auto-observação
auto-observação

Como curar a si mesmo através da auto-observação

Muitos mestres espirituais foram exemplos vivos da importância e da eficácia da auto-observação, como base para nossa cura interna. Buda foi um deles, que, através do auto-observação, desenvolveu seu conhecimento interior e alcançou a compreensão das causas do sofrimento humano, descobrindo como transcendê-los, se autorrealizando através da autodescoberta e do autoconhecimento. Entenda melhor como a auto-observação pode nos ajudar a viver com mais plenitude, saúde e equilíbrio.

{index}

O que é a auto-observação?

Tarthang Tulku, autor do livro A Mente Oculta da Liberdade, dá a seguinte definição para a auto-observação: “a Auto-Observação é a Mobilização sadia e lúcida de todos os nossos recursos e habilidades.”

Essa mobilização e ativação das nossas faculdades internas, através da auto-observação, nos abre as portas para o despertar da Consciência e da Paz Interior.

Benefícios da auto-observação

Ao nos auto-observarmos, vamos trilhando um caminho da autodescoberta e expansão, pois passamos a conhecemos a nós mesmos.

Através da prática da auto-observação vamos adquirindo vários benefícios, tais como:

  • Descobrimos e percebemos melhor nosso mundo interno.
  • Nos damos conta e tomamos consciência de nossos pensamentos, padrões, crenças, conceitos e emoções.
  • Reconhecemos que muitas das causas de nossos sofrimentos partem da maneira como reagimos.
  • Tomamos consciência de padrões e crenças nocivos que carregamos e adquirimos mais condições de mudá-los.
  • Ao compreendermos a nós mesmos, através da auto-observação temos mais condições de entender o próximo, tendo uma relação mais empática com ele.
  • A auto-observação evita que nos enrendemos em pensamentos obsessivos, e alimentemos hábitos que nos fazem mal.
  • Essa prática nos leva à percepção de nosso padrão energético e do estado de saúde de nosso corpo, contribuindo para que tenhamos atitudes mais saudáveis, sábias e harmoniosas.
  • Através da auto-observação, chega-se à Meditação.

Prejuízos causados pela falta de auto-observação

Quando vivemos hipnotizados pelas circunstâncias e pelo mundo à nossa volta, deixamos de nos auto-observar e ficamos presos em um caos interno, movidos por uma turbulência de pensamentos, sentimentos e emoções, em sua maioria negativos ou confusos. Com isso, vamos perdendo energia e desequilibrando nossos centros energéticos.

As consequências disso é o desencadeamento de desequilíbrios em nossa saúde mental, física e emocional.

Passamos a viver em conflito, nos sentimos fragmentados, fora do eixo e os problemas aumentam em nossas vidas.

O que é necessário para nos auto-observarmos?

A essência da auto-observação é a recordação e a atenção de si mesmo, de momento a momento, vivenciando o agora, com percepção e consciência de nosso mundo interno, diante do que está acontecendo à nossa volta.

Como funciona a auto-observação?

Para praticarmos e desenvolvermos a auto-observação, precisamos prestar atenção no que fazemos e pensamos em nosso dia a dia. É estarmos inteiros em cada situação.

É necessário observar nossos sentimentos, pensamentos e comportamentos diante de cada situação e vivência, sem julgamento ou expectativa, simplesmente estando presentes e atentos no que acontece dentro e fora de nós.

Objetivo da Auto-observação

O principal objetivo da prática da auto-observação é nos levar a um maior alinhamento entre corpo, mente e alma, para nos tornarmos conscientes de nós mesmos.

Um exemplo da prática da auto-observação no dia a dia

Para ficar mais claro o que é a auto-observação, segue um exemplo de como utilizá-la no diário viver:

Uma pessoa tem um compromisso e seu ônibus não passa, ela está atrasada e começa a se identificar com a situação, vem a raiva, a impaciência e a preocupação.

Se a pessoa estiver presente em si mesma e na situação, não irá se enveredar para o estresse ou uma explosão de ira.

Ela perceberá que não adianta se irritar e perder energia por isso, pois encontrará formas mais inteligentes de lidar com a situação, como por exemplo:

  • Manter a calma.
  • Ligar para ver se consegue adiar ou mudar o horário do compromisso.
  • Buscar outra alternativa para chegar ao local do compromisso.

Caso, não encontre outra alternativa e não possa mudar a situação e chegue atrasada ao compromisso, pelo menos, mudará como se comporta diante da circunstância, mantendo a calma e esclarecendo o motivo do atraso assim que chegar.

Este exemplo simples e banal é para mostrar que, através da auto-observação, é possível reconhecer vários padrões prejudiciais e energias negativas que atuam em nós e que nos levam a vivenciar certos problemas, de forma até recorrente.

Desenvolvendo a capacidade da auto-observação – ao sentir que estamos perdendo o equilíbrio ou que a agitação começa a nos dominar – saímos da identificação com esses estados, simplesmente mudando a perspectiva e, em vez de agir alimentando o problema, teremos uma atitude lúcida, consciente e sábia.

Efeitos da Auto-observação

A prática da auto-observação contribui para vivermos com mais leveza, serenidade, desapego e liberdade, desenvolvendo hábitos mais saudáveis e de conduta mais equilibrada.

O sábio Mooji explica o sentido da auto-observação

Neste vídeo, o Professor Espiritual Mooji esclarece e exemplifica como é viver em estado de auto-observação em um Satsang, ou seja, em um encontro sobre Espiritualidade, no Monte Sahaja.

A auto-observação como meio para se chegar à Meditação e ao Desenvolvimento Espiritual

A prática da auto-observação é o solo onde brota a árvore da meditação.

Ao nos auto-observarmos estamos, meditando em nós mesmos, em nossas questões existenciais ou mais profundas, e no mistério que existe em cada um de nós.

Mistérios como: quem somos nós e o que estamos fazendo aqui?

Com a auto-observação poderemos acessar o conhecimento que existe em nós e em toda a Natureza!

Na antiguidade, o filósofo grego Sócrates já dizia:

“Homem, conhece-te a ti mesmo e conhecerás os deuses e o Universo!”

E o caminho para isso é a auto-observação!

Talvez te interesse ler também:

DO JAPÃO, AS EXPRESSÕES QUE NOS ENSINAM A ENFRENTAR A VIDA COM PAZ E TRANQUILIDADE

AMOR EM EXTINÇÃO PORQUE A GENTE ACREDITA QUE NÃO PRECISA DELE

10 CONSELHOS SUPER FOFOS PARA AJUDAR UMA PESSOA TRISTE

Sobre Deise Aur

Avatar
Professora, alfabetizadora, formada em História pela Universidade Santa Cecília, tem o blog A Vida nos fala e escreve para GreenMe desde 2017.

Veja Também

Limpeza energética, espiritual: para que serve e como fazer

Já sentiu peso nos ombros, cansaço, desânimo e falta de energia? Esse estado pode ser …