Em particular, estes frutos contêm uma grande quantidade de vitamina E (cerca de 7,87mg por 100g) e especialmente selênio (1917 mcg por 100g - provavelmente uma das percentagens mais elevadas na natureza), um mineral com fortes qualidades antioxidantes e útil para diferentes funções do nosso corpo, como na proteção dos neurônios, no funcionamento da tireoide e no fortalecimento do sistema imunológico. Além disso, o selenium está ligado à prevenção do câncer de próstata, conforme indicam algumas pesquisas.

Entre outros minerais presentes neste fruto seco estão, ferro, zinco, magnésio, cálcio e potássio; vitaminas do complexo B e "gorduras boas" em particular o ácido palmitoléico e o ácido oleico, muito úteis para abaixar o colesterol ruim, LDL, no sangue.

As castanhas-do-brasil também são uma ótima fonte de proteína (14 g por 100 g), de modo que seu uso é especialmente recomendado para atletas e vegetarianos e veganos.

Única desvantagem: estes alimentos são muito calóricos (675 calorias por 100 gramas), então você não deve exagerar, o que é difícil porque são muito gostosas!

Curiosidades:

Elas são chamadas de castanhas-do-brasil na Europa, nós a chamamos de Castanha-do-Pará, mas, na realidade, são produzidas também na Bolívia e no Peru, além do Brasil. A árvore que as produzem (Bertholletia excelsa) é muito grande e majestosa, vive até 300 anos e só é encontrada nas regiões da Amazônia porque só ali existem insetos polinizadores capazes de quebrarem as suas sementes lenhosas resistentes. Ela produz frutos grandes semelhantes aos cocos que quando abertos contêm até 20 castanhas-do-brasil dentro de suas cascas!

Fonte: NaturoManiaBlog

Fonte foto capa: wikipedia.org