Novo surto de coronavírus na China leva província de Hebei ao lockdown

Novo surto de coronavírus na China leva província de Hebei ao lockdown

A explosão de contaminações por SARS-CoV-2 está novamente atingindo o mundo todo. Nem mesmo o epicentro do novo coronavírus está imune a esta onda.

Mais de 100 casos foram identificados pela Comissão de Saúde da China nas últimas 24 horas, o maior número desde o fim de julho, quando houve o registro de 85 contágios locais, de acordo com o site português Visão.

A maioria dos casos vem da província de Hebei, próxima a Pequim, fazendo as autoridades chinesas decretarem uma quarentena à capital, Shijiazhuang, que tem 11 milhões de habitantes.

Durante o período de uma semana, todos os residentes serão testados e a cidade permanecerá em lockdown.

Apesar dos novos casos de infecção, não houve nenhuma morte por Covid-19 no país oriental. Desde maio de 2020, a China permanece com 4.634 óbitos decorrentes da doença.

O primeiro-ministro chinês, Li Keqiang, em uma reunião do Conselho de Estado, declarou que:

“No processo de prevenção e controle da doença infecciosa, uma das chaves é procurar a verdade dos fatos, divulgar informação epidêmica aberta e transparentemente e nunca permitir o ocultamento e a subnotificação”.

O governo chinês visa a dar prioridade à segurança da população através de leis e regulamentos mais rigorosos que permitam uma maior contenção da pandemia.

A Lei do Tratamento de Doenças Infecciosas está atualmente em processo de revisão e será submetida ao Comitê Permanente do Congresso Nacional do Povo o quanto antes para deliberação.

Talvez te interesse ler também:

Por que as pessoas dão pouca atenção à ventilação no combate ao coronavírus?

OMS chega em Wuhan para investigar a origem da pandemia

Direitos humanos: ativistas condenam prisão de jornalista chinesa que divulgou informações sobre a pandemia

Gostou? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *