Reclamar demais pode ser ou virar doença e, como um vírus, contagia os outros

Quem já não deu uma reclamada, que atire a primeira pedra! Entretanto, quando reclamar vira uma mecanismo psicológico habitual, ele pode se tornar uma patologia e comprometer a qualidade de vida da pessoa, provocando isolamento e dificuldade de progredir e se relacionar.

Saiba como reclamar demais pode prejudicar sua vida, e como não desenvolver esse padrão negativo

Traços psicológicos das pessoas reclamonas

Existem fatores que contribuem para que uma pessoa se torne reclamona, e use as lamentações e queixas como uma forma de lidar com suas dificuldade de interagir, se afirmar no mundo e progredir, tais como:

  • perfeccionismo: a pessoa não aceita suas fragilidades por ter um alter ego (ego idealizado) muito exacerbado
  • pessoas dogmáticas: tendem a se apoiar em conceitos e regras absolutas, se fechando em sua opiniões e “verdades” por terem medo de serem contrariadas ou dominadas
  • intolerantes: Por não se sentirem aceitas, acabam se fechando para situações novas e não aceitando a realidade como é. Por isso, quando vêm os desafios, preferem reclamar ao invés de agir.
  • inflexíveis: bloqueios e inseguranças desencadeados por fatores hereditários, traumas ou problemas com os pais na infância, podem tornar a pessoa inflexível provocando dificuldade de se relacionar com outras pessoas. A falta de adaptação às mudanças, a leva a usar o ato de reclamar como válvula de escape e justificativa para não agir.

Sinais de quando a reclamação vira uma patologia

Quando a reclamação se torna uma padrão de comportamento e traço psicológico da pessoa, pode estar sinalizando uma patologia ou, ainda, vir a desencadear uma doença psíquica.

Como exemplo de patologias que podem causar o padrão de comportamento da reclamação, ou se desenvolverem a partir do mesmo, temos:

  • Distimia= depressão menos severa que a depressão, porém mais duradoura
  • Depressão= marcada por melancolia e tristeza mais profunda que a distimia
  • Síndrome de Burnout= um distúrbio psíquico precedido de esgotamento físico e mental intenso marcado por intenso mau-humor e agressividade
  • Síndrome de Bordeline= este distúrbio é marcado por impulsividade emocional, instabilidade afetiva, irritação, raiva, insatisfação do indivíduo, tendo como consequência relacionamentos pessoais conturbados e autoimagem negativa
  • Estresse= esse distúrbio pode ser definido como o desequilíbrio psicológico resultante do acúmulo de pressões físicas, emocionais e/ou mentais, levando o indivíduo ao desgaste psíquico.

Como visto, para ter mais saúde física, mental e emocional é necessário parar de reclamar demais e ser mais atuante e confiante.

Como solucionar esse problema?

Por vezes, a inabilidade de lidar com o problema faz com que o indivíduo recorra à reclamação como se esse procedimento fosse a solução, o que leva a pessoa a ser reativa em vez de proativa, ficando parada, em vez de agir.

Para sair do padrão da reclamação é necessário, se auto-observar e perceber como isso se manifesta em si e, a partir daí, virar a chave: em vez de focar no problema, focar na solução!

Com o conhecimento de si mesmo é possível avaliar como a reclamação atua em sua existência, quais as causas e efeitos dessa reação psicológica, para assim cultivar mais consciência e atitudes inteligentes.

Como se libertar do padrão da reclamação?

Um padrão de comportamento é desencadeado por ações e situações recorrentes, mesmo quando estamos inconscientes dessa realidade.

Para sair desse padrão recorrente é necessário seguir algumas etapas:

  1. Perceber esse padrão, através da atenção consciente sobre si mesmo.
  2. Identificar situações que fazem emergir a reação de reclamar demais, a fim de identificar possíveis causas relacionadas às mesmas
  3. Refletir sobre essas causas e porque você reage dessa forma. Avalie como poderia agir de uma forma mais equilibrada
  4. Tomar consciência, assumir a responsabilidade de sua vida e mudar esse padrão por atitudes mais sábias, parando de se apoiar na reclamação, e com isso passar a ser parte da solução, em vez do problema

Efeitos de ter o hábito da reclamação

Reclamar é como um vírus, contagia e pode adoecer, desencadeando sintomas como:

  • Tornar um vício: desarmonizando o ambiente e as relações
  • Perda de energia em vão: enfraquecendo o indivíduo
  • Traz irritação e mau-humor devido à mania do indivíduo generalizar tudo, criticar demais e ter falta de empatia
  • Corrói os relacionamentos: provocando conflitos e separatividade nas relações com os outros
  • Leva à estagnação: por não promover boas realizações e nem a solução dos problemas
  • Adoece a pessoa: o ato de reclamar demais faz mal à saúde, por estar associado com emoções como a raiva e irritação, levando à liberação excessiva do hormônio do estresse, o cortisol, afetando de forma prejudicial o coração, o sistema nervoso e o fígado

Cultive leveza e alegria

Sabemos que somos humanos e tem horas que reclamar realmente é uma forma de extravasar nossas insatisfações diante dos problemas que vivemos, e de nossa sensação de impotência frente ao que não podemos controlar. Porém, precisamos cuidar para que isso não se torne uma conduta de vida, nos fazendo vítimas das circunstâncias em vez de agentes de transformação, como seres responsáveis pelos nossos atos e escolhas.

Se nos entregamos à reclamação nos corrompemos pela amargura e o criticismo, deixamos de aproveitar e de enxergar o que existe de bom na vida, desenvolvendo com isso a gratidão e uma melhor relação conosco mesmo e com o próximo.

Para parar com esse padrão negativo da reclamação, é necessário encontrar motivos para não reclamar da vida e viver com mais leveza e alegria!

Talvez te interesse ler também:

Significado dos sonhos: conhece a ti mesmo anotando os teus sonhos

O conto budista que nos ensina a superar o medo, para voar e ser feliz

Inveja branca não existe. Existe a cobiça que pode ser positiva. Veja as diferenças!

Sobre Deise Aur

Avatar
Professora, alfabetizadora, formada em História pela Universidade Santa Cecília, tem o blog A Vida nos fala e escreve para GreenMe desde 2017.

Veja Também

Solidão: as mais belas frases para amar ficar sozinho

A solidão é uma condição que amedronta muita gente. A perspectiva de ficar sozinho preocupa, assusta …